quinta-feira, fevereiro 09, 2012

Eterna Paixão, de Elizabeth Thornton

Título Original: Cherished
Autor: Elizabeth Thornton
Editora: Nova Cultural
Gênero: Romance Histórico
Série: Deveraux- Livro 3
Coleção: CHE 202
Sub-Gênero/Assunto: Romance de Banca, Casamento de Conveniência, Amor & Ódio, HOT
Período: 1796.

Inglaterra,1796.

Um começo eletrizante... Um encontro sedutor... Um casamento perigoso!

Quando tinha apenas dezesseis anos, lady Emely Brockford foi forçada a se casar com Leon Devereaux para salvaguardar sua reputação. Entretanto, foi apenas uma união formal, e logo o sedutor Leon partiu em busca de uma vida de aventuras.
Agora ele está de volta, reivindicando a consumação do matrimônio. Mas Emily não tem a menor intenção de se sujeitar as exigências do marido, por mais irresistível que seja o charme dele...


Apesar de sua fama de homem conquistador e mulherengo, o coração de Leon sempre pertenceu a Emily, com quem ele teve de se casar quando ela era praticamente uma menina. Mas agora Emily se transformou numa linda e encantadora mulher, que o faz ansiar por um amor que ele nunca conheceu...




Eterna Paixão foi um dos primeiros romances de banca que eu li e é um dos meus livros favoritos. Super sexy e romântico.

A saudosa Elizabeth Thornton nos presenteia aqui com uma trama bem amarrada e de leitura rápida, além de personagens interessantes. O livro tem um toque de aventura e suspense, sem contar com as ótimas cenas de erotismo e romance.

Após um incidente, Leon e Emily são obrigados a se casar, porém, como ela tem apenas 16 anos e ainda é “muito inocente”, Leon concorda em apenas torná-la esposa de de fato quando ela completar a maioridade (21 anos) e , então, parte para os EUA.

Cinco anos depois, com a esposa prestes a completar 21 anos, Leon decide que está mais do que na hora de voltar à Inglaterra e consumar o casamento- principalmente quando fica sabendo que Emily pode ter se apaixonado por outro.

A missão de Leon é clara porém nada fácil: conquistar a própria esposa.

Eterna Paixão é um livro muito romântico e sensual. Emily e Leon vivem uma relação de gato e rato, com muitas discussões e, é claro, muito sexo. Ela “quer” odiar o marido, mas se sente terrivelmente atraída por ele.

Leon é um tipo quase selvagem, extremamente sexy, bonito e perigoso (não vou negar, o moço é tudi bão!!) e Emily, apesar de um pouco tola em certos aspectos, não é exatamente a mais calminha das moçoilas. O casal tem uma química admirável, sem contar que são terrivelmente ciumentos, embora, tentem (sem muito sucesso) disfarçar. Pessoalmente, achei as cenas de ciúmes ótimas!

— Emily, conheço-a bem demais. Levei anos estudando-a. Seus truques podem ter dado certo com o seu tutor, mas não funcionam comigo. Você queria distrair minha atenção, e eu permiti, mas agora estou esperando uma explicação.

Ela não estava preparada para dar-lhe explicação alguma. Não naquele momento, quando tremia de indignação.


— É verdade... eu estava tentando distraí-lo, mas não pode pensar que tentei seduzi-lo. Isso nunca me passou pela cabeça.


— Acredito, minha querida, porque eu consegui distraí-la primeiro.


Os olhos cor de ametista brilhavam de ira. Leon achou aquele fenômeno muito interessante.


— Amor à moda francesa! — explodiu Emily. — Um animal é o que você é.


— Concordo, minha doce esposa. Tirei vantagem de você. Mas, afinal, um homem tem suas fantasias. Fico imaginando até onde você iria. — Fez uma pausa, observando a expressão de indignação de Emily. — E deixe-me dizer-lhe outra coisa. Nunca concretizei minhas fantasias com nenhuma outra mulher. Afinal, onde encontraria uma parceira de paixão a sua altura?


Emily estava dividida entre a vontade de gritar e de atirar-lhe um objeto pesado.


Normalmente, não sou fã de romances em que o casal vive discutindo ( muito bate-boca as vezes cansa) mas aqui é tão carregado de tensão sexual que é praticamente impossível não se sentir quase que embevecida.

A única parte que deixou um pouco a desejar , a meu ver, foi a trama paralela envolvendo a irmã de Emily, Sara e o militar Peter. Achei que a autora se perdeu um pouco e deu uma solução um tanto precipitada ao conflito.

Eterna Paixão é uma leitura rápida e apaixonante; Uma ótima diversão.

Recomendo.

O amor que fizeram naquela noite foi infinitamente melhor, mais vibrante, mais emocionante, pois pela primeira vez se entregaram por inteiro um ao outro. Sem reservas, sem dúvidas. Apenas com a certeza de amar e serem amados.
— Eu amo você tanto que tenho medo de assustá-la.



A Série:
Nem é mais novidade, né? Eterna Paixão faz parte de uma série...que não foi lançada inteira no Brasil.

1. Tender the Storm inédito no Brasil

2. Veludo na Noite (Velvet is the night)

3. Eterna Paixão- (Cherished)

Capa Original:




Cotação:

Photobucket

Reações: