quinta-feira, outubro 27, 2016

[Resenha] O Coração da Esfinge - Colleen Houck


“Lily Young achou que viajar pelo mundo com um príncipe egípcio tinha sido sua maior aventura. Mas a grande jornada de sua vida ainda está para começar.

Depois que Amon e Lily se separaram de maneira trágica, ele se transportou para o mundo dos mortos – aquilo que os mortais chamam de inferno. Atormentado pela perda de seu grande e único amor, ele prefere viver em agonia a recorrer à energia vital dela mais uma vez.

Arrasada, Lily vai se refugiar na fazenda da avó. Mesmo em outra dimensão, ela ainda consegue sentir a dor de Amon, e nunca deixa de sonhar com o sofrimento infinito de seu amado. Isso porque, antes de partir, Amon deu uma coisa muito especial a ela: um amuleto que os conecta, mesmo em mundos opostos.

Com a ajuda do deus da mumificação, Lily vai descobrir que deve usar esse objeto para libertar o príncipe egípcio e salvar seus reinos da escuridão e do caos. Resta saber se ela estará pronta para fazer o que for preciso.

Nesta sequência de O Despertar do Príncipe, o lado mais sombrio e secreto da mitologia egípcia é explorado com um romance apaixonante, cenas de tirar o fôlego e reviravoltas assombrosas..”



Um livro de transição.
O Coração de Esfinge é daqueles livros que podem parecer um pouco frustrantes para quem os lê- como se nada fosse efetivamente solucionado ou respondido- mas que possuem extrema importância para a série. Não sobre fatos em si, mas sim sobre o caminho que a protagonista Lily tem que percorrer para alcançar o seu objeto e, bem, ter um final feliz. Oremos.

A história se inicia praticamente do ponto onde O Despertar do Príncipe terminar. Lily está tentando seguir em frente. Fazer o que se espera dela. O que os pais dela esperam e preparam para ela. Porém, como já se era de imaginar, as coisas mudam. Anúbis reaparece e Lily precisa voltar ao Egito. O Egito dos deuses e deusas. Amon precisa de ajuda e, não só ele. A ligação entre os dois pode ser a chave para salvar o Cosmo. O problema é onde Amon está. E aí se inicia a jornada de Lily.

E como toda jornada, a jovem não iria terminá-la do jeito começou.
Antes do início da “caminhada” algo (que eu não vou dizer o que é, tá?) acontece que muda tudo. Lily não é mais Lily. Ou não somente ela. E essa mudança trará dádivas e problemas.

Lily é uma personagem interessante e carismática. Ao mesmo tempo que é forte e guerreira, tem dúvidas e medos. Ela enfrenta os desafios de cabeça erguida, mas em determinado momento, os sentimentos começam a ficar confusos. É aí que a autora sobre muito bem mexer com as emoções de não só seus personagens mas seus leitores.

O mundo criado, apesar de fantástico (no sentido de fantasia), consegue ser absurdamente real. É algo difícil de ser descrito,mas a sensação que tive ao ler O Coração da Esfinge era como se aquela terra e aquele mundo realmente existissem.
Como não poderia deixar de ser, Lily é o destaque da trama, assim como Amon é o fio-condutor, mas, existe uma personagem, que fez toda a diferença. É o ponto de desequilíbrio e, bem, um certo alívio cômico. Tia, a leoa. Infelizmente não posso dizer muito sobre ela, mas que personagem fantástico!

Apesar do amor ser algo extremamente importante para todo o andamento da história, não espere um livro sobre beijos e fortes emoções. Como eu disse, este é um livro de transição- e antes de tudo, é um livro de aventura. Todo o ritmo e desenvolvimento é de de um livro de aventura e, por isso, achei que os capítulos um tanto longo demais, acabaram tornando a leitura um pouco cansativa em alguns momentos.

O fato de ser narrado em primeira pessoa não me incomodou, mas, pessoalmente, em função a alguns aspectos da trama, penso que teria sido melhor um narrador em terceira voz.

O Coração da Esfinge é uma história vibrante, inquieta e cheia de energia. É impossível não se deixar seduzir pela mitologia egípcia e pelo mundo criado (e forjado) por Colleen Houck Com um enredo criativo e bem desenvolvido deixa um gostinho de quero mais. Muito mais.

Recomendo!

**Este livro foi gentilmente cedido pela editora**



Série:
Livro 1: O Despertar do príncipe [Resenha]
Livro 2: O Coração da Esfinge
Livro 3: Reunited : expectativa de publicação em 2017.


Título Original:Recreated
Autor: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Série Deuses do Egito-Livro 2
Gênero: Fantasia
Sub-Gênero/Assunto: YA, Aventura
Período: Atual. Egito.


Capa Original:


4/5

 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

Reações: