quinta-feira, abril 26, 2012

Aventura Ardente , de Diana Palmer [Soldados da Fortuna #4]


Título Original: Mercenary's Woman
Autor(a): Diana Palmer
Editora: Nova Cultural
Série: Mercenários- Livro 4
Coleção: Bianca Dupla 739
Gênero: Romance Contemporâneo
Sub-Gênero/Assunto: Romance Contemporâneo, Romance de Banca
Período: Contemporâneo
Ebenezer Scott & Sally Johnson

O mundo de Sally saiu do prumo: ela, a tia cega e o sobrinho se mudaram para Jacobsville para escapar de um perigo. A tia estava sendo perseguida por um homem poderoso, cruel e impiedoso. E apenas uma pessoa poderia protegê-los: Douglas (Ebenezer) Scott, o mesmo homem que desiludira Sally anos antes. Ele quer conquistá-la, mas antes precisa salvar a ela e à família. E o perigo pode estar bem mais perto do que eles imaginam...



.


Aventura Ardente é uma das estórias de Diana Palmer que eu menos gosto. É tudo muito morno. Nem com raiva dá pra ficar!

Sally Johnson foi rejeitada pelo durão Ebenezer Scott na adolescência e nunca conseguiu superar muito bem o fato. Anos depois, eles se reencontram quando ele precisa proteger a ela e sua família de um perigoso chefe do narcotráfico- e é claro, que enquanto o perigo se espreita, os ânimos se afloram.
Bem, é isso. E só isso.

A estória até poderia render mas, por mais que seja fã da titia Palmeirão, ela é bem ruinzinha na parte “aventuresca”. É um fato. Ë tudo tão ingênuo, que chega a ser cômico. O bom mesmo é o drama e o romance e aqui eles também ficaram no meio termo.

O principal problema do livro é que falta química ao casal principal. A trama paralela da tia de Sally,Jessica, e Dallas daria uma estória muita mais interessante. Aliás, Jéssica e Dallas são personagens muito mais interessantes do que Ebenezer e Sally!

Ebenezer nem é ogro o bastante nem fofo o suficiente pra gente gostar ou odiar, então fica tudo naquela coisa de meio termo.

Obviamente, os cortes na edição da nova Cultural não ajudam, mas, mesmo no original, a falta de química do casal é latente- apesar de quê, algumas (pouquíssimas) cenas de romance são boas.
Na realidade, a estória em si, no tocante `a parte romântica é muito fraca e pouco desenvolvida. De certa maneira, ficamos mais interessados nos outros personagens do que no casal central. Aliás, os coadjuvantes e as menções de personagens de outros livros são o melhor de Aventura Ardente. A terceira estrelinha foi graças a eles (e ao casal Jessica e Dallas, claro).

O final é meio em aberto, deixando caminho para as estórias de Rodrigo Ramirez (Coragem) e Cy Parks(Uma Mulher Para Amar). O que salienta ainda mais o que eu sempre digo sobre LER OS LIVROS DE UMA SÉRIE NA ORDEM CERTA.


Em tempo, como vocês devem ter percebido, eu chamei o mocinho de Ebenezer mas na sinopse oficial ele é chamado de Douglas. Pois é. Coisas de Nova Cultural. Tudo bem que Ebenezer não é o nome mais bonito do mundo mas é o nome dele!! . Odeio quando fazem isso!


A Edição
À primeira vista, o livro parece estar inteiro, completo. Só à primeira vista. No começo são pequenas palavras, algumas frases sem muita importância- para depois parágrafos inteiros limados!

Comparando:

Nova Cultural:
“— Podemos dividi-lo. Você usa a blusa, e eu fico com a calça.

— Eb…


Ele a tomou nos braços e beijou-a, acariciando a pele sensível de suas costas sob a blusa, subindo lentamente até encontrar seus seios. Era impossível conter o desejo ou insistir nos protestos.
Antes que percebesse o que acontecia, Ebenezer a despiu e vestiu com a blusa do pijama, que colocou por sua cabeça sem sequer desabotoá-la. Depois afastou as cobertas, pegou-a braços e colocou-a na cama.


— Descanse — disse. — Virei me deitar assim que trocar algumas palavras com Dallas e verificar os monitores.


Estava tão cansada que adormeceu segundos depois de ouvir o som da porta se fechando, certa de que mergulharia em um mundo de sonhos e imagens sensuais.”

Original:
“"You can wear the pajama top and I'll wear the bottoms," he said matter-of-factly. Her breath escaped in a rush. "Eb..." 

He drew her into his arms and kissed her slowly, with deliberate sensuality, making nonsense of her protests with his hands as they skimmed under the sweatshirt and up to find her taut breasts.
She moaned, feeling the fever rise in her as he unfastened the bra and touched her hungrily. Her body arched, helping him, inviting him. Her hands gripped hard against the powerful muscles of his upper arms, drowning in waves of pleasure. 


His mouth lifted fractionally. "I won't hurt you," he breathed. "Not in any way. But you're sleeping in my arms tonight."She started to protest, but his mouth was already covering hers, muffling the words, muffling her brain. 


His hands removed the sweatshirt and the bra and he looked at her with quiet, possessive eyes, drinking in the soft textures, the smooth skin, the beauty of her. He touched her gently, smiling as her body reacted to his skilled hands. 


His mouth slid down to her breasts and kissed them slowly, each caress more ardent than the one before. He had her out of her jeans and sneakers and down to her briefs before she realized what was happening. 


He moved away just long enough to pick up the pajama top and slip it over her head, still buttoned. He lifted her, dazed, in his arms and paused, balancing heron one knee, to pull the covers back so that he could tuck her into bed. He leaned over her, balancing on his hands, and searched her flushed, fascinated face. 


"I'll be in after I've talked to Dallas and reset the monitors."
She didn't bother to protest. Her gray eyes searched his and she sighed a little unsteadily. "All right." 


His eyes kindled with pleasure. He smiled, because he knew she was accepting anything he proposed. It was humbling. He kissed her eyelids closed. "Sleep well."
She watched him go, uncertain if that meant he was sleeping elsewhere. She was so tired that she fell asleep almost as soon as the doors closed behind him, wrapped in sensuous dreams. .”
Até para quem não sabe Inglês está óbvio que tem coisa faltando na edição da NC, né?



A Série 
Apesar de ser uma série independente, Soldados da Fortuna, em alguns momentos 'cruza' com as séries Homens do Texas e Hutton & Co. Para se"situar", dê uma olhadinha neste post que eu fiz com a ordem de leitura dos livros da Diana Palmer (AQUI)


1- Lobo Solitário (Soldier of Fortune) Jacob Dane "J.D." Brettman e Gabby Darwin [RESENHA]
2- Uma Estranha Ao Meu Lado (The Tender Stranger) Eric James van Meer (Dutch) e Danielle "Dani" St. Clair ;[RESENHA]
3- Desejo Proibido (Enamored) Diego Laremos e Melissa Sterling[RESENHA]
4- Aventura Ardente (Mercenary's Woman) Ebenezer "Eb" Scott (tb conhecido como Douglas "Doug" Scott) e Sally Johnson
5- Uma Mulher Para Amar (The Winter Soldier) Cy Parks e Lisa Taylor Monroe
6- O Último Mercenário (The Last Mercenary) Micah Steele e Callie Kirby

Menções, Inter- Relações e Outros ’detalhezinhos’ :


Irmãos Hart

 Luke Craig e Belinda Jessup:  Love With a Long Tall Texan [HT 21.1]

 Mattt Caldwell: Entregando o Coração [HT22]

 Harley Fowley: The Maverick (O Rebelde*)
- Harley trabalha no rancho de Cy Parks. A estória dele não foi lançada no Brasil mas pode ser encontrada em-formato-alternativo-traduzida-por-fãs.

 J.D. Brettman: Lobo Solitário

 Diego LaremosDesejo Proibido

 Eric James van Meer (Holandês ou Dutch): Uma Estranha Ao Meu Lado 

 Cy Parks: Uma Mulher Para Amar
-a estória de Cy começa logo após a de Aventura Ardente.

 Rodrigo Ramirez: Coragem

Micah Steele : O Último Mercenário (The Last Mercenary) [Soldados da Fortuna 6].
- A irmã de criação de Micah, Callie Kirby, estudou com Sally e trabalha no escritório de Blake Kempe (A Tentação do Desejo)

Cord Romero e Maggie Barton: Agonia e Êxtase (Desperado) [Hutton & Co 5].
- eles são irmãos de criação e ela é a ex-noiva de Ebenezer.

 Canton Rourke, que é mencionado, é o protagonista de Um Verão Para Amar (Mystery Man), que não faz parte dase séries relacionadas ao "mundo" Homens do Texas :)

Outras Capas:





Cotação: (3/5)

Reações: