domingo, março 28, 2021

#RESENHA Tarzan- Edgar Rice Burroughs

  • “Nascido na floresta, órfão com apenas um ano de idade, o pequeno lorde Greystoke é adotado e criado por uma antropoide, que o transforma em Tarzan - o homem-macaco, ágil, forte, poderoso guerreiro, líder de seu bando e rei da selva. Mas tendo contato com a espécie humana, sobretudo com membros de uma expedição americana, dentre eles a bela Jane, o herói se transforma. Será que o amor e suas origens como lorde Greystoke irão sobrepujar uma vida inteira como Tarzan? Pode um homem selvagem resistir ao chamado da floresta?”

Quanto tempo, não é mesmo? Não sei quanto à vocês, mas essa pandemia está afetando demais s minhas leituras. 



Eu simplesmente não consigo me concentrar. O que seria uma leitura rápida de, no máximo, 1 ou 2 dias, tem levado semanas. E foi justamente esse o caso de Tarzan. Uma história que, em condições normais de temperatura e pressão, eu teria lido de uma sentada só. Pois bem, acho que praticamente todo mundo conhece a história de Tarzan, o lorde inglês criado por macacos e sua amada Jane. 

 Primeiro livro de uma série, Tarzan conta a origem do “herói” e seu primeiro encontro com Jane. Escrevendo de forma simples e bem popular, o autor mostra um protagonista quase super-humano, capaz das maiores façanhas; desde habilidades extraordinárias para a caça e luta quanto incrível inteligência intelectual (ele aprende a ler e escrever sozinho!). 

 O modo como tudo é descrito e apresentado me lembrou dos chamados “romances de banca”. E não só como Tarzan é descrito (lindo, inteligente e forte!), mas também no encontro dele com Jane.

 Confesso que, em certos momentos, tive vontade de rir com a paixão avassaladora ali presente. 

 Vale também ressaltar a incrível edição da Zahar: cheia de ilustrações, notas da edição interessantíssimas e uma introdução que coloca toda a obra em contexto. Só esses “ a mais” já valem a leitura. 

Tarzan é uma aventura divertida e envolvente. Lendo com olhos dos século XXI, podemos ver vários problemas de caracterização e preconceito. Principalmente no que se dizia respeito aos nativos negros e a suposta “ superioridade” branca. São passagens que devem ser lidas com olhar crítico, levando em conta o momento em foram escritas, mas que não devem ser repetidas. 

Título Original: Tarzan of the apes
Autor: Edgar Rice Burroughs. Ilustracões de Hal Foster
Editora: Zahar Coleção: Clássicos Zahar
Série Tarzan Gênero: Aventura
Sub-Gênero/Assunto: Romance,
Período: Africa, EUA, Inglaterra. Séc 19







 Vale a Pena a Leitura!


  3.5/5