terça-feira, abril 06, 2010

Desafio Literário Março: "A Abadia de Northanger", de Jane Austen


A ABADIA DE NORTHANGER


.............................................................................
DESAFIO LITERÁRIO 2010

MARÇO: CLÁSSICO UNIVERSAL –
Bem, como vocês devem ter notado , eu estou um pouco atrasada, né? A meu favor só posso dizer que tive um mês muito corrido e que nesta última semana (na qual eu planejava postar minhas resenhas) eu estive verdadeiramente muito ocupada.
Okay, não sei se isso ainda está valendo para o Desafio mas aqui está a minha resenha. A resenha do meu livro reserva poder ser lida AQUI


Minha Lista




Título Original: Northanger Abbey
Autor: Jane Austen
Editora: Landmark
Gênero: Romance
Sub-Gênero/Assunto: Romance Histórico, Humor, Amizade, Comédia de Costumes, ‘Coming to age’
Período: Inglaterra. Regência.


Sinopse:


Catherine Morland, uma jovem de 17 anos, é convidada por um casal, os Allens, amigo de sua a visitá-los na cidade inglesa de Bath.
Lá, conhece Henry Tilney e sua irmã Eleanor, que a convidam a hospedar-se em sua propriedade, a Abadia de Northanger. Catherine, fã de histórias de terror, libera sua fantasia e passa a ver pistas secretas nos mais prosaicos acontecimentos.

Catherine está em Bath, pela primeira vez e está animada e passa seu tempo visitando amigos recém-feitos, como Isabella Thorpe e freqüentando bailes e outras atividades sociais .

A jovem logo se vê alvo do interesse do irmão de Isabella, John Thorpe, e de seu real interesse amoroso, Henry Tilney.

Ela também se torna amiga de Eleanor Tilney, irmã de Henry. Henry cativa-a com suas opiniões sobre livros e seu conhecimento do mundo e História.
Quando Catherine é convidada pelo General Tilney (pai de Henry e Eleanor) a hospedar-se em sua propriedade, Northanger Abbey (Abadia de Northanger) ela, fã de histórias de terror, libera sua fantasia e passa a ver pistas secretas nos mais prosaicos acontecimentos.





**



Para um leitor não habitual de Austen, A Abadia de Northanger é um dos menos conhecidos livros da autora.

Confesso, que eu mesma, nunca havia dado atenção a esse romance antes de começar o Desafio e digo, com sinceridade, que lamento muito. Sim, sim! Eu realmente gostei de A Abadia de Northanger.

Talvez, alguns leitores possam achar este livro muito diferente dos outros da autora, rotulando-o erroneamente como menor. Sim, concordo que aqui, Austen traça um tipo de história um pouco diferente do que nos foi apresentado em livros como Orgulho e Preconceito e/ou Emma, etc. Um pouco, mas não totalmente.

Acredito que, na realidade, o estilo dela está aqui, somente um pouco diferente, por assim dizer. Mascarado. Encoberto por uma forte ironia e sarcasmo.




O livro é uma grande sátira aos Romances Góticos mas, também, é sobre as pequenas mesquinharias da vida em sociedade e, principalmente, sobre, tornar-se adulto. E saber, separar, o que é realidade e o que é ficção.
Catherine, a heroína , é um jovem de 17 anos, sem talentos ou riquezas especiais, que ama ler Romances Góticos e sonha em ser um heroína. Ela é uma daquelas personagens que vão crescendo a cada página. No início, é tola, romântica, e, principalmente, ingênua ,mas a partir dos fatos que vão se sucedendo, podemos perceber como ela está a se tornar adulta.

Confesso que, não sei o que mais escrever aqui. Tudo bem, se alguém me perguntar o que achei do livro, direi sorrindo: AMEI! Mas isso me parece um tanto quanto tolo, não? Sem contar, sintético por demais.
Poderia então discorrer sobre cada situação, cada acontecimento e reviravolta na história mas isso soaria, a meu ver, como um grande resumo do livro e não esse o meu propósito aqui. É por isso que tomarei emprestado duas fontes externas.

A primeira, é a sempre útil, Wikipedia. Lá encontrei uma útil e simples, lista das personagens e suas características:

Catherine Morland: Uma garota de 17 anos que adora ler romances góticos . Algo de uma moleca na infância, seus olhares são descritas pelo narrador como "agradável, e, quando em boa aparência, bonito." Catherine não tem experiência e vê sua vida como se ela fosse uma heroína de um romance gótico. Ela vê o melhor nas pessoas, e para começar parece sempre ignorantes das intenções de outras pessoas malignas. Ela é a irmã devotada de James Morland. Ela é bem-humorada e franca e, muitas vezes faz observações perspicazes sobre as incoerências e insinceridades das pessoas ao seu redor, geralmente para Henry Tilney e, portanto, é involuntariamente engraçada e sarcástica.

Ela também é vista como uma personagem humilde e modesta, tornando-se extremamente feliz quando recebe o menor elogio. Catherine cresce ao longo do romance, tornando-se gradualmente uma heroína real, aprendendo com seus erros, quando ela é exposta ao mundo exterior em Bath. Por muitas vezes, ela comete o erro de aplicar acontecimentos de romances góticos para situações da vida real.

Catherine logo descobre que romances góticos são realmente apenas ficção e nem sempre correspondem com a realidade.


Henry Tilney: Um jovem clérigo de 25 anos, o filho mais novo da rica família Tilney. Ele é o interesse romântico de Catherine. Ele é um sarcástico, intuitivo e inteligente, dado a gracejos e flertes (algo que Catherine que nem sempre é capaz de compreender ou retribuir), mas ele também tem uma natureza simpática (ele é um bom irmão para Leonor), que leva para ter um gosto de sinceridade ingênua Catarina simples.

John Thorpe: um jovem arrogante e extremamente prepotente que faz questão de de dizer o quanto acha desagradáveis os gostos de Catherine, principalmente, seu amor por Romances. Ele é irmão de Isabella, e ele tem uma queda por Catherine Morland.

Isabella Thorpe: Uma jovem mulher manipuladora , dissimulada e extremamente egoísta Ela tem a missão de encontrar um bom partido. Após a sua chegada em Bath, ela começa uma amizade (não muito sincera) com Catherine Morland. Além disso, quando ela descobre que Catherine é irmã de James Morland (a quem Isabella acha ser mais rico do que realmente é ), Isabella passa a querer assegurar uma ligação *permanente* entre as duas famílias.

General Tilney: Um severo e rígido general reformado com uma natureza obsessiva.

*Pessoalmente, não o considero muito melhor que os irmãos Thorpe. (* serei vaga aqui pois não quero deixar ‘spoilers’. :)

Eleanor Tilney: irmã de Henry, não participa muito dos acontecimentos em Bath, mas assume maior importância em Northanger Abbey. Filha obediente, boa amiga e irmã, ela vive só, sob a tirania de seu pai.
Frederick Tilney: irmão mais velho de Henry (presumível herdeiro ao espólio Northanger), um oficial do exército que gosta de flertar com as meninas bonitas que estão dispostas a oferecer-lhe algum incentivo (embora sem nenhuma intenção séria de sua parte).

Mr. Allen: Um homem gentil, com cerca de ligeira semelhança com o Mr. Bennet de Orgulho e Preconceito .

Mrs. Allen: Mulher um tanto tola, ela vê tudo em termos de sua obsessão por roupas e moda, e tem uma tendência de repetir observações feitas por outros em vez de dizer algo original.

Agora, a minha segunda fonte. Na verdade, é uma *opinião de leitor* que li no site Submarino. Não fui que escrevi, mas resume bem o que é o livro. Algo que, certamente, eu assinaria em baixo:


‘Embora seja um dos primeiros romances da escritora inglesa Jane Austen (1775-1817) e o primeiro a ser vendido a um editor, em 1803, "A Abadia de Northanger" só foi publicado depois de sua morte. É uma sátira das histórias de terror. Os castelos decrépitos, as passagens secretas e mensagens cifradas que nunca faltam no gênero também aparecem na história da jovem Catherine Morland, só que embebidos em humor. A própria heroína não escapa da ironia de Jane Austen: "ninguém que a visse na infância poderia supor que tivesse nascido para ser uma heroína", escreve ela. De origem simples e natureza franca, Catherine terá de aprender a diferenciar as tragédias grandiosas das histórias góticas da mesquinhez que experimenta na vida diária, em uma paródia das emoções fortes que sempre acompanham as heroínas das histórias góticas escritas no século 18 . ‘
por Ana Carmem .

Em suma, um livro imperdível.

Cotação:

5/5

Reações: