quinta-feira, agosto 23, 2012

Amante Consagrado, de J.R. Ward [IAN 6]


Título Original: Lover Enshrined
Autor: J.R.Ward
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Fantasia
Série: Irmandade da Adaga Negra- Livro 6
Sub-Gênero/Assunto: Suspense, Vampiros, Paranormal, Casamento de Conveniência
Período: Atual. Caldwell, Nova York.
Nas sombras da noite de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e os seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. E agora, um Irmão obediente deve escolher entre duas vidas... Ferozmente leal à Irmandade da Adaga Negra, Phury se sacrificou pelo bem da raça, convertendo-se no macho responsável por manter a linhagem da Irmandade. Como o Primaz das Escolhidas, ele será o pai dos filhos e das filhas que assegurarão que sobrevivam as tradições da raça, e, que haja guerreiros para lutar contra os redutores. Como sua companheira, a Escolhida Cormia quer ganhar não só o corpo, mas também o coração de Phury para si... Ela vê o guerreiro emocionalmente deteriorado atrás de toda sua nobre responsabilidade. Mas enquanto a guerra com a Sociedade Redutora se torna mais severa, uma grande tragédia abate a mansão da Irmandade e Phury deve decidir entre o dever e o amor.





Após uma longa demora, eu finalmente me atrevi a escrever a resenha de Amante Consagrado. Esta demora não foi devido ao fato de eu ter amado ou odiado o livro com todas as minhas forças. A demora se deu principalmente por eu não saber o que dizer. Na verdade, até agora- tempos após eu ter lido o livro- eu não tenho uma opinião “completa” sobre ele.

De uma certa maneira, o livro me decepcionou. Esperava mais romance, ou talvez, uma maior interação entre o casal. Muitas vezes me pareceu que Phury e Cormia eram coadjuvantes no próprio livro. Por outro lado, eu gosto de Cormia. Desde o livro anterior, Amante Liberto aonde ela aparece pela primeira vez efetivamente, eu simpatizei com a personagem. Além disso, a estória, a trama geral de Amante Consagrado é muito boa; não somente a questão Phury-Cormia mas também certas reviravoltas e surpresas que dizem respeito à série como um todo.

Amante Consagrado é uma enorme colcha de retalhos. Isto é legal pois apresenta vários aspectos e desenvolve várias tramas e subtramas no Universo IAN porém é ruim na medida que dá a impressão de não se aprofundar muito em nada, e os principais prejudicados são justamente Cormia e Phury, o casal protagonista. Ou “supostamente” o casal protagonista.

Como eu já mencionei, eu gostei da estória, gostei da questão do “casamento forçado” (não é exatamente isso, mas não consigo achar uma definição melhor), a relação da Escolhida e o Primaz- tudo isso. Porém, senti que faltou algo. O romance estava ali mas ao mesmo tempo não estava. Eu fiquei sempre com a sensação de espera; de aguardar que algo acontecesse.

Seria honesta, nunca liguei muito para o Phury. Não o achava necessariamente chato, talvez um pouco bocózão. Nos livros anteriores todas as questões dele, em relação à culpa, drogas e afins, soavam pouco relevantes. Sempre o vi como o “morno” irmão de Z. E sério, ser morno não é legal.

Eu não diria que ele se torna “O” personagem neste livro, porém Ward apresenta um herói interessante, diferente. Não há como negar que a relação dele com as drogas, o seu vicio, torna tudo bem mais instigante. Eu gostei que a autora nos mostrou um herói falho; bom em seus princípios, mas obviamente perdido. Pode até não ser fácil gostar de Phury, taxá-lo de fraco, um simples drogado, todavia penso que ele é um pouco mais que isso. Ele está no inferno, incapaz de se livrar dos próprios demônios.

Nem todos os heróis são perfeitos.

Arte: Tai-La-Mar

[E não vamos esquecer da "obrigação" dele de transar com meio mundo e por consequência, ser 'pai' de meio mundo. ]

Cormia, bem, eu já disse isso antes: eu adoro a personagem. Eu gosto do mix de ingenuidade e força. Ela não é um personagem estático, pelo contrário, Cormia cresce durante a trama, evolui mas sem nunca perder a sua essência.
Arte: Erlhen

O casal, Cormia e Phury, tem uma certa química, mas lhes faltou desenvolvimento e interação. Eu queria mais deles. Eu queria ler mais, saber mais sobre eles. Eu queria que eles fossem mais ativos nas estórias um do outro.

De maneira geral, eu gostei do livro. Gostei da estória e gostei das personagens, somente esperava um maior aprofundamento.

Esperava uma “verdadeira” história de amor.
**


A Edição:
Mais uma vez, a suavização na linguagem é um ponto negativo.

A Série
Livro 1- Amante Sombrio (Dark Lover)
Livro 2- Amante Eterno (Lover Eternal )
Livro 3- Amante Desperto(Lover Awakened )
Livro 4- Amante Revelado(Lover Revealed )
Livro 5- Amante Liberto (Lover Unbound )
Livro 6- Amante Consagrado ( Lover Enshrined)
Livro 6.5- Father Mine: Zsadist and Bella's Story - Publicada no Guia Oficial como “faixa bônus” .
Livro 7- Amante Vingado (Lover Avenged )
Livro 8- Amante Meu (Lover Mine)
Livro 9- Amante Libertada Lover Unleashed
Livro 10- Amante Renascido (Lover Reborn) -
Livro 11- Amante Finalmente (Lover at Last)
Livro 12- O Rei (The King)
A série ainda conta com um Guia Oficial, escrito pela própria autora.

Outras Capas:

EXTRAS



Site do Autora: http://www.jrward.com/bdb/index.html
FanSite IAN http://iadaganegra.blogspot.com.br/ [em Português]
Wiki http://en.wikipedia.org/wiki/Black_Dagger_Brotherhood [em Inglês]
Facebook http://www.facebook.com/JRWardBooks?sk=wall


Cotação:
3.5/5

Reações: