quarta-feira, outubro 19, 2016

[Resenha] Inferno - Dan Brown

“Neste fascinante thriller, Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em "O Código Da Vinci", "Anjos e Demônios" e "O Símbolo Perdido" e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento.

No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri.

Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.”



Robert Langdon é o cara!

Depois de uma aventura um tanto sem graça em O Símbolo Perdido, o professor de História e simbologista mais querido está de volta em um thriller de suspense de tirar o fôlego. Anjos e Demônios continua sendo o meu favorito da série, mas Inferno não está muito atrás.

Este é daqueles livros de aventura e suspense que te prendem desde a primeira até a última linha. O que poderia ser algo cansativo e modorrento, nas m!aos de Dan Brown faz a gente roer as unhas. Assim como Indiana Jones, Langdon (ou seria Dan?) faz da História algo vivo e empolgante. Nada de lições maçantes. Florença está tão viva em Inferno que podemos praticamente sentir seus cheiros e ouvir seus ruídos. Impossível não ficar morrendo de vontade de voar para a Itália!

Quanto a trama, quanto se menos souber melhor. Até porque nem Langdon sabe. Sim, ele perdeu a memória dos dois anteriores. Isso já seria um problema, mas o que dizer quando você se encontra desmemoriado e com pessoas tentando te matar e você nem sabe o por quê. Ah, e você está em Florença.

Ao mesmo tempo, o perigo de uma nova Peste parece cada vez mais perto. Parece confuso, mais não é. Narrado sob vários pontos de vista, o autor nos dá as pistas nos momentos certos, revelando sim, mas não demais. E nem sempre as coisas são como parecem ser. E o fato de Langdon não lembrar de nada dá um nervosinho!

Inferno é uma aventura de primeira, com personagens fascinantes e uma trama que, aparentemente fantasiosa, faz pensar.


Não posso deixar de citar a tradução, muito boa. Langdon me pareceu mais jovial aqui e as frases tinham um ar mais descontraído e coloquial do que nos livros anteriores.

Claro que recomendo!

(PS: Ainda não vi o filme)


Título Original: Inferno
Editora: Arqueiro
Série Robert Langdon-Livro 4
Gênero: Suspense
Sub-Gênero/Assunto: Thriller, Aventura
Período: Atual. Itália e Turquia.

Outra Capa:



4/5

 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

Reações: