quarta-feira, janeiro 06, 2016

[RESENHA] O Prazer de Matar - Julie Garwood


“Avery Delaney sempre tentou deixar seu passado para trás. Abandonada por uma mãe assustadoramente perturbada, quando ainda era um bebê, Avery foi criada pela avó e por Carolyn, sua tia adorada. Aos onze anos, ela presenciou a morte violenta da avó e depois de receber um tiro, foi abandonada para morrer, sem esperança de socorro. Milagrosamente, sobreviveu. O homem responsável pela atrocidade está cumprindo pena em uma penitenciária na Flórida. Esta experiência traumática fez com que Avery escolhesse uma vida dedicada à lei e à justiça. Sua mente aguçada, aliada à habilidade de recolher e selecionar informações vitais e de decifrar pistas, transformaram Avery em uma importante analista do FBI, especializada na solução dos mais diversos crimes e logo ela terá que usar toda a sua perícia para solucionar um caso que vai mexer em suas mais dolorosas lembranças.

Carolyn Salvetti, tia de Avery, viciada em trabalho, tem certeza que fez a reserva para o Spa Utopia. Mas Carollyn não vai conseguir chegar ao Spa.

Sob falsos pretextos ela é levada para um local isolado por um estranho simpático, de voz suave, sorriso generoso e intenções sombrias. Seu nome é Monk, um assassino de aluguel. Com pista insuficiente e recursos escassos, Avery junto com John Paul vai ter que desvendar o mistério de salvar Carolyn - só que, para isso, terá que vencer um exímio matador profissional, sobreviver a uma perigosa trama de loucura e vingança mortal.”



Vamos falar de coisa boa?

Porque a série Buchanan-Renard é boa demais!

Antes de mais nada, gostaria de dizer que, apesar dos livros serem independentes, é aconselhável lê-los na ordem correto. Não só porque alguns personagens vão sendo introduzidos “pelo caminho” mas, especialmente neste livro, existe uma forte conexão com o livro anterior.

Em O testamento (lá no final do post tem um link pra minha resenha, se vocês estiverem curiosos!) somos apresentados à John Paul Renard, um ex fuzileiro naval e agente da CIA, não muito fã do FBI e que mora no meio do mato. Na verdade, no meio do Pãntano. Será ele o mocinho desta aventura. Mas falaremos disso depois.
Inicialmente, é preciso falar de Avery Delaney. Filha de pai desconhecido e de uma mãe psicopata, aos 11 anos, após uma frustrada tentativa de sequestro (forjada pela própria mãe) foi deixada para morrer após a ver a avó sendo assassinada. Criada pela tia, Carrie, Avery simplesmente bloqueou a figura materna de seu sistema. Dada como morta, a mãe de Avery era apenas um triste pesadelo de seu passado.

Anos depois, Avery é uma jovem analista do FBI e sonha em um dia se tornar Agente de Campo. A tia não concorda muito com a opção de carreira da sobrinha mas...fazer o quê? Apesar de morarem em estados diferentes (Carrie na California e Avery, na Virginia) , as duas são muito unidas e quando surge uma chance de passarem um final de semana juntas em um SPA luxuoso no Colorado, elas aceitam (apesar daquilo não fazer o menor estilo das duas).

Mas, que mal poderia haver? Elas simplesmente teriam que se encontrar lá e aproveitar. O problema é que as coisas não saem exatamente como o planejado. Primeiro, Avery perde o seu voo e quando finalmente consegue chegar ao local, descobre que não só sua tia não está lá, como cancelou a reserva!

É neste momento em que o caminho de Avery cruza com o do já citado (tudo di bão!) John Paul Renard. Ele pode ter pistas sobre o que aconteceu com Carrie, mas não está muito a fim de compartilhar as informações. Contudo, quando se torna claro que a vida da própria Avery está em perigoso, tudo fica diferente e os dois partem em buscas de respostas- e, quem sabe, de um salvamento.

Esta é mais ou menos uma ideia geral do inicio do livro (fui vaga em alguns pontos propositalmente). Prazer de Matar é sobre psicopatas, mortes e também relações humanas.

Apesar de ter como foco principal, a viagem de Avery e John Paul, o fato do livro ser narrado sob três pontos de vista, torna tudo muito mais interessante e intrigante. Assim como o ponto de vista do casal, somos testemunha do que está acontecendo com Carrie e também do que se passa no “lado negro da força”.

A questão aqui não é o mistério- até porque (até certo ponto) sabemos quem são os vilões- mas como tudo irá se resolver. Os personagens são fascinantes (apesar d’eu querer estapear um ou outro) e mesmo aqueles com os quais simplesmente não dá pra sentir nenhum tipo de compaixão e impossível não sentir um certo fascínio- porque sim a mente de um assassino é fascinante. Na verdade, uma mistura de asco e fascinação.

Por outro lado, John Paul e Avery são quase um casal cômico- sem nenhum intenção de o ser. Os dois, a principío, são completamente diferente, mas, aos poucos vamos percebendo como são, na realidade, bem parecidos.

JohnPaul é do tipo durão e carrancudo mas, ao contrário de outros heróis românticos, ele não é cheio de traumas ou veio de uma família disfuncional. Muito pelo contrário. Avery, apesar do aspecto frágil, não é uma daquelas mocinhas cheias de mimimis e nhenhenhes. Claro que ela sente medo, mas se mantém na pose!

Com um escrita enxuta e segura, a autora nos conduz por uma história aparentemente óbvia mas, na realidade, cheia de surpresas. O romance acontece de forma natural e a parte policial nunca é deixada de lado.

Uma ótima leitura.

Recomendo!

Ah! E Noah aparece... #EntendedoresEntenderão



A Série:

Tragédia, este é o teu nome. A série Buchanan/Renard estava sendo lindamente publicada pela Editora Landscape, porém, oh, porém, a editora MORREU. FALIU. Pois é. Espero sinceramente que outra editora passe a publicar não somente esta série mas também os outros livros da autora. De qualquer forma, ainda vale MUITO a pena ler os livros lançados no Brasil (sebos!) . Afinal, temos o Noah...




Buchanan-Renard


1. Heartbreaker (2000) - A Confissão.
2. Mercy (2001) O Testamento
3. Killjoy (2002) – O Prazer de Matar
4. Murder List (2004) - A Próxima Vítima.
5. Slow Burn (2005) - Marcada para Morrer.
6. Shadow Dance (2006) - A Dança das Sombras.
7. Fire and Ice (2008) - Fogo e Gelo.
8. Sizzle (2009) - Ainda não publicado no Brasil.
9. The Ideal Man (2011)- Ainda não publicado no Brasil.
10.Sweet Talk (2012)- Ainda não publicado no Brasil.
11.Hot Shot (2013)- Ainda não publicado no Brasil.
12.Fast Track -

Título Original: Killjoy
Autor: Julie Garwodd
Editora: Landscape
Série Buchanan/Renard- livro 3
Gênero: Suspense Romântico
Sub-Gênero/Assunto: Crime e Mistério, Serial Killer,Suspense
Período: Atual. EUA.


 




Outras Capas

5/5



 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

Reações: