domingo, setembro 30, 2012

A Pirâmide Vermelha, de Rick Riordan


Título Original: The Red Pyramid
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Gênero: Aventura
Série: As Crônicas dos Kane- Livro 1/3
Sub-Gênero/Assunto: Mitologia, Jovem Adulto, Fantasia
Período: Contemporâneo. EUA, Europa e Egito
Desde a morte de sua mãe, Carter e Sadie viveram perto de estranhos. Enquanto Sadie viveu com os avós, em Londres, seu irmão viajava pelo mundo com seu pai, o egiptólogo brilhante, Dr. Julius Kane.

Uma noite, o Dr. Kane traz os irmãos juntos para uma experiência de “pesquisa” no Museu Britânico, onde ele espera para acertar as coisas para sua família. Ao contrário, ele liberta o deus egípcio Set, que expulsa-lo ao esquecimento e forças das crianças a fugir para salvar suas vidas.

Logo, Sadie e Carter descobre que os deuses do Egito estão acordando e, o pior deles – Set – tem a sua visão sobre o Kanes. Para detê-lo, os irmãos embarcam em uma perigosa viagem em todo o mundo – uma busca que traz os cada vez mais perto da verdade sobre sua família e seus vínculos com uma ordem secreta que existiu desde o tempo dos faraós.






A Minha segunda leitura deste mês para o Desafio Literário 2012 cujo tema era Mitologia, foi A Pirâmide Vermelha, um livro em que a “base”, vamos dizer, é a mitologia egípcia.

Minha Lista


A primeira coisa a ser dita sobre A Pirâmide Vermelha é que eu gostei muito mais deste livro do que O Ladrão de Raios.  Não que eu não tenha gostava d’O Ladrão mas é que ali as semelhanças com Harry Potter eram tão grandes que realmente me incomodou. A Pirâmide Vermelha , em alguns momentos, também se assemelha a trama do bruxinho mas não é nada tão óbvio.

Eu gostei do livro; tem uma boa trama e os personagens são cativantes. Acho que o maior diferencial está no fato de que ele tem dois narradores: os irmãos Carter e Sadie. O divertido é que os dois “conversam” com o leitor e entre eles mesmos, dando um ar divertido e cúmplice aos acontecimentos. Eu posso dizer que gostei dos personagens. Tudo bem, Sadie tem um pouquinho daquela chatice das pré-adolescentes, mas é tudo dentro do normal. Além disso, foi ótimo os dois não serem “loirinhos”. Não estou fazendo nenhuma apologia ou campanha aqui, mas é muito bom ver um herói negro, ou afrodescendente, como queiram os politicamente corretos. Heróis, na verdade, não tem cor. Ou tem todas as cores do mundo.

O problema, eu achei, é que o autor pouco desenvolveu a personalidade dos personagens. É claro que o livro é puramente aventura e ação mas foi como se não conhecêssemos realmente, profundamente, os dois irmãos. Faltou algo.

É claro que eu tenho que mencionar dois personagens que eu AMEI: Bastet (não posso falar muito para não estragar a surpresa) e Khufu, o babuíno de bumbum cor-de-rosa!

“[Tudo bem, Carter. Passe o Microfone.]
Eu já tinha estado no Louvre uma vez, nas férias, mas nunca enquanto fugia de terríveis morcegos de frutas. Eu estaria apavorada, se não tivesse tão ocupada sentindo raiva de Carter. Não acreditava como ele tinha resolvido o problema de ser ave. Francamente, cheguei a pensar que seria um papagaio para sempre, sufocando dentro de uma pequenina prisão de penas. E ele tinha tido a coragem de debochar!”


Não vou negar: sou uma ignorante em relação à Mitolgia Egípicia e isso, ao menos para mim, atrapalhou um pouco. Tudo bem, eu até conhecia a história de Ísis e Osíris, mas é só. De resto: bulhufas! Talvez um ou outro nomes já tivesse ouvido falar mas era só isso! Eu não sei, mas talvez tivesse sido interessante se houvesse uma espécie de Glossário só para dizer quem é quem. Que Deus é deus do quê, sei lá.

Como eu já havia mencionado, A Pirâmide Vermelho é uma estória de aventura, com ação do começo ao fim. Desde o princípio, a trama sobre dos irmãos Kane para salvar o pai e ainda lutar contra um poderoso Deus egípcio, prende a atenção. E talvez seja justamente por ser um livro essencialmente de aventura é que eu achei que ele é um pouco longo demais. Não, eu nãodiria que o livro é moroso ou cansativo, mas eu achei muito 445 páginas para uma estória de aventura.

De qualquer forma, A Pirâmide Vermelha prende bastante a atenção e garante emoções do começo ao fim. Não é um livro perfeito mas garante uma ótima diversão.

“-Justiça não significa que todos recebem as mesmas coisas-respondeu meu pai.-Justiça é garantir que todos recebam o que é necessário. E a única maneira de ter o que é necessário é você mesmo fazer acontecer. Entendeu?”

Recomendo.


***

A Série

Livro 1-A Pirâmide Vermelha
Livro 2- O Trono de Fogo
Livro 3- A Sombra da Serpente [lançamento no Brasil previsto para Outubro de 2012]

A Série ainda conta com “guia”: As Crônicas de Kane: Guia de Sobrevivência

Outras Capas:
 EXTRAS:

Site da Série: www.ascronicasdoskane.com.br/
Site do Autor: rickriordan.com

Cotação:
3.5/5

Reações: