terça-feira, abril 14, 2015

[Resenha] Segredos de um Pecador - Madeline Hunter


“Leona Montgomery foi criada na China. Com pai inglês e mãe portuguesa, aprendeu desde cedo a se adaptar aos costumes de outras terras e adquiriu uma cultura e uma sofisticação incomuns às mulheres de seu tempo. Por isso, quando o pai, já viúvo, morreu, deixando os dois filhos em uma situação financeira difícil, Leona assumiu os cuidados do irmão caçula e os negócios da família. Trabalhando pela recuperação da Montgomery & Tavares, ela viajou por diversos países, negociou com homens rudes e enfrentou piratas. Recém-chegada a Londres, agora espera fechar parcerias comerciais e dar sequência a uma investigação que o pai não pôde concluir. Mas estar em Londres significa algo mais.
Sete anos atrás, Edmund, um naturalista inglês, deixou Macau à noite, depois de um beijo de despedida que Leona nunca esqueceu, e retornou à Inglaterra. O que Leona não poderia imaginar era que Edmund na verdade é Christian Rothwell, o marquês de Easterbrook, um homem poderoso envolto em mistérios – e que talvez se beneficiasse com o fim das investigações de seu pai. Dividida entre o dever e a tentação, é na cama do marquês que ela fará suas maiores descobertas.”



Muito bom!

Quando eu li As regras da Sedução, primeiro livro da série Rothwells, eu não fiquei muito empolgada. Achei o livro lento e carente de emoção, mas mesmo assim resolvi dar uma chance à série e resolvi “ir lendo” os livros seguintes. Ainda bem que o fiz! Livro a livro, Os Rothwells foram me conquistando e, neste último livro posso dizer- com certeza absoluta- que eu fiz muito bem em não ter abandonado a série.
Pecados de um sedutor é um ótimo final de série; um livro romântico, divertido e, principalmente, muito envolvente.

Christian Rothwell, Lord Easterbrook sempre foi o personagem mais interessante e misterioso dos livros. Pouco se sabia dele; apenas era óbvia a sua excentricidade e isolamento. Easterbrook faz questão de não ser sociável.

Porém, esta realidade irá mudar quando ele reencontra Leona Montgomery, uma jovem que ele conheceu anos atrás, em Macau. Foi um amor que, apesar de juvenil, deixou marcas. Em ambos. O problema é Leona não é mais a jovem de outrora. E ele certamente não é o mesmo jovem que fingia ser um viajante naturalista de nome Edmund.
Christian é agora um marquês. Leona é uma mulher do mundo, em busca de parcerias comerciais para o negócio de seu irmão, mas, principalmente em busca da verdade em relação à investigações que seu pai fazia antes de morrer.
O reencontro entre os dois não será fácil, nem tão pouco amigável. Porém, por mais que Leona tenha se sentido traída por “Edmund”, ela sabe que o Marquês de Easterbrook poderá abrir-lhe portas muito importantes.

Um livro tocante, cheio de emoção. Sim, emoção. Madeline Hunter, apesar de uma escrita boa e segura, muitas vezes tem um texto muito seco, quase frio. Contudo, esta aparente “falta de emoção” nos textos da autora não aparece aqui. Muito pelo contrário.

Comparando com outros livros gênero, este pode parecer um pouco mais sério, mas emoção é o que não falta. E melhor, tem até um leve toque de humor. Mesmo que involuntário.
Lorde Eaterbrook é um homem que se se sente amaldiçoado. Ele não é como os outros e, desde a infância aprendeu que a solidão é a melhor maneira de se manter são, mesmo que isso acabe afastando todos que o amem. Seus irmãos, Leona.
(Não, não vou dizer qual é o “problema” dele, tá?! :D )

A volta de Leona é como uma segunda chance para ele; porém, apesar de querê-la como mulher, de certa forma, ele não se sente digno de viver com ela com um romance mais duradouro. Ao mesmo tempo, Leona anseia em se entregar, mas ela não quer ser mais uma amante- e aconteça o que acontecer, chegará o momento em que os dois terão que se separar.

No início, eu não sabia ao certo se gostava ou não do Marquês. Sempre achei ele um personagem interessante, impetuoso, mas algumas atitudes e reações dele me deixaram com o pé atrás. Parecia um homem sem sentimentos. Ledo engano. Christian Rothwell tem todos os sentimentos do mundo e, pouco a pouco, vamos descobrindo as camadas do personagem.

Leona é uma mulher forte, cujas revezes da vida a fizeram se tornar independente. Todavia, ela sabe que, independente de seu valor e capacidade, ela continua a ser uma mulher- e naquela época, isto valia de pouco. Desde o (primeiro) momento do reencontro dos dois, é mais do que óbvia a reação que um tem ao outro. Mesmo que palavra amor seja forte demais para este primeiro momento, a paixão está lá. Forte.
Contudo, existe sim, amor. Sempre existiu. É muito bom ver uma história em que o amor não apareceu do nada, mas que estava simplesmente “incubado”. Leona e Christian já se conheciam- e tinham um passado juntos.

Madeline Hunter nos conduz por uma história cheia de contrastes e emoção, aonde nem tudo é romance e amor. Como em outros livros dela, a crítica social está presente- e de modo bem forte. A questão das drogas (no caso, o ópio) é mostrada de modo contundente, com a conivência de uma sociedade que não quer enxergar. Nem tudo, nesse aspecto, é merecedor de um final feliz.

Segredos de um Sedutor foi um livro que me agradou muito; uma leitura ágil e muito bem construída, sem furos na trama. Um ótimo encerramento da série.
Apenas gostaria que o epílogo tivesse sido maior.

Recomendo!

Este livro foi gentilmente cedido pela editora.

Série

Livro 1-As Regras da Sedução
Livro 2-As Lições do Desejo
Livro 3- Jogos do Prazer
Livro 4- Segredos de um Pecador

Título Original: The Sins of Lord Easterbrook
Autor: Madeline Hunter
Editora: Arqueiro
Série: irmãos Rothwell – Livro 4
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Reencontro, Segunda-Chance
Período: Era Vitoriana. Inglaterra

Outras Capas


4/5

Reações: