segunda-feira, julho 27, 2009

Casamento de Conveniência, de Georgette Heyer (Rom. Hist.)



Casamento de Conveniência

Título Original: The Convenient Marriage
Autor: Georgette Heyer
Editora: Record
Gênero: Romance
Sub-Gênero/Assunto: Romance Histórico, Casamento de Conveniência
Período: Séc. 18. Pré- Regência.
Sinopse:

Quando o conde de Rule pede a mão de Elizabeth Winwood, no ano de 1776, não sabe o problema que causará à bela jovem. Ela está comprometida com o admirável mas pobre, tenente Heron. O final infeliz para essa história só pode ser impedido pela impetuosidade da irmã mais nova de Elizabeth, Horatia, que se oferece para se casar com lorde Rule.

Numa revolução literária para a época, o casamento aqui não é visto como o final de feliz para a história mas como seu ponto de partida, o mote a partir do qual a trama se devenvolve.


***



Ler um livro de Georgette Heyer, para mim, é sempre sinal de uma boa leitura. Romance com boas pitadas de humor. Comparando esse livro com A Viúva Indecisa, confesso que gostei mais de A Viúva mas isso não impede ninguém de se apaixonar por Casamento.
!

A história é bem simples, e já foi contada não sei quantos milhões de vezes. Contudo, aqui o que importa não é a originalidade da obra mas a maneira como essa história é contada. E Heyer é uma especialista nisto. São nos diálogos, nas entrelinhas que nós descobrimos quem é uma verdadeira autora quem não o é.

Um dos aspectos que mais me agradaram no livro é a protagonista. Sim, ela é de uma certa maneira, mimada, irritante, esbanjadora, fútil... como qualquer (bem, existem sempre exceções) adolescente de 17 anos. Sim, a heroína tem apenas 17 anos e age como alguém dessa idade. Meyer não a apresenta como alguém precocemente amadurecida ou , o que mais me irrita, alguém de 20 e tantos anos mas que age como se tivesse 15.

E é por essas e outras que eu recomendo este livro.

Cotação:
!!!

Reações: