quinta-feira, junho 27, 2013

Desejo à Meia-Noite, de Lisa Kleypas


Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.
Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.
Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?




Eu simplesmente amei Desejo à Meia-Noite. Histórias com ciganos não estão entre as minhas favoritas, mas foi simplesmente impossível não se sentir completamente enfeitiçada pelo mestiço Rohan e querer ter um cigano daqueles em casa. E não somente isso, a história, apesar de simples, prende a atenção e me deixou leve, feliz.

Amelia Hathaway , é uma jovem responsável por manter a família unida e minimamente funcional. Ela não é a filha mais velha, mas o irmão e detentor de um título de nobreza que deveria ser o responsável por ela e por mais três irmãs menores, parece ter caído num vale de depressão e autodestruição. Amelia é uma mulher prática, objetiva e que há muito já deixou de acreditar em romance e “bobagens” do tipo.
Ela vive para a família.

E é guiada pela razão, acima de tudo. Todavia, seu mundo, não tão certo, irá ser abalado quando conhece Rohan, um homem encantador e enigmático, filho de mãe cigana e pai Irlandês. Se Amelia é a razão, Rohan é a pura emoção. Ele vive entre os gadjes, os não ciganos, mas a sua alma é livre, sempre atenta às impossibilidades.

Rohan e Amelia são dois opostos. Ele acredita em destino. Ela nem admite tal possibilidade.

O amor dos dois é forte e intenso mas a verdade é que nunca veriam com bons olhos uma jovem dama se envolvendo com um cigano. A presença de Rohan na sociedade era “aceitável” mas só até um determinado ponto. Amélia não se importa dele ser quem é. Não o compreende totalmente, mas o ama. Porém, ela sabe que qualquer envolvimento com ele pode estar colocando em risco não só a própria reputação como a de suas irmãs.

E a família sempre vinha em primeiro lugar.

Aliado à uma bela história de amor e paixão, o livro ainda conta com leves toques de fantasia/paranormalidade. Nada que possa classificar o livro como tal, mas que dão um sabor especial à trama e condizem com a natureza livre de nosso herói.

Com uma escrita segura, mas descontraída, a autora nos leva por uma trama leve e romântica, mas sempre levando em conta toque de crítica social, o preconceito e a difícil tarefa de aceitar o diferente.

Eu poderia ficar falando mais e mais sobre Desejo à Meia-Noite! Acho que um dos grandes valores de um livro é o quanto ele nos agradou, quanto fez daquelas horas de leituras serem especiais. Às vezes nem é tanto, ou somente, a qualidade “literária” que torna, para mim, um livro favorito, mas se- e como- ele conseguiu me tocar.

Um livro realmente encantador.

Recomendo!

A Edição
Eu gostei bastante da capa, apesar de achar que a modelo parece ser um pouco velha. No geral, a edição está boa. Porém, não pude deixar de notar alguns erros de grafia (espero que não tenha sido concordância verbal!) . Nada que atrapalhasse a leitura, mas ...

Título Original: Mine Till Midnight
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance Histórico
Série: Os Hathaways- Livro 1
Sub-Gênero/Assunto: Ciganos, Amor Proibido
Período: Período Vitoriano. Inglaterra.



A Série
Apesar de ser o primeiro livro de uma série, Os Hathaways, Desejo à Meia-Noite faz parte do mesmo “universo” da série Wallflowers , uma série nunca publicada no Brasil mas conhecida das meninas que compram na Wook. Desejo à Meia Noite passa-se, mais ou menos, 4 anos após os eventos da outra série. Não é necessário ler a “pré-série” mas quem já leu, irá reconhecer alguns personagens.

Livro 1- Desejo à Meia-Noite [RESENHA]
Livro 2- Sedução ao Amanhecer – a ser lançado pela Arqueiro
Livro 2.5- A Hathaway Wedding- não sei se a editora pretende lançar essa pequena história/conto
Livro 3-Tentação ao Pôr-do –Sol – a ser lançado pela Arqueiro
Livro 4- Married by Morning – sem título em Português
Livro 5- Love in the Afternoon- sem título em Português

Outras Capas:


5/5

Reações: