quinta-feira, novembro 14, 2013

Um Verão Perfeito, de Luanne Rice


Bay McCabe sabia que o marido, Sean, não lhe era fiel, mas nunca imaginara que fosse um homem de vida dupla. Quando a polícia o encontrou morto em seu carro, no fundo do rio, com nítidas características de assassinato, Bay sufocou o sofrimento em nome dos filhos. Sufocou também o ódio que passou a sentir pelo homem a quem amara tão incondicionalmente. Em nome de sua paz - e para se ver livre de perguntas alheias - ela se fechou em um mundo muito particular. Fechou também o coração para o amor. Mas com a primavera vieram novos acontecimentos e, com o verão, um inesperado reencontro...




Diferentemente do que eu esperava, mas mesmo assim mais um bom livro de Luanne Rice.

Apesar de este ser apenas o terceiro livro que leio de Luanne Rice , posso me considerar uma fã da autora. Seu estilo ( parecido, ao meu ver, com o de Susan Wiggs e Jude Deveroux ) , dramático e romântico, me agrada. Suas histórias falam sobre segundas-chances e recomeços e (geralmente) são sobre mulheres dispostas a serem felizes novamente ou que finalmente encontram a felicidade.

Quando eu comecei a ler este livro, eu pensei que ia encontrar um drama e, é claro, um pouco de romance. Encontrei esses dois elementos, porém, para a minha surpresa, o livro é também sobre mistério. Não diria que é um suspense romântico, mas uma trama policial liga toda a história.

Bay McCabe sempre soube que nunca teve um marido perfeito, muito menos um casamento perfeito, porém, em nome da família e dos filhos, ela era capaz de qualquer coisa. Aguentar qualquer coisa. E, além disso, por mais que as traições do marido doessem, nada parecia realmente muito grave. Todavia, quando este morre de forma trágica e misteriosa, Bay começa a perceber que um marido adúltero era o menor dos seus problemas- e enquanto tenta seguir em frente, ela acaba reencontrando um antigo amor do passado, Dan.

Eu tive sentimentos conflitantes em relação à Bay. Se, por um lado, ela se mostrou forte e disposta a seguir em frente e encarar as dificuldades diante do que tinha acontecido, por outro, achei que ela foi muito passiva em seu casamento. Ela se anulou completamente e... honestamente? Filhos não seguram um casamento. Essa é uma opinião pessoal, mas eu não consigo entender quem segura um casamento sofrível só por causa dos filhos. No fim, saem todos machucados.

Dan, por outro lado, foi um personagem que eu adorei. Ele é aquele homem (quase) perfeito do passado que volta para justamente “guiar” Bay por este novo caminho, esta nova vida que ela terá que enfrentar. O problema, se é que podemos nomear assim, é que a vida dele também não é perfeita. Viúvo, além de enfrentar a morte da esposa, que morreu de forma trágica, tem que lidar com a filha adolescente problemática. Eliza, a garota, não é simplesmente difícil. Com um quadro que beira a anorexia, ela vê no ato de cortar a própria pele uma tentativa de fugir da dor.

Bay e Dan não são, à principio, pelo menos, um casal romântico. Eles são apenas dos dois amigos que se reencontraram e tentam seguir o melhor que podem com suas vidas.

Um Verão Perfeito é sobre isso; sobre recomeço e seguir em frente. Ao mesmo tempo que a morte do marido de Bay vai sendo investigada. Para um livro de estilo “dramático”, a parte de investigação foi melhor conduzida do que eu esperava. Luanne Rice conseguiu aliar ao drama uma trama de mistério bem escrita e estruturada. E o melhor, as soluções não aparecem de um dia pro outro. Nada é solucionado e descoberto como passe de mágica. Existe a investigação- e existe a vida que insiste em continuar.

Este é um livro de emoções singelas. Sem grandes arroubos românticos ou apaixonados, mas sobre pessoas comuns, num lugar comum, apesar de tudo. Não posso deixar de mencionar a melhor amiga de Bay, Tara, que esta ali para todas as horas. A relação de Tara com o investigador responsável , Joe, é um pequeno alívio cômico- e porque não?- romântico.

Eu gostei muito de Um Verão Perfeito porém não foi uma leitura que eu tenha amado. Apesar de todas as coisas lindas que o livro apresenta, senti que faltou algo. Além do “relativo problema” com a protagonista, eu também senti a falta de um epílogo. Talvez o final até tenha feito sentido ( e explica o título do livro) mas eu gostaria de tivesse ocorrido algo mais concreto.

De qualquer forma, Um Verão Perfeito é um belo livro e vale a pena a leitura.


Recomendo!


Título Original: A perfect Summer
Autor: Luanne Rice
Editora: ARX
Gênero: Romance Contemporâneo
Sub-Gênero/Assunto: Crime e Mistério, Drama, Família, Segunda Chance, Reencontro
Período: Atual. Costa Leste dos EUA.



Outras Capas:



3.5/5 (mais pra 3,75 mesmo :)

Reações: