terça-feira, novembro 20, 2012

Tempo Quente, de Sandra Brown


Uma família cercada por corrupção e poder é o centro do livro Tempo quente, de Sandra Brown. Tendo como cenário a fictícia Destiny, uma pequena cidade da Louisiana, a autora constrói uma trama recheada de mistério e conflitos, que prende a atenção até a última página. A história gira em torno dos Hoyle, cujo patriarca, Huff, ergueu seu império ao administrar com pulso firme a fundição que pertencia ao sogro, ignorando medidas de segurança no ambiente de trabalho em função do lucro.

A morte do caçula de Huff, Danny, faz com que as coisas comecem a mudar em Destiny. Sayre, a filha rebelde que estava longe há dez anos e havia adotado o sobrenome de solteira da mãe para se livrar de qualquer ligação com os Hoyle, quebra a promessa feita a si mesma e volta à cidade natal para o enterro. Ao chegar, ela conhece Beck Merchant, advogado da Hoyle Enterprises e assessor direto de seu pai, que lhe dá uma notícia chocante: a polícia desconfia que o suicídio de Danny tenha sido, na verdade, um caso de assassinato.


(Sinopse “editada” pois achei que a Sinopse oficial completa fala demais!)


Que livro ótimo! Fazia tempo que eu não li um livro que tenha me surpreendido realmente. Eu li alguns ótimos livros de suspense, mas este me tomou de surpresa. De verdade. Quando a gente pensa que tudo chegou ao fim, vem aquela última surpresa e.. wow!

Após uma década longe, Sayre Lynch retorna a sua cidade natal para o enterro de seu irmão mais novo, Danny. Seria uma viagem curta porém, quando se torna cada vez mais óbvio que o aparente suicídio do rapaz tenha sido na verdade um homicídio, Sayre resolve ficar para descobrir a verdade.

A relação de Sayre com a família é difícil e complexa. Ela é filha de Huff Hoyle, o dono da funilaria da cidade e não seria errado dizer, dono da própria cidade. Todos na pequena Destiny vivem sob o mando de Huff, um homem que soube enriquecer mas não sem sujar as mãos de sangue. A Funilaria é o motor econômico da cidade mas também é responsável por muitas mortes e mutilações. Afinal, segurança no trabalho passou longe dali- e ai, de quem reclamar!

Mais do que ser contra os desmandos do pai como empresário, Sayre nutre um ódio por ele que vem de acontecimentos em seu passado. Ela seguiu em frente, mas nunca esqueceu realmente.

Beck Merchant é o advogado da empresa e amigo de Chris, o outro irmão de Sayre, e, desde o momento em que cruza com Sayre já causa antipatia nela. Porém, sabe como são essas coisas. Antipatia daqui. Atração incontrolável acolá.

A gente quer que os dois se acertem, porém, fatos são fatos e Beck é o advogado da empresa- e sim, ele desprezou medidas de segurança na empresa. E pode até ter alguma coisa a ver com a morte de Danny.

Eu me arrisco a dizer que o início do livro é mais um drama do que propriamente um romance policial. Pouco a pouco, Sandra Brown vai nos mostrando as contradições de Sayre e Beck e a forma como Huff comanda a empresa (e a cidade) com mãos de ferro.

Não vou mentir, quando a pessoa culpada foi descoberta eu fiquei levemente decepcionada. Parecia tudo tão legal para aquela solução tão xoxa! Mas ei que vem a grande surpresa e... ah, a revolta. O toque de mestre. O que eu mais gosto em livros de suspense/ policial é quando o autor ou autora me surpreende.

E Sandra Brown me surpreendeu.

Em termos de romance “romântico” , o livro deixa um pouco a desejar, especialmente se compararmos com outros suspenses românticos, porém, por outro lado, deve-se ter em conta que o principal aqui não é exatamente o romance nem totalmente o mistério mas sim o drama, a tensão da volta de Sayre. É a relação dela com o pai ( e consequentemente com o irmão) que faz toda a diferença. Beck, com seu charme meio cafajeste (ou “suspeito”, eu diria) é mais um ponto (de colisão, rs) nessa equação.

Sayre não é uma mulher fácil; oh, sim, ela tem presença. Ela nasceu para ser uma "dama", uma "princesinha" mas sua personalidade- e fatos (não vou falar, né?!)- a impediram de se tornar uma perfeita dama da sociedade sulista. E Huff, seu pai... sem palavras para ele. Algumas de suas ações são monstruosas, para se dizer o mínimo.

Tempo Quente é uma leitura intensa que prende a atenção até o fim. Quando a gente pensa que nada está acontecendo, de repente se vê envolta em um clima de total mistério e suspense. Tudo passado em dias quentes de um verão da Louisiana. Eletrizante.


RECOMENDO MUITO!

A Edição

Em tempos tão difíceis quando se trata de tradução e revisão, é justo dizer que nesta edição ocorreram suavizações nem erros gritantes. Todos os palavrões estão presentes.

Título Original: Deal Breaker
Autor: White Hot
Editora: Rocco
Gênero: Suspense Romântico
Sub-Gênero/Assunto: Romance Contemporâneo, Advogados, Crime e Mistério, Suspense , Família
Período: Contemporâneo. EUA.

Outras Capas:


Cotação:
4.5/5

Reações: