terça-feira, setembro 22, 2015

[Resenha] Madrugadas de Desejo- Jayne Fresina


“Um jogo de mistério e sedução que não terminará a menos que os dois se entreguem. A Inglaterra do século XIX é elegante, charmosa e aventureira. Um lugar onde é difícil não se deixar levar pelos deliciosos (e perigosos) jogos que lords e ladies libertinamente experimentam. Não poderia ser diferente na bela Brighton, o lar de Ellie Vyne e James Hartley: inimigos declarados desde a infância. Ellie sempre foi uma mulher de ideias a frente de seu tempo, temperamento forte, ousada e, principalmente, avessa a todas as tentativas de suas irmãs para lhe arrumarem um marido. Afinal, com 27 anos era um absurdo ainda perambular sozinha por aí. E é claro que James, um dos solteiros mais cobiçados da cidade, fazia questão de deixar clara sua desaprovação. Durante suas misteriosas escapadas, Ellie rouba algo muito precioso de James, que não terá paz até descobrir a identidade do ladrão. Querendo ou não, eles estão cada vez mais próximos. Como resistir ao charme de James e levar sua mentira adiante? Nesse jogo de perdição, Ellie arriscará tudo, inclusive seu coração. Enquanto James tenta desvendar o segredo da jovem, o desejo proibido que surge entre os dois será capaz de romper com todas as regras da alta sociedade inglesa.”


Romance histórico muito divertido.

Se não me engano este é o primeiro romance histórico (ou de época, como gostam de dizer alguns) lançado pela editora Única e espero que não seja o único. Nunca tinha lido nada desta autora (confesso que nem a conhecia) mas gostei muito do que encontrei.

Madrugadas de Desejo é um prato cheio para quem gosta de um bom romance histórico, com muita movimentação, romance, humor e, sim, uma pitada de sexo.
O livro trata de uma maneira diferente e quase original o clássico romântico do “inimigos de infância” que se apaixonam. Em primeira instância, o livro justamente sobre isso, mas tem detalhes que fazem toda a diferença.

Eu não diria que Ellie Vyne e James Hartley realmente se odeiam, mas a inimizade é clara- e vem desde a infância, agravada pelo fato de quê um tio dela fugiu com a mãe dele.

James já tem 37 anos mas ainda vive sob os efeitos de uma certa rebeldia juvenil tardia. Porém, ele começa a percebia que vida cheia de amantes e festas está começando a cansar. Ele não tem o intuito nem a intenção de amar, já que a única vez que isto aconteceu, as coisas não terminaram bem: a noiva o largou.

Ellie, assim como James, também não tem pretensões amorosas. Casar está fora de questão, apesar da insitência das irmãs mais novas. Ela sabe que não tem lugar na sociedade, e tenta se conformar com isso. Ellie não é uma mocinha ingênua e virginal. Longe disso. Mas, mais do que tudo ela é uma lutadora que precisa fazer o que for preciso para sustentar a própria família, nem que seja se disfarçar de homem.

A primeira coisa que me chamou a atenção em Madrugadas de Desejo foi a mocinha. Ela é única e original. Aos 27 anos e não mais virgem, ela é quase uma pária, um escândalo ambulante. Em uma sociedade em que as mulheres “caídas” não tem mais “salvação”, ela simplesmente quer um pouco de sossego e paz.

O livro fala de uma relação conflitante entre duas pessoas aparentemente diferentes. Ellie e James tem as suas óbvias divergências, mas simplesmente não conseguem ficar longe um do outro.

Muito bem humorada, a trama escrita por Jayne Fresina nos leva por vários momentos e situações inusitadas, começando por um pedido de casamento. Mais do que a importância do aceitar ou não, o que se torna interessante é os acontecimentos subsequentes desse pedido.

Ellie, não posso negar, foi uma personagem que me cativou, principalmente devido à sua originalidade. Porém, não posso deixar James de fora. Ele não somente o bon-vivant que quer finalmente mudar de vida, mas existe uma bondade implícita nele. Algo que mostrado em suas ações e na forma como encara o mundo. Além disso, ele é um homem inteligente. Achei isso ótimo.

Com um bom ritmo e uma trama interessante, Madrugadas de Desejo é uma ótima e desestressante leitura. A história é ágil e bem desenvolvida,e apesar dos vários acontecimentos nada parece corrido demais. E, acima de tudo, toda a trama é impregnada de um ótimo senso de humor. Pequenas frases e detalhes que fazem a gente rir sozinhos.

Outro ponto interessante de se ressaltar é que a trama não gira somente em volta do casal, mas em todos a sua volta tem determinada importância. Nenhum personagem é apenas “mais um”, e isso faz com que a leitura se torne mais interessante e rica.

Madrugadas de Desejo foi uma grata surpresa e espero que a editora Única lance os outros livros da série, assim como outros romances históricos. Os fãs do gênero irão agradecer.

Recomendo!


Série:


Apesar deste ser o segundo livro da série Sydney Dovedale, a leitura pode ser feita sem maiores problemas, porém teria bem interessante se o primeiro livro tivesse sido lançado antes, até porque conta justamente a história da ex-noiva de James, Sophie.



Livro 1- The Most Improper Miss Sophie Valentine
Livro 2- Madrugadas de Desejo
Livro 3- Lady Mercy Danforthe Flirts with Scandal
Livro 4- Miss Molly Robbins Designs a Seduction

***Este livro foi gentilmente cedido pela editora***
Título Original: The wicked wedding of Miss Ellie Vyne
Autor: Jayne Fresina
Editora: Única
Série Sydney Dovedale- livro 2
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Falsa Identidade, Amor e ódio, humor, hot
Período: Era Vitoriana. Inglaterra. -

Capa original:




4/5

 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

Reações: