segunda-feira, outubro 19, 2015

[Resenha] Ligeiramente Escandalosos - Mary Balogh

Freyja Bedwyn é uma mulher diferente das outras damas da alta sociedade: impetuosa e decidida, ela preza a independência e a liberdade acima de qualquer coisa – até mesmo do amor.
Até que o destino lhe apresenta Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem cheio de charme e mistério, dono de uma beleza estonteante e de uma reputação terrível. Quando ambos se encontram a caminho da pacata cidade de Bath, a química entre os dois é imediata.
Entre encontros e desencontros, conflitos e provocações, Joshua faz uma proposta inusitada: pede que Freyja finja ser sua noiva, para evitar que uma artimanha de sua tia o leve a se casar com a própria prima.
Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, esta parece ser a oportunidade perfeita para se divertir. Mas a brincadeira acaba trazendo consequências inesperadas. Aos poucos, suas máscaras vão caindo e ambos se revelam pessoas bem diferentes do que aparentam.
Neste terceiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh se aprofunda ainda mais nos segredos e desejos dessa família incomum e extremamente sensual.”



Romântico e muito divertido.

Neste terceiro livro das série Bedwyns temos a história de Freyja, a irmã mais velha e de temperamento bem forte.

Com vinte e tantos anos, Freyja sabe que suas chances de casamento estão cada vez mais escassa, porém ela não se vê casando com qualquer um. Dona de uma personalidade forte e sem possuir uma beleza clássica ou suave, a jovem preza, antes de mais nada sua liberdade e seu livre arbítrio. Porém, na realidade, ela ainda se ressente de um caso de amor que não terminou da forma como ela esperava.

O que ela menos esperava, portanto, era encontrar um jovem cavalheiro, belo e com olhos sorridentes, em uma estalagem na beira da estrada.

O encontro entre Freyja e Joshua Moore é breve, porém surpreendente. Eles mal poderiam imaginar que iriam se reencontrar, alguns dias depois, em Bath.
Joshua é um rapaz de riso fácil e de humor aguçado. Ele nunca teve grandes pretensões na vida, até herdar o título de marquês de seu falecido título. Não era algo que ele almejava, muito menos invejava. Joshua sabia muito bem que com o título também estavam atreladas muitas obrigações, entre elas fazer um bom casamento. E candidatas não haveriam de faltar, principalmente quando sua tia estava disposta em fazê-lo casar-se com a própria prima, não importando se a jovem já estava apaixonada por outro.

Para “escapar” disto, ele resolve propor à Freyja uma ideia inusitada: fingir que os dois estão noivos;pelo menos até que a tia dele saia de Bath.
O problema, obviamente, que nada será assim tão fácil.

Com uma trama de “noivado de mentirinha”, a autora nos conta a história de duas personalidades fortes que escondem os próprios medos e frustrações atrás da ironia e do sarcasmo. Joshua é um sujeito alegre, aparentemente sem maiores preocupações, porém por trás desta fachada esconde-se um homem gentil e que ainda se ressente da infância triste. Ele não daqueles que externizam a dor, mas ela está lá. Faz parte dele.
O seu relacionamento com Freyia é explosivo, quase antagônico, todavia, existe uma semelhança entre eles- isto vai além do uso do sarcasmo e da ironia. Assim como Joshua, Freyja, também esconde os seus sentimentos mais sérios. Ela sabe que não é uma beldade (seu nariz *É*) grande e que provavelmente suas chances de casar nada tem a ver com ela, mas sim com o fato de ser irmã de um duque.

Ao passo que Joshua tem um humor carismático, quase irresponsável, Freyja usa e abusa do sarcasmo.
Assim como nos livros anteriores, o humor continua presente emLigeiramente Escandalosos porém aqui ele é mais ácido, irônico. É possível perceber claramente que ele usado para mascarar sentimentos.

E sentimentos é que não faltam. De um início meio “amor e ódio”, Freyja e Joshua acabam por transformar o noivado “fajuto” em algo mais: uma amizade e, depois, amor.
De leitura fácil é rápida, o livro é divertido e interessante. Freyja e Joshua formam um bom casal; Em termos gerais eles são personagens interessantes, bilaterais. O problema é que *EU*, particularmente, não consegui (desde o primeiro livro, pra falar a verdade) me simpatizar com Freyja. Não a acho particularmente antipática, mas... não me desce. Joshua, apesar de super simpático, também não foi um personagem por que me apaixonei. O “eterno” bom humor dele me cansou por muitas vezes.

O que me agradou, verdadeiramente, no livro, foi a história em si e como ela foi se desenvolvendo.Ao invés de se fixar somente na trama do noivado, a autora inserir novos elementos, tornando tudo mais interessante.

Em suma, Ligeiramente Escandalosos é uma ótima diversão; leve e despretensioso, é o tipo de leitura ideal para se esquecer dos problemas do dia-a-dia. O livro, assim como a série, como um todo, valem muito a pena!

Recomendo!

PS: Ah, eu achei a capa linda, mas essa moça aí não a Freyja não!;)





A série

Os Bedwyns é o spin-off de dois livros ainda não lançados no Brasil:
Livro 1- One Night For Love
Livro 2- A summer to Remember

Os Bedwyns

Livro 1-Ligeiramente Casados
Livro 2-Ligeiramente Maliciosos
Livro 3-Ligeiramente escandalosos
Livro 4- Ligeiramente Seduzidos
Livro 5- Ligeiramente Pecaminosos
Livro 6- Slightly Dangerous

***Este Livro foi gentilmente cedido pela Editora***
Título Original: Slightly Scandalous
Autor: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Série Bedwyns- Livro 3
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Humor, Amor e Ódio
Período: Regência. Inglaterra.


Outras Capas:





4/5

 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

Reações: