quarta-feira, agosto 24, 2011

Sedução Irresistível, de Emma Darcy [Maratona de Banca]


Título Original: The Marriage Decider
Autor: Emma Darcy
Editora: Nova Cultural
Gênero: Romance Contemporâneo
Coleção: Sabrina-A Cegonha Chegou
Sub-Gênero/Assunto: Romance Contemporâneo, Gravidez, Amor de Escritório, Romance de Banca
Período: Sidney. Tempos Modernos
Casada com o patrão?

Por dois anos Annebelle Taylor se preocupou em manter distância do chefe, um disputado solteirão. Porém, em uma manhã, tudo mudou.O relacionamento, antes extremamente profissional,fugiu ao controle.E Annebelle percebeu que não dava para fingir que nada havia acontecido,por uma simples razão: estava esperando um filho de Christopher. Só havia uma saída: precisava colocar um casamento na agenda do chefe!







Minha Leitura Para o Mês de Agosto da Maratona de Banca . O tema era Emma Darcy. Veja minha lista AQUI

**
Um romance okay.

Particularmente, eu adoro o tema Gravidez e bebês, e misturado com o mote Amor de Escritório, eu tinha esperanças de amar este livro. Infelizmente isso não aconteceu. Não é um livro ruim, mas é somente okay. Simplesmente não me empolgou

Christopher, o nosso herói, é bonito, rico, sexy e super bonzinho- e talvez isso seja o maior defeito dele. O rapaz é bonzinho demais, mocinho de novela das nove demais. Não é que eu quero ler sobre um homem que maltrata uma mulher, mas um pouco de ‘pegada’ , por assim dizer, é bom. Perfeição demais me aborrece um pouco.

Como eu disse anteriormente, a estória em si é bonitinha e tem elementos que com certeza agradarão a muitas. Um dos pontos positivos, além da leitura fácil e rápida, é o fato que Annebelle não era apaixonada pelo chefe. Pelo menos não conscientemente e (oh! Escândalo!) ela não era virgem.
Sim! A mocinha não é virgem e (oh dos oh’s !! ) ainda por cima costumava morar com um homem. Sem serem casados!

**pausa para se recuperarem do choque**

O casal é okay e não compromete, mas não é nada demais. Eles têm uma boa integração, mas senti que faltou algo. Um certo ‘tempero’, por assim dizer. 


"Depois, tudo pareceu mais delicioso, com movimentos muito sensuais, as epidermes incandescentes grudadas pelo suor, os lábios se descobrindo, lambendo, sugando, mãos tocando cada centímetro do outro, corações acele¬rados a fim de saciar toda a volúpia até ali contida.

Annebelle desejava receber Christopher por inteiro. Não continha a necessidade de entregar-se por completo.

Abraçando-se e acariciando-se, deitaram-se sobre o tapete da sala. Annebelle enrolou as pernas nos quadris de Christopher. Não queria perdê-lo, deixá-lo ir embora. A sensação era de estar se derretendo diante de tantas emoções."



É um livrinho bonitinho, okay, mas só. Tenho certeza que muitas leitoras gostarão da estória. Infelizmente, eu não me senti ‘fisgada’. Um pena.

E já que eu to aqui, por que não um pequeno marketing? :D Já estão sabendo da nova promo do blog? Estou sorteando Nudez Mortal / Glória Mortal (Edição Vira Vira Saraiva) da diva Nora Roberts. Estes são as duas primeiras estórias da Série Mortal. Saiba Mais --> AQUI


Edição:
• No Original, a mocinha se chama Amy e não Annebelle e o mocinho, Jake. Sério, pra quê mudar os nomes?!

Capa Original

Não estou dizendo que a capa original é a coisa mais bonita do mundo mas que é muito melhor que a capa nacional isso é. Que roupas são aquelas?! Não é questão de serem feias, são medonhas! Sem contar as abóboras nada a ver e umas árvores no melhor estilo Outono. Detalhe, a estória se passa na Austrália e na época de Natal!

Cotação:
3 /5

Reações: