sábado, outubro 29, 2011

Entre o Amor e o Dever, de Deborah Hale [ Maratona de Banca]

Minha Leitura Para o Mês de Outubro da Maratona de Banca . O tema era Casamento de Conveniência. Um dos meus temas favoritos! Veja minha lista AQUI



Título Original: My Lord Protector
Autor: Deborah Hale
Editora: Nova Cultural
Coleção: CHE 76
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Mocinho mais velho, Romance de Banca, Casamento de Conveniência
Período: Londres, 1742.

O Destino tece sua teia...

Londres, 1742.

Edmund Fitzhugh resolveu se casar com Julianna com o único objetivo de protegê-la. Além do mais, ela era uma moça comprometida...e com o sobrinho de Edmund! Assim, o casamento realizado secretamente, foi apenas no paplel. Mas a companhia de uma jovem linda inflamou-lhe a paixão que ele imaginava enterrada havia muito tempo...

Julianna Ramsay sentia-se confusa. Quem diria que o tratamento carinhoso de Edmund poderia lhe despertar sentimentos mais ardentes do que aqueles dedicados ao noivo ausente? A cada dia que passava, tornava-se mais difícil ficar longe daquele homem. Mas seu noivo estava para chegar...Teria ela coragem de escolher entre o amor e o dever?






Um belo e bem escrito romance histórico.


Primeiro livro de Deborah Hale, Entre o Amor e o Dever é um romance muitíssimo bem escrito. Cheio de detalhes e apurada pesquisa histórica, podemos perceber desde as primeiras cenas que a autora fez um belíssimo trabalho.

A estória começa com o casamento da jovem Julianna com Sir Edmund, um homem aparentemente duro e solitário, cerca de 20 anos mais velho do que ela. Edmund está se casando com a jovem a fim de salvá-la das ‘garras’ do mau-caráter irmão de criação de moça e ‘salvaguardá-la’ até a volta de seu sobrinho Crispin (que viajou em uma expedição) , o verdadeiro noivo da jovem.
É a conhecida estória do Casamento Por Conveniência: primeiro a estranheza, depois a amizade e finalmente o amor. A grande diferença está na forma como tudo isso acontece. Tudo acontece a seu tempo, sem pressa ou situações ‘abruptas’- o amor entre Edmund e Julianna vai surgindo nas pequenas coisas, nos pequenos detalhes.

Os personagens são muito bem descritos; são personas completas e bem desenvolvidas, críveis.

Entre o Amor e O Dever poderia configurar , com certeza, entre os melhores romances históricos porém lhe faltou um detalhe essencial: paixão. Apesar de todo o preciosismo técnico, a falta de paixão deixa, por vezes, uma sensação de monotonia. Não que o livro seja chato, longe disso- mas faltou um maior dinamismo romântico.

Além disso, o livro tem algumas incoerências. Por exemplo, bem no início da estória, durante a cerimônia, Julianna pensa sobre o fato de ter querido por um esposo mais velho, pois assim não haveria a consumação do casamento. Poucas páginas depois, ela já aparece pensando em como será a noite de núpcias.

Este, provavelmente, não é um livro para todos os gostos. Os que estão atrás de estórias de amor arrebatadoras, poderão achar o livro um tanto quanto morno. Contudo, se você está procurando um romance histórico de qualidade e bem escrito , ou então se você ainda torce o nariz para os romances de banca, achando-os inferiores, Entre o amor e o dever é uma leitura mais do que indicada.

Seja qual for o seu estilo, não há como negar a qualidade literária de Entre o Amor e o Dever. Vale a pena a conferida.



Outras Capas:



EXTRAS
Site da Autora: http://www.deborahhale.com/
Facebook FanPage http://www.facebook.com/pages/Regency-Author-Deborah-Hale/139566946091102


Cotação:
3.5/5

Reações: