terça-feira, janeiro 24, 2017

[Resenha] A bela e o ferreiro - Tessa Dare

“Diana Highwood estava destinada a ter um casamento perfeito, digno de flores, seda, ouro e, no mínimo, com um duque ou um marquês. Isso era o que sua mãe, a Sra. Highwood, declarava, planejando toda a vida da filha com base na certeza de que ela conquistaria o coração de um nobre.

Entretanto, o amor encontra Diana no local mais inesperado. Não nos bailes de debute em Londres, ou em carruagens, castelos e vales verdejantes O homem por quem ela se apaixona é forte como ferro, belo como ouro e quente como brasa. E está em uma ferraria

Envolvida em uma paixão proibida, a doce e frágil Diana está disposta a abandonar todas as suas chances de um casamento aristocrático para viver esse grande amor com Aaron Dawes e, finalmente, ter uma vida livre! Livre para fazer suas próprias escolhas e parar de viver sob a sombra dos desejos de sua mãe. Há, enfim, uma fagulha de esperança para uma vida plena e feliz.

Mas serão um pobre ferreiro e sua forja o felizes para sempre de uma mulher que poderia ter qualquer coisa? Será que ambos estarão dispostos a arriscar tudo pelo amor e o desejo?”



Um conto de amor.

A bela e o ferreiro é uma simpática e curtinha história de amor sobre uma mocinha sensível (e todos os sentidos) e um trabalhador braçal.
Amor proibido. E daqueles lindinhos.

A primeira vista, Diana Highwood e Aaron Dawes eram completos opostos. De saúde fraca, ela vivia sob forte influência da mãe que tinha grandes esperanças de casá-la com um nobre. Aaron era o ferreiro da cidade e, embora não fosse pobre, era, bem, plebe. Totalmente inadequado para se dizer o mínimo.

O início do relacionamento se baseia em uma forte atração física, mas depois, mais do que o amor que aflora entre eles, a relação entre os dois é um vislumbre de liberdade na vida de Diana. Ela queria ser livre...e feliz.

O fato do livro ter poucas páginas, ser somente um pouco mais longo que um conto, é um dos seus pontos mais positivos. Sem tempo para subtramas e desenvolvimentos desnecessários, autor se foca no casal e no drama vivido por eles. No amor deles. Não existe barriga ou enrolação e isso foi ótimo.Nada como uma leitura leve, mas enxuta, para aproveitarmos melhor a história de amor. Não havia necessidade de mais.

A bela e o ferreiro é um leitura leve e simpática, sem grandes dramas, mas incrivelmente emotiva. Apesar de suas poucas páginas, eu torci pelo casal desde o princípio. Como todo bom romance de amor, este é daqueles que faz a gente sorrir sonhadora.

Recomendo!

Série:
Livro 1- Uma Noite Para se entregar
Livro 1,5- Once Upon a Winter's Eve (short Story)- pode ser baixada grátis (em inglês) na Amazon.BR
Livro 2- Uma Semana Para se perder
Livro 3- A Dama da Noite
Livro 3.5-A bela e o ferreiro
Livro 4-Any Duchess Will Do
Livro 4.5-Lord Dashwood Missed
Livro 5-Do You Want to Start a Scandal

Título Original: Beauty and the Blacksmith
Autor: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Série Spindle Cove- Livro 3.5
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Família, Gravidez
Período: Regência. Inglaterra


4/5
 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

terça-feira, janeiro 17, 2017

[Resenha] Escândalo de Cetim- Loretta Chase



“Irmã do meio entre as três proprietárias de um refinado ateliê de Londres, Sophia Noirot tem um talento inato para desenhar chapéus luxuosos e um dom notável para planos infalíveis. A loura de olhos azuis e jeito inocente é na verdade uma raposa, capaz de vender areia a beduínos. Assim, quando a ingênua lady Clara Fairfax, a cliente mais importante da Maison Noirot, é seduzida por um lorde mal-intencionado diante de toda a alta sociedade londrina, Sophia é a pessoa mais indicada para reverter a situação.

Nessa tarefa, ela terá o auxílio do irmão cabeça-dura de lady Clara, o conde de Longmore. Alto, musculoso e sem um pingo de sutileza, Longmore não poderia ser mais diferente de Sophia. Se a jovem modista ilude as damas para conseguir vesti-las, ele as seduz com o intuito de despi-las. Unidos para salvar lady Clara da desonra, esses charmosos trapaceiros podem dar início a uma escandalosa história de amor... se sobreviverem um ao outro.”



Faltou história.

Uma das coisas que eu mais gostei em Sedução da Seda, primeiro livro da série As Modistas, foi o fato da história não se focar somente na nobreza. Claro, o livro tinha o seu quinhão de sangue-azul, mas era basicamente sobre a burguesia. A protagonista era uma comerciante!

A autora continua na mesma toada com Escândalo de Cetim, mas ao contrário do primeiro livro em que tínhamos uma trama vibrante, aqui a história se apoia totalmente no casal de protagonistas, Sophy e Longmore.

E, devo dizer, não foi o suficiente. Eles são ótimos, não há como negar. A química está lá, os diálogos são inspirados, porém, o fato da história toda se focar basicamente na busca pela irmã “fugida” do rapaz, fez com que os dois, mesmo que inadvertidamente se tornassem coadjuvantes da própria história. O fato é que a partir de um certo momento eu comecei a achar a história chata... e sem romance suficiente. E isso é péssimo para uma história de amor.

A qualidade da escrita da autora é óbvia, assim como o modo que ela desenvolve seus personagens, porém, faltou paixão. História mesmo. Eu queria ter lido mais sobre Sophy e Longmore, e menos sobre Lady Clara.

No geral, não foi uma leitura ruim, mas esperava bem mais.

De qualquer forma, a leitura vale a pena.

A Série:

Livro 1- Sedução da Seda
Livro 2- Escândalo de Cetim
Livro 3- Volúpia de veludo
Livro 4- Romance entre rendas

Título Original: Scandal Wears Satin
Autor: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Série As modistas- Livro 2
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Família, Gravidez
Período: Sécs 18 e 19. Inglaterra

3.5/5

quarta-feira, janeiro 11, 2017

[Resenha] E Viveram Felizes Para Sempre- Julia Quinn



“Alguns finais são apenas o começo...

Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos...

Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza.

Ao longo de oito romances que foram sucesso de vendas, os leitores riram, choraram e se apaixonaram. Só que eles queriam mais. Então começaram a questionar a autora: O que aconteceu depois? Simon leu as cartas deixadas pelo pai? Francesca e Michael tiveram filhos? O que foi feito dos terríveis enteados de Eloise? Hyacinth finalmente encontrou os diamantes?

A última página de um livro realmente tem que ser o fim da história? Julia Quinn acha que não e, em E viveram felizes para sempre, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, e responde aos anseios dos leitores trazendo, ainda, um drama inesperado, um final feliz para um personagem muito merecedor e um delicioso conto no qual ficamos conhecendo melhor ninguém menos que a sábia e espirituosa matriarca Violet Bridgerton.
Veja como tudo começou e descubra o que veio depois do fim desta série que encantou leitores no mundo inteiro.”



Para aquecer o coração.

Eu sempre adorei epílogos. Aliás, muitas vezes fico muito frustrada quando uma história sem encerra sem aquele “pedacinho a mais” e por isso quando vi que a Arqueiro ia publicar os segundos epílogos de uma das minhas séries favoritas...ah, ah, meu coração!

...E Viveram Felizes Para Sempre é uma compilação dos segundos epílogos da série Bridgertons mais um tocante conto sobre como Violet se apaixonou por Edmundo. Só por este breve conto jjá vale a leitura. Mas eu diria que o livro é muito mais do que isso; foi sim uma maneira da autora nos conectar ainda mais com aqueles personagens tão queridos.
Apesar das histórias originais terem terminado de forma totalmente eficaz, os epílogos parecem que trouxeram uma certa finalidade, paz de espírito aos personagens e suas histórias.

Uma gravidez tardia, joias há muito perdidas, um segredo finalmente revelado... ...E Viveram Felizes Para Sempre tem momentos alegres, românticos e por vezes até melancólicos. Lindos.
É difícil escolher minhas histórias favoritas mas, além do conto de Violet, gostei muito da história de Daphne...e me emocionei demais com as de Francesca e Gregory. Sei que é super brega dizer isso, mas me deram borbulhinhas no coração.

Essa família é demais.

Ah, e vale lembrar que não faz sentido ler esse livro sem ter lidos os outros da série.
E só não dei 5 estrelinhas porque a filha da Hyacinth é tão chata quanto a mãe.


Recomendo!

**Este livro foi gentilmente cedido pela editora**


Série:
Livro 1- O Duque e Eu
Livro 2- O Visconde Que me Amava
Livro 3- Um Perfeito Cavalheiro
Livro 4- Os Segredos de Colin Bridgerton
Livro 5- Para Sir Phillip, com Amor
Livro 6- O Conde Enfeitiçado
Livro 7- Um Beijo Inesquecível
Livro 8- A Caminho do Altar

Os Epílogos: E Viveram Felizes Para Sempre


Título Original:
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Série Bridgertons- livro 9
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Família, Gravidez
Período: Sécs 18 e 19. Inglaterra


4.5/5



 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

segunda-feira, janeiro 09, 2017

[Resenha] Um Anjo Ao Entardecer - Flavia Cunha



“Destiny Campbell sempre cuidou das irmãs, mesmo enquanto os pais estavam vivos. Cuidar é o que ela sabe fazer melhor, então a profissão de enfermeira lhe cai como uma luva. Destiny tem uma personalidade forte e gosta de ter o controle das coisas. Ela só não consegue controlar o seu dom especial e seu relacionamento com o prefeito Zach King!
No passado Zach viajou em busca de seus sonhos e deixou escapar a chance de ter Destiny em sua vida. Então, ele volta a Springville e se torna prefeito da cidade. Agora possui quase tudo o que sempre sonhou em sua vida, menos a mulher com sangue irlandês que roubou seu coração. E ele precisa reconquistá-la e provar que podem ser felizes juntos.”



Delicinha de romance.

Segundo livro da Trilogia Irmãs Campbell, Um Anjo Ao Entardecer conta a história da irmã mais velha, Destiny e do prefeito da cidade, Zack.

Passando quase que simultaneamente com os acontecimentos do primeiro livro, Um Anjo Ao Entardecer mostra como Destiny, que sempre foi o alicerce da família, tenta se reconectar com seu antigo amor do passado, Zack, ao mesmo tempo que tenta lidar (e revelar) com os poderes paranormais que possui. Empatia. Algo complicado que faz parte dela, assim como é complicado se apaixonar e defrontar todos os empecilhos que parecem surgir na vida do casal.
Zack e Destiny são uns fofos!

Como um delicioso romance de banca, Um Anjo Ao Entardecer conta uma história simples e extremamente amorosa e suave com personagens simpáticos e uma eterna luta por um final feliz. Não existem grandes dramas ou conflitos- e acho que é justamente isso que faz o livro ser tão agradável de se ler.

Acho que já disse isso antes, em outra resenha, sobre a autora, mas acho o estilo muito parecido com a Titia Palmeirão. Só os ogros não são tão ogros assim e, bem, eu adoro como ela conduz as suas histórias. Sim, os personagens poderiam ter sido um pouco mais desenvolvidos e tudo acontece rápido demais...mas sabe aquele tipo de leitura que mesmo com críticas você acaba adorando, mergulhando de cabeça?

Pois é.

Além disso, os elementos de paranormalidade e sensualidade são adicionados à trama de forma natural e não agressiva. Não parecem ser fora do contexto e isso faz maravilhas para o desenvolvimento e credibilidade da trama.

Um Anjo Ao Entardecer é um romance para entreter, nos fazer esquecer dos problemas do mundo real por algumas horas- e deixar aquele sorriso bobo no rosto.

Super Vale a Pena a Leitura!


*** O livro foi gentilmente cedido pela autora***

Série AS irmãs Campbell
Livro 1- Um Anjo Ao Amanhecer
Livro 2- Um Anjo ao Entardecer
Livro 3- Um Anjo ao Anoitecer

Título Original: Um anjo ao entardecer
Autor: Flavia Cunha
Editora: Independente
Série Irmãs Campbell
Gênero: Romance Contemporâneo
Sub-Gênero/Assunto: Segunda Chance, Reencontro, Paranormal
Período: Atual. Interior dos EUA.

4/5
 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

terça-feira, janeiro 03, 2017

Lançamentos de Janeiro- Editora Arqueiro


2017 já chegou e, claro, a Arqueiro está cheia de novidades!


Uma Carta de Amor
Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém.
Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Lá, Theresa encontra na praia uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro.

Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.”

Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte.

Quando o conhece, descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também.

Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.

O Caminho Para Casa
Durante 18 anos, Jude pôs as necessidades dos filhos em primeiro lugar, e o resultado disso é que seus gêmeos, Mia e Zach, são adolescentes felizes. Quando Lexi começa a estudar no mesmo colégio que eles, ninguém em Pine Island é mais receptivo que Jude.

Lexi, uma menina com um passado de sofrimento, criada em lares adotivos temporários, rapidamente se torna a melhor amiga de Mia. E, quando Zach se apaixona por ela, os três se tornam companheiros inseparáveis.

Jude sempre fez o possível para que os filhos não se metessem em encrenca, mas o último ano do ensino médio, com suas festas e descobertas, é uma verdadeira provação. Toda vez que Mia e Zach saem de casa, ela não consegue deixar de se preocupar.

Em uma noite de verão, seus piores pesadelos se concretizam. Uma decisão muda seus destinos, e cada um deles terá que enfrentar as consequências – e encontrar um jeito de esquecer ou coragem para perdoar.


Escândalos da Primavera
Daisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braço direito na empresa.

Daisy está horrorizada com a possibilidade de viver para sempre com alguém tão sério e controlador, tão parecido com seu pai. Mas não admitirá a derrota. Com a ajuda de suas amigas, está decidida a se casar com qualquer um, menos o Sr. Swift. Ela só não contava com o charme inesperado de Matthew nem com a ardente atração que nasce entre os dois. Será que o homem ganancioso de quem se lembrava era apenas fachada e ele na verdade é tão romântico quanto os heróis dos livros que ela lê? Ou, como sua irmã Lillian suspeita, o Sr. Swift é apenas um interesseiro com algum segredo escandaloso muito bem guardado?

Ao Seu Encontro
Há apenas alguns meses, um encontro inesperado numa casa em Rosemary Beach se transformou num romance de conto de fadas. Agora Reese está prestes a ir morar com Mase na fazenda dele, no Texas. Com o apoio e o amor da família do namorado e a recente descoberta de que ela mesma tem uma família com a qual contar, Reese pode enfim superar os horrores do passado e se concentrar no futuro promissor que a aguarda.

No entanto, no que depender de Aida, isso não vai acontecer. A beldade loura e Mase foram criados como primos, mas logo fica claro para Reese que o amor da jovem por ele está muito longe do que se deveria ter por um parente.

Ao mesmo tempo que Reese tenta entender a relação dos dois e não se sentir ameaçada, entra em cena Capitão, um estranho que parece estar, convenientemente, em todos os lugares que ela frequenta. Bonito, sensual, misterioso e dono de uma franqueza desconcertante, ele não tem medo de dizer o que pensa de Mase – nem como se sente a respeito de Reese.

Enquanto a competição pelo coração de Mase e de Reese esquenta cada vez mais, algumas perguntas em relação ao passado dela começam a ser enfim respondidas, revelando verdades chocantes que vão mudar para sempre a vida do casal.

Meio Mundo
Thorn Bathu não é uma garota comum. Mesmo tendo sido criada numa sociedade machista, ela vive para lutar e treina arduamente há anos. Porém, após uma fatalidade, ela é declarada assassina pelo mesmo mestre de armas que deveria prepará-la para as batalhas.
Para fugir à sentença de morte, Thorn se vê obrigada a participar de um esquema do ardiloso pai Yarvi, ministro de Gettland. Ao lado dela se encontra Brand, um guerreiro que odeia matar, mas encara a jornada como uma chance de sustentar a irmã e conquistar o respeito de seu povo.

A missão dos dois é cruzar meio mundo a bordo de um navio e buscar aliados contra o Rei Supremo, que pretende subjugar todo o Mar Despedaçado. É uma viagem desafiadora, em que Brand precisa provar seu valor e Thorn fará o necessário para honrar a memória do pai e se tornar uma verdadeira guerreira.

Guiando os personagens por caminhos tortuosos em busca de amadurecimento e redenção, Joe Abercrombie mais uma vez nos maravilha com uma história grandiosa, que se sustenta sozinha por seu vigor, mas também dá continuidade à saga de Gettland e Yarvi. Finalista do prêmio Locus, Meio mundo deixará o leitor na expectativa do desfecho desta série épica.

Ninfeias Negras
Giverny é uma cidadezinha mundialmente conhecida, que atrai multidões de turistas todos os anos. Afinal, Claude Monet, um dos maiores nomes do Impressionismo, a imortalizou em seus quadros, com seus jardins, a ponte japonesa e as ninfeias no laguinho.
É nesse cenário que um respeitado médico é encontrado morto, e os investigadores encarregados do crime se veem enredados numa trama em que nada é o que parece à primeira vista. Como numa tela impressionista, as pinceladas da narrativa se confundem para, enfim, darem forma a uma história envolvente de morte e mistério em que cada personagem é um enigma à parte – principalmente as protagonistas.

Três mulheres intensas, ligadas pelo mistério. Uma menina prodígio de 11 anos que sonha ser uma grande pintora. A professora da única escola local, que deseja uma paixão verdadeira e vida nova, mas está presa num casamento sem amor. E, no centro de tudo, uma senhora idosa que observa o mundo do alto de sua janela.


E não é só isso, tem muito mais coisa boa vindo por aí!


 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

sábado, dezembro 24, 2016

2016: O Ano em que não atingi a minha meta de leitura



2016 foi um ano difícil. Nenhuma novidade nisso. 2016 foi um ano phoda (e não no sentido positivo) em níveis estratosféricos.

Comigo não foi diferente. Obviamente estou em uma situação muito melhor que muitas pessoas que tiveram problemas muito maiores que os meus. Agradeço todos os dias pela minha sorte. Porém, isso não quer dizer que também não fui afetada.

Falta de dinheiro. Muito trabalho- graças aos céus por isso. E alguns probleminhas de saúde.
O fato é que 2016 me cansou. Estressou.

Mais do que isso, eu fiquei em um certo “limbo literário”. Li bons livros, outros nem tanto, mas o fato é que não conseguia me focar.

Não atingi minha meta de leitura para 2016.

Claro, isso pode- e é- parecer insignificante em comparação à outras coisas, mas para mim, a meta de leitura é como um compasso, um desafio que eu gosto de fazer comigo mesma.
E eu falhei. Simplesmente o cansaço e a vida real me sugaram. Para quem não sabe, trabalho em um Cartório Eleitoral e ano de eleição sempre é muito difícil e cansativo. Com trabalho de domingo a domingo.

Claro que isso afetou o blog- e minha interação com outros blogueiros que eu adoro.
Por isso, eu espero muito que 2017 seja muito melhor- em TODOS os aspectos. PRECISAMOS de um ano melhor,né?

Talvez eu faça algumas mudanças por aqui. Convide mais alguém mais resenhar (alguém se habilita?). Não sei, mas mudanças são bem-vindas e muitas vezes necessárias.

Enquanto isso, vou fazer um breve recesso de fim de ano e pretendo voltar com força total.

Beijo no Coração.

FELIZ NATAL e um ÓTIMO ANO NOVO!!












 photo Thais1_zpssfusghrx.gif



quinta-feira, dezembro 15, 2016

#Divulgação Antes que a luz se apague GRÁTIS

Antes que a luz se apague...
Uma história de amor e superação!
Aproveite que a autora está disponibilizando ele gratuitamente, apenas hoje na Amazon!

Essa é pra não perder! Corre lá- e aproveite para também uma olhada nos outros livros da autora.
http://tinyurl.com/FlaviaCunhaNaAmazon


 photo Thais1_zpssfusghrx.gif