terça-feira, outubro 23, 2012

Paixão Explosiva, de Sandra Brown


Título Original: Led Astray
Autor: Sandra Brown
Editora: Harlequin
Coleção: Col. Primeiros Sucessos 12
Hellraisers: Livro 1/2
Gênero: Romance Contemporâneo
Sub-Gênero/Assunto: Romance de Banca
Período: Anos 80. Texas, EUA.
A descoberta do prazer e da paixão selvagem!

Generosa, Jenny Fletcher punha em segundo lugar os seus próprios sonhos e necessidades, e em primeiro os de seu noivo, Hal, um homem mais comprometido com uma causa do que com ela. Na véspera de sua viagem para a América Central, ele lhe deu o que Jenny mais queria na vida... uma noite de paixão. Foi seu último presente.
Cage Hendren contrastava em tudo com o irmão, Hal. Ovelha negra da família, ele só tinha ternura por Jenny. Mas ela sempre o achara selvagem e implacável demais... até que Cage lhe mostrou o lado selvagem que ela mesma não sabia que tinha dentro de si.
E depois de ser iniciada na arte de sentir prazer, Jenny jamais poderia ser outra vez a mulher de antes...




Chamem o PROCON! Apesar do livro que escolhi para ler este mês na Maratona de Banca estar na lista de sugeridos, Paixão Explosiva não tem reencontro. Pois é. Nem encontro nem reencontro. Necas.

Mas fora esse não tão pequeno detalhe, o livro é ÓTIMO. Lindo mesmo. Quem acompanha o blog sabe que Sandra Brown é uma das minhas autoras favoritas, porém, eu gosto mais dos livros de suspense dela (geralmente em formato livraria). Dos romances românticos de banca, Paixão Explosiva é o meu favorito. Pelo menos até agora.

A estória é clássica: dois irmãos, Cage e Hal , recebem o amor o amor dos pais de maneira totalmente diferente e conflitante. Enquanto Hal é o cordato, o bonzinho e preferido dos pais; Cage é a ovelha negra, sempre metido em confusões. Para piorar, Cage é apaixonado por Jenny, a jovem com quem Hal está comprometido.

Jenny, apesar de ter sido criada junto com os irmãos, tinha quase “medo” de Cage. Hal lhe parecia muito mais seguro. Porém, quando uma tragédia acontece, os dois acabam se aproximando. Sem contar uma noite de paixão “por engano”- sim, você não leu errado- e as consequências disso.

Eu adorei como Jenny e Cage vão pouco a pouco se tornando grande grandes amigos. É claro que as intenções dele são óbvias e algumas cantadas são dignas de pedreiro, mas, por incrível que pareça ele não força a barra de maneira inconveniente. É óbvio que ele a ama e sofre por isso.

Gostei muito de Jenny, uma jovem que viveu sempre dentro de um casulo, com medo da vida e que de repente começa a despertar para o mundo e a sexualidade mas o grande nome do livro é mesmo Cage. Ele é ótimo. Forte, sexy, mas incrivelmente sensível . Um bad-boy de bom coração. Tudo o que ele quer é amar- e ser amado. E não estou falando só de amor romântico não. Que raiva senti dos pais dele!

Apesar do livro não ter se encaixado no tema do mês, Paixão Explosiva é um livro ótimo. Ideal para quem gosta de toques de drama e muito romance.

Recomendo!

Minha Lista


A Edição
Eu li a edição da Harlequin e, infelizmente, esta apresenta problemas de tradução . A tradutora traduziu expressões ao pé da letra. Por exemplo, French Fries que é “batata frita” ficou como “batata francesa”.

Série
Hellraisers
Eu não diria que ‘exatamente uma série mas dois “companion pieces”. Ainda não li o segundo livro mas vi que Jenny e Cage aparecem nele.

Livro 1. – Paixão Explosiva (Led Astray)-
Livro 2. – Desejo Selvagem (Devil’s Own)



Outras Capas

Eu acho que o título da primeira edição da Nova Cultural fazia muito mais sentido...

Site da Autora: www.sandrabrown.net/


4/5

Reações: