sexta-feira, janeiro 02, 2015

Felizes Para Sempre, de Nora Roberts


"Parker Brown sabe que subir ao altar é um dos momentos mais extraordinários na vida de um casal. Por isso ela administra a Votos a bem-sucedida empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas com pulso firme e muita dedicação.

Seu dia de trabalho começa cedo às vezes de madrugada, quando alguma noiva ansiosa lhe telefona aos prantos. Mas ela não se importa. Cada vez que ajuda uma mulher a escolher o vestido perfeito para o grande dia ou vê o sorriso nervoso e feliz de um noivo no altar, ela sente que está dando sua contribuição para uma história igual à de seus pais.

Porém a rica, linda e inteligente Parker também quer ser feliz no amor. Só que, em vez do intelectual sensível que sempre esteve em seus planos, parece que o destino lhe reservou uma surpresa.

Malcolm Kavanaugh é um mecânico de automóveis e ex-dublê de filmes de ação. Amigo do irmão de Parker, ele não tem vergonha de elogiar as belas pernas da moça e, com suas mãos ásperas, faz com que a empresária certinha e controladora simplesmente perca o chão.

Agora eles vão descobrir que, mesmo com suas diferenças, podem completar um ao outro. E quem disse que o príncipe encantado não pode chegar numa Harley-Davidson?"


**


Ah, eu esperava muito mais.

Eu achei a série Quarteto de Noivas bem irregular; algumas partes e personagens eu gostei, mas tudo ficou no meio termo. Contudo, eu estava esperando com certa expectativa este último volume. Parker era uma personagem interessante, assim como Mal- e tudo parecia mostrar que este seria “o” livro da série.
Ledo Engano. Só me decepcionei.

Felizes para Sempre é uma chatice só e, honestamente, só as Noraholics muito diehard vão achar esse livro “fantástico”. Nele, eu notei alguns problemas comuns na escrita Nora, como a verborragia e falta de uma trama mais consistente, elevados à enésima potência.

É tudo MUITO CHATO.

Sério, nada acontece. O que acontece é uma enrolação sem fim. Tudo bem que a série é sobre o mundo dos casamentos, mas precisava ser SÓ sobre isso? O que deveria ter sido o pano de fundo acabou se tornando o foco principal. O romance entre a “centrada” Parker e o mecânico Mal acabou ficando em segundo plano; ele se perdeu totalmente no meio de tantos detalhes sobre casamentos.

Além disso, tudo é lindo demais, perfeito demais. Até mesmo quando surge a menção de algum drama maior, tudo já é resolvido rapidamente. Aliás, drama é o que faltou. Não estou falando de dramalhão ou algo do gênero, mas alguma espécie de conflito. Alguma coisa que tirasse os personagens e a trama da pasmaceira.
Se pelo menos tivesse mais romance- Romance mesmo, história de amor- eu teria ficado menos decepcionada.

Obviamente o livro não é péssimo. A série tem alguns- poucos- bons momentos e personagens interessantes (Salve Carter!) mas isso é muito pouco.
Para quem nunca leu Nora Roberts, eu indicaria algo com mais “substância”.

A Série:

Livro 1- Álbum de Casamento
Livro 2- Mar de Rosas
Livro 3-Bem-Casados
Livro 4- Happy Ever After


Este livro foi gentilmente cedido pela editora.


Título Original: Happy Ever After
Autor: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Série: Quarteto de Noivas- Livro 4
Gênero: Romance Contemporâneo
Sub-Gênero/Assunto: Amizade
Período: Atual. EUA.


Outras Capas:




2.5/5

Reações: