terça-feira, novembro 13, 2012

Retrato do Meu Coração, de Patricia Cabot


No passado, a desengonçada Maggie Herbert vivia às turras com os meninos, entre os quais o futuro duque de Rawlings, mas tudo se resumia a provocações e brigas. Agora adultos, eles se reencontram. Porém tudo parece conspirar contra a paixão recém-descoberta. Será que os jovens conseguirão vencer preconceitos - dos outros e os próprios - em nome do amor?





A Rosa do Inverno foi uma das minhas leituras favoritas do ano passado (2011) e está entre os romances históricos que mais gosto. Por esse motivo, Retrato do Meu Coração foi uma leitura esperada com uma certa expectativa. E vocês sabem como são expectativas. E como nós podemos nos decepcionar com elas. Não digo que não gostei do livro, mas, a meu ver, de forma alguma ele superou o primeiro volume. É um livro legal, simpático e até certo ponto divertido. E só.

Honestamente? Esperava mais.

Jeremy Rawlings e Meg Herbert se reencontram após anos sem se verem depois de terem sido pegos em “flagrante delito” por Edward, (de Uma Rosa do Inverno Não é extremamente necessário ler o primeiro livro antes) tio de Jeremy. Apesar de tal que flagrante pudesse causar um casamento às pressas, Jeremy acaba indo servir o exercito na Índia e Meg vai estudar pintura na França.

Durante os anos em que estiveram separados, Jeremy e Meg nunca entraram em contato, porém quando ele descobre que ela está noiva de outro, resolve voltar para a Inglaterra e mostrar a antiga amiga de infância que ele é o único homem perfeito para ela.

E, então, dá-lhe, Quero você. Não quero você. Gosto de você. Não gosto de você.

Não há como negar que, desde o início do livro, quando os dois são bem jovens (Meg nem tinha completado dezessete anos ainda) que a atração física entre os dois é intensa. Jeremy e Meg tem uma alta carga sexual quando estão juntos- a química está lá, firme e forte. E a autora usa muito bem desta química. Porém, se por um lado, o aspecto “sexual” do livro é incrível, por outro, eu achei que faltou romance. Senti falta de mais romantismo, de uma inteiração mais amorosa entre os dois, não tão baseada no quanto eles poderiam ser compatíveis entre quatro paredes.

Além disso, as tramas paralelas pareciam que não chegavam a lugar nenhum. O noivado de Meg não apresentava nenhum risco concreto à um final feliz entre Jeremy e Meg. Achei Augustin, o tal noivo, totalmente insípido.

Tinha ainda a questão da princesa indiana que acreditava ser noiva de Jeremy e o perseguia por todo lado. Podia até ter sido um adendo interessante à trama, mas achei que caiu no vazio. Até mesmo os problemas referentes ao afastamento de Meg de sua família foram pouco explorados pela autora. Sem contar que tudo me pareceu solucionado rápido demais.

Pode até parecer que eu não tenha gostado do livro, mas isso não é verdade. Retrato do Meu Coração é um livro bem divertido. O humor está muito presente na trama e isto tornou a leitura bem mais leve e prazerosa. E olha que eu não sou muito de “comédia”. Engraçado isso, o humor é um dos pontos fortes do livro, mas também, pensando bem, é um dos seus pontos fracos, por assim dizer. Em certo momento, tudo é tão rápido e “divertido” que me peguei perguntado, e cadê o romance? Cadê *aquela* cena que deveria me fazer suspirar?.

E mesmo nas cenas de sexo, que são muito bem descritas e ambientadas, fiquei com essa impressão da falta de romance. De amor. Como eu já havia mencionado, Jeremy e Meg são ótimos na cama. Compatibilidade completa. Porém, muitas vezes, senti que eles simplesmente fazem sexo- e não amor. E, em livros como esse, acho eu, é necessário que o sexo seja também tenha romantismo.

De modo geral, apesar de todos esses senões, eu gostei do livro. Sim, podem acreditar, eu gostei. Apenas não amei. Retrato do Meu coração é uma leitura rápida e, sim, agradável. Sem contar que ele está acima da média de muito romance histórico que vemos por aí. 

 O livro tem os seus defeitos, mas é uma boa diversão. Tenho certeza que muita gente vai gostar. Muito mais do que eu.


Título Original: Portrait of My Heart
Autor: Patricia Cabot
Editora: Record
Gênero: Romance Histórico
Série: Rawlings- Livro 2/2
Sub-Gênero/Assunto: Romance, Reencontro
Período: Inglaterra. Era Vitoriana.

A Série

Livro 1- A Rosa do Inverno – Publicado no Brasil pela Ed. Essência.
Livro 2- Retrato do Meu Coração

Outras Capas:

EXTRAS

Site da Autora: AQUI
Esta a página da ‘patricia’ no site da Meg Cabot. Segundo o site, Meg Cabot aposentou o pseudônimo e agora só escreve usando o seu nome verdadeiro (Meg)
Facebook FanPage http://www.facebook.com/megcabot
Twitter: @megcabot
YouTube: http://www.youtube.com/user/MegginCabot

Cotação:
3.5/5

Reações: