sexta-feira, maio 13, 2011

Fora da Lei, de Nora Roberts [BookTour Harlequin]

Título Original: Lawless
Autor: Nora Roberts
Editora: Harlequin Books
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Índios, Velho Oeste
Período: EUA. Séc. 19
Série: Loving Jack- #3
Jake Redman possuía mais do que o sangue selvagem do Arizona correndo em suas veias, enquanto Sarah Conway era uma verdadeira dama do Leste determinada a tornar Lone Bluff seu lar… Ainda que bancar o anjo da guarda de Sarah não agradasse Jake, tinha de admitir que até estava gostando da tarefa… Pois apesar de sua aparência inocente, o coração dela era o de uma pioneira de verdade, pronta para conquistar novos territórios no Velho Oeste..








Eu simplesmente adorei esse livro.

Eu tenho uma ‘relação’ ‘conflitante’ com Nora Roberts. Alguns livro eu achei chatíssimos (O Amuleto), outros cansativos, mas não de todo ruim (Doce Vingança) e alguns eu adorei (Pecados Sagrados). Fora da Lei com certeza se enquadra na última categoria.

Fora da Lei foi lançado originalmente em 1989 e apesar de eu geralmente não gostar de romances ‘românticos’ escritos neste período (final dos anos 70/início dos 90) , o livro foi uma bela surpresa. Costumo achar os livros desse período um pouco datados, mas este com certeza não foi o caso.

O livro tem boas descrições sem ser cansativo. O velho Oeste não é completamente tolamente romântico. Existe sim suor, sujeira, mau cheiro...mas ao mesmo tempo, Nora Roberts não faz desse cenário uma visão totalmente repugnante. Afinal de contas, de trata de um romance ‘romântico’. Em outras palavras, as descrições e os cenários estão no tom certo.

Fora da Lei é um romance histórico que se passa nos Estados Unidos interiorano de 1875 e conta basicamente o romance entre dois opostos: a doce ‘duquesa’ (como Jake a chama) do Leste, Sarah, e Jake, um matador de aluguel, descendente de índios (sua avó paterna era uma índia Apache ).
Sarah é bem jovem, com dezoito anos incompletos, mas nem por isso mesmo menos determinada. Mesmo quando as coisas não dão certo (e no início, elas não dão!), a jovem não deixa se abater, pelo menos não externamente. Gostei da personagem por que ela tem atitude, mas não é irritante, chata.


“-Desça do cavalo.

-Maldição, Sarah.

-Eu disse desça.- Ela engatilhou a arma com dois movimentos habilidosos. –Agora.
Jake se inclinou para frente na sela.

-Como eu vou saber que esse rifle está sequer carregado?

-Como você vai saber que está carregado?- Sarah sorriu, mirou e atirou. O chapéu de Jake voou de sua cabeça.

- Você está louca?- Estupefato, ele passou a mão pelo cabelo. Quase podia sentir o calor da bala.”
(Pág. 314)

Jake é do tipo durão, sem refinamentos, ou ‘frescuras’ por assim dizer. Ele é típico personagem romântico: masculino até a medula mas bom de coração. Claro que ele, por algumas vezes, consegue ser bastante cabeça-dura, mas nada que o desabone.

Fora da Lei é o típico livro para se ler sem preocupação. Aqui você não vai encontrar grandes temas ou altas questões sociológicas e afins. Isto não quer dizer que a autora é totalmente alienada. Nora fala sim do tratamento dado aos índios e questões relativas à prostituição e ao abuso infantil (venda de filhos) mas estes assuntos não são a cerne principal do livro.


“Lentamente, Sarah levantou a cabeça e o encarou. Os olhos de Jake estavam escuros, mais escuros do que jamais vira. Como nuvens de tempestade, pensou ela, ou fumaça. Sarah achou que conseguia ouvir o som do seu coração acelerado ecoando em sua cabeça. E subitamente não havia mais som.

Jack estendeu a mão para o rosto dela, apenas pra roçá-la sobre sua face. Nada em sua vida jamais parecera tão macio, ou tão belo. Havia fogo nos olhos de Sarah, brilhando, queimando. E havia paixão também.”

(pág. 150)

O romance entre Sarah e Jake é contado de forma clara com eventuais ‘percalços’ mas nada de muita tragédia ou drama. As cenas de amor são bem contadas e descritas, em nenhum momento parecendo vulgares.

Gostei também dos personagens secundários como Lucius, Liza, o pequeno Johnny, a Sra. Anne Cody e é claro o cãozinho Lafitte. O único senão, a meu ver, ficou em relação ao final dado a uma determinada personagem. Achei que a autora foi muito ‘soft’ por assim dizer.

De qualquer forma, Fora da Lei é pura diversão e isso é muito bom.

Eu recomendo. E muito.

*******

Recebi este livro pelo Book Tour da Editora Harlequin. Foi o meu primeiro booktour e eu adorei a experiência. Obrigado, Harlequin por me proporcionar tamanha diversão.

*******

Alguns (outros!) trechinhos: 

-Duquesa, um homem não imaginaria ao olhar para você que se trata de uma agitadora.
Carrancuda, Sarah tentou alisar as saias manchadas.

-Posso ver que está achando tudo muito divertido

-Preciso dizer que é mesmo divertido- Ele sorriu e ela cerrou os dentes- Acho que devo ficar lisonjeado, mas você não precisava se enfiar em uma briga por minha causa.

Sarah o encarou boquiaberta (...) Jake não parava de sorrir. Por causa dele?, pensou ela e se obrigou a retribuir o sorriso.

- Então acha que briguei (...) por sua causa, por que estava com ciúmes?

-Não consigo encontrar outra razão.

- Ah, mas eu lhe darei uma- Sarah armou o punho e o acertou bem no queixo. Jake levou a mão no rosto e ficou olhando para ela. (...)

_Ela tem o que se chamaria um gancho de direita certeiro. (...) Filho- disse Baker, apoiando-se no ombro de Jake- , você é a mão mais rápida que já com seus Colts, joga pôquer muito bem e sabe beber uísque como um homem.- Mas tem muito o que aprender com as mulheres. 

(Pág. 232


“-Parece que você precisa de outra aula, Duquesa.


- Eu não preciso de nada, nem quero nada do senhor. E não permitirei que me chame por esse nome ridículo- Sarah ofegou novamente qunado Jake a puxou para junto de seu corpo. Ele viu os olhos dela se arregalarem com o choque.

-Então não vou chamá-la de nada.- (...) Com os olhos presos aos dela, ele levantou a mão e a segurou pelos cabelos.- Não gosto de muita conversa mesmo.

Ela lutou contra ele. Ou pelo menos precisa acreditar que sim. Mas apesar de seus esforços a boca de Jake se fechou sobre a sua. Naquele instante, o sol pareceu se apagar, e Sarah sentiu que mergulhava, ofegante na noite mais escura e profunda.”
(Pág. 93)

Onde Comprar: Livraria Cultura||Saraiva


A Edição
• A edição está muito bem cuidada, com orelha e sem erros de gramática.

• Há, contudo, um pequeno erro de na página 240. Não sei se foi um erro da tradução ou se este já existia no original, o fato é que em determinado momento Jake se refere à Sarah como ‘senhorita Carlson’ . O sobrenome de Sarah é Conway. Carlson é o sobrenome de Jim e Samuel, antagonistas de Jake

• A capa é muito bonita, sem sombra de dúvida, mas, achei que ela não condiz exatamente com uma capa de um romance histórico. Outro ponto é a lombada do livro, onde o livro é ‘classificado’ simplesmente como ‘Romance’ e não Romance Histórico’.



A Série

Fora da Lei é uma espécie de spin-off de Beijos Roubados. Ou seja, Fora da Lei, é o romance histórico que a protagonista Jackie escreveu em Uma Promessa Quebrada - Uma das histórias do livro Beijos Roubados.

1. Beijos Roubados: Uma Promessa Quebrada - Jackie e Nathan

2. Beijos Roubados: Uma Vida em Construção - Abra e Cody

3. Fora da Lei - Jake e Sarah

Outras Capas:




EXTRAS

 
Site da Autora: http://www.noraroberts.com/
Facebook Fanpage- Nora Roberts Brasil
Facebook FanPage (Oficial ) http://www.facebook.com/noraroberts
Primeiro Capítulo: AQUI
 

Cotação:
5/5




Reações: