sábado, outubro 31, 2015

[RESENHA] A Cruz de Morrigan - Nora Roberts

“Extravasando seu sofrimento à tempestade, Hoyt Mac Cionaoith esbraveja contra a força do mal que o separou do irmão gêmeo. Essa força se chama Lilith, uma vampira demoníaca. Nascida há milhares de anos, ela atrai um número incontável de homens, devastando-lhes a alma com seu beijo maligno. Poderá Lilith ser detida antes que finalmente consiga dominar o mundo?

Hoyt não é páreo para a ninfa do mal. Mas seus poderes vêm da deusa Morrigan, e através dela terá sua grande chance de vingança. Sob o comando de Morrigan, ele deverá reunir cinco outros para formar um círculo de força poderoso o bastante para derrotar Lilith.

Um círculo de seis: ele próprio, a bruxa, a guerreira, a erudita, aquele de múltiplas formas e aquele que ele perdeu. E será com esse círculo, centenas de anos no futuro, que perceberá como seu espírito assim como seu coração se tornaram...”



Um dos livros da Nora Roberts que eu mais gostei.

Quando eu ganhei de presente A Cruz de Morrigan confesso que não fiquei muito empolgada. Parecia ser mais um daqueles livros de fantasia lançados na esteira da modinha dos vampiros. É, realmente não me entusiasmei. E talvez- principalmente- por isso demorei tanto para “criar coragem” e finalmente ler o livro.

Ah, por que demorei tanto? A Cruz de Morrigan é muito bom! Fantasia de altíssima qualidade. Aquele tipo de livro que não se atem apenas ao lado romântico da história mas também à aventura e ao suspense.

Primeiro livro da Trilogia do Círculo fala de um grupo de pessoas “especiais” que tem um objeto em comum: derrotar Lilith, uma vampira do mal. Eu até poderia falar um pouco mais sobre a história em si, mas quer saber? Isso isso ia acabar com a graça.
A figura principal do livro é Hoyt, um feiticeiro do século 12 que acaba indo parar...no Séc. 21. Sim, também temos viagem do tempo!No futuro, ele reencontra seu irmão gêmeo Cian. Mas Cian não é mais aquele de antes. Bem, nem poderia ser já que... ops! Sem spoilers! :P

À partir desse reencontro, é ação ininterrupta. A Cruz de Morrigan abusa da magia e dos poderes de feitiçaria, mas nada parece forçado ou fora do lugar. A história, apesar de puramente fantástica, nunca parece ser tola ou sem sentido. Existe uma lógica nos acontecimentos.

Como se trata de Nora Roberts, é claro que tem romance, mas a verdade é que a história em si é tão interessante e bem desenvolvida que isso é relegado para o segundo plano. Mas não fiquem preocupados: o romance é bom.
Glenna é uma típica personagem “Noradiana”: uma mulher moderna, de “fibra” e que sabe lutar por aquilo que quer! Ai, assim ela tá parecendo uma chato, né? Mas não. Moira pode não ser aquela mocinha inesquecível mas a sua química com Hoyt é muito boa. Eu apenas achei que o “arco” da história de amor dos dois poderia ter sido encerrado nos livros seguintes. Foi tudo muito rápido.

Além disso, apesar das questões de “magia” serem muito bem descritas, algumas coisinhas neste quesito (coisinhas mundanas) ficaram um pouco ridículas. Todavia, isso não atrapalha em nada a leitura. Além de uma trama de tirar o fôlego, os personagens são muito bons. E aqui não estou falando sobre o casal principal. Ou não somente dele.

Com passagens espirituosas e dialogos inspirados, A Cruz de Morrigan é um livro que vai agradar não só aos fãs da autora, como também os amantes do gênero fantasia.

Recomendo!

Ficou com vontade ler? Que tal ter a chance de ganhar um exemplar deste super livro? É participar do SORTEIO AQUI. Corre lá!

A Série
A Cruz de Morrigan
O Baile dos Deuses
O vale do Silêncio
Título Original: Morrigan’s Cross
Autor: Nora Roberts
Editora: Bertrand
Série Trilogia do Círculo
Gênero: Fantasia
Sub-Gênero/Assunto: Vampiros, Bruxas, Paranormal, magia, aventura
Período: Século 12 e dias atuais. Irlanda e EUA.
Outras Capas

4.5/5

 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

Reações: