terça-feira, julho 13, 2010

O Casamento Perfeito, de Penny Jordan (Crightons 3)


O Casamento Perfeito (reedição de O Poder do Amor)
Edição Harlequin Destinos 93            Edição Harlequin Gdes Romances
(o meu exemplar é desta edição)

















 Edição Bianca 674


Título Original: Pefect Marriage Material
Autor: Penny Jordan
Editora: Harlequin (reedição)
Colecão: Julia: Romances Históricos
Série: Os Crighton (livro 3/11)
Gênero: Romance Contemporâneo
Sub-Gênero/Assunto: Romance, Família, Milionários
Período: Inglaterra. Dias Atuais.
Sinopse:

Tullah Richards tem consciência que não devia ficar nutrindo fantasias sobre seu chefe. Quando começou a trabalhar na empresa, estava convencida que nutria o maior desprezo pelo mulherengo Saul Crighton. Mas quanto mais ela trabalha e socializa com ele, mais vem a perceber que este dedicado pai solteiro de três filhos é a personificação do casamento perfeito. Ela sabe disso _ só precisa encontrar uma maneira de provar a Saul.





**

Terceiro Livro da série Os Crighton. Este livro já foi lançado anteriormente pela Nova Cultural com o título O Poder do Amor( Bianca Duplo 674). A própria Harlequin também relançou o mesmo título na coleção Grandes Romances n.05

Este é o primeiro (e único, até o momento) livro da série Crighton que eu li, por isso não posso fazer uma compração sobre os outros volumes da série. A Série é basicamente sobre uma importante família britânica, Os Crightons (obviamente!) : jogos de poder, amores e traições. É tanta gente que confesso que não sei ao certo quem é primo, irmã, marido, esposa...mas tem uma árvore genealógica no livro e isso ajuda!

Bem, sobre a estória: gostei bastante. À princípio, confesso que queria bater na Tullah (aliás, que raio de nome é esse?!).Eita mulher cabeça dura! Acho que nem se Jesus Cristo falasse para ela que Saul era um bom rapaz ela acreditaria.
A relação entre ela e Saul, seu chefe, é algo assim meio gato-e-rato. Ódio e Paixão. Mas, apesar dela irritar um pouco, o casal obviamente tem química.
Um ponto negativo, a meu ver, é o final. Um pouco apressado demais, sabe?
Mesmo assim, gostei bastante.

Cotação:

3.5/5

Reações: