segunda-feira, janeiro 06, 2014

Delírio, de Maya Banks [+18]

Jace, Ash e Gabe: três dos homens mais ricos e poderosos do país. Eles estão acostumados a conseguir tudo o que querem. Absolutamente tudo. O desejo de Jace é possuir uma mulher cujos encantos o pegaram completamente de surpresa. Jace Crestwell, Ash McIntyre e Gabe Hamilton são melhores amigos e bem-sucedidos sócios há anos. Eles são poderosos, são imponentes, são irresistivelmente sexy, e Jace e Ash dividem tudo – inclusive suas mulheres. Quando eles conhecem Bethany, Jace começa a experimentar sentimentos que nunca havia conhecido antes: ciúme e uma poderosa obsessão que o ameaça, o sufoca – e o excita além de seu controle. Jace não divide Bethany – com ninguém. Ele está determinado a ser o único homem em sua vida e esse sentimento está prejudicando sua longa amizade com Ash. Bethany deveria ser sua e somente sua. Mesmo que isso signifique virar as costas para seu melhor amigo.


Segundo livro da trilogia erótica, Breathless, e , ao meu ver, muito melhor que o primeiro.

Delírio nada mais é um conto de fadas moderno- melhor dizendo, conto de fadas moderno e bem sensual- em que Jace, irmão de Mia e melhor amigo de Gabe, o casal do primeiro livro da trilogia, é o príncipe encantado e Bethany, a gata-borralheira.

Tudo começa com um Menáge a trois. Como de costume, Jace e Ash dividem a mesma melhor. E quando conhecem Bethany, não é diferente. O fato é que desta vez, após a sessão de sexo a três, Jace não quer saber de “compartilhamento”. Ele simplesmente se encantou com Bethany- apesar de quê, “encantar” não seja a palavra certa para se usar aqui.

O problema é que Bethany não pertence ao mesmo “mundo” de Jace e Ash. Muito pelo contrário. Bethany não só é pobre, é uma sem-teto.

"Era um conto de fadas. Definitivamente uma fantasia. Alguma realidade bizarra, porque coisas assim não aconteciam na vida de Bethany Willis. Nunca aconteceram. Nunca aconteceriam. Mas era bom viver um sonho por um tempo. Enquanto durasse.
Neste sonho,ela era desejada.Era desejável. Bethany e Jace eram iguais. Não havia uma disparidade enorme em suas vidas, seus status. Ela se encaixava no mundo dele. Ela pertencia."



O que mais me atraiu em Delírio foi a história; o fato d’o livro ter uma história. E uma história bem interessante! Tudo bem, é sim uma releitura de Cinderela e Bethany é um pouco submissa demais (ao passo que Jace se torna obsessivo um pouco rápido demais...) mas, ao todo é uma trama que cativa e vai um pouco além das incontáveis cenas de sexo.

Falando desse jeito, eu posso até ter deixado a impressão de que não do gostei das cenas calientes. Não, eu gostei. Porém, devo confessar que não totalmente. Maya escreve sexo e sobre sexo muito bem. Suas cenas são fortes, sensuais mas nunca vulgares. O problema, a meu ver, é que com ela, o sexo sempre parece tenso. Triste. Me passa a impressão de que não é algo prazeroso. E isso me incomoda, principalmente quando o BDSM está envolvido. Não sou muito fã da “modalidade” e quando leio cenas que envolvem a prática, prefiro a abordagem de Eve Berlin na Trilogia Luxúria.

Todavia, como eu já mencionei, o que mais me atraiu em Delírio foi a história e seus personagens, assim, o sexo não teve grande efeito na minha avaliação do livro.
Claro, Delírio *é* um livro erótico mas seus personagens se sustentam sem isso- e vou dizer, este é um fato que faz TODA a diferença. Jace é um tanto quanto obsessivo demais mas , ao mesmo tempo, é um homem que se entrega de corpo e alma a uma mulher sobre a qual ele não sabe nada.

Bethany tem um jeito meio mimimi e dependente de ser mas, ao mesmo tempo, ela se destaca no meio de tantas mocinhas insossas que vemos por aí. Ela não é uma virgem inocente. É uma mulher com um passado, um passado difícil e que nem sempre fez as escolhas certas. Este é geralmente o papel dos heróis românticos e eu gostei muito de vê-lo invertido. Claro, devo dizer que, ao mesmo tempo em que senti muita pena de Bethany, também tive vontade de chacoalhá-la pra ver se a mulher acordava pra vida, rs


É engraçado, sabe, pois o livro apresenta sim, como vocês puderam notar alguns “detalhes”que me fariam torcer o nariz em outras leituras mas aqui simplesmente não aconteceu. Eu gostei do livro. E bastante. Me envolvi com o universo criado por Maya e apesar de toda e qualquer falha que os personagens pudessem ter apresentado, eu torci por eles. Torci pelo amor de Bethany e Jace.

Delírio é um livro de leitura, rápida e ágil com bastante erotismo e drama, nunca deixando de lado o romance.

Afinal, é um conto de fadas.

E daqueles que viciam. :)

Recomendo!




A Edição

O livro apresenta alguns errinhos de grafia, mas nada que comprometa a leitura. Além disso, acho que os títulos deste e do primeiro livro deveriam ter sido invertido. Delírio tem muito mais a ver com “Obsessão” e vice-versa.Jace, obsessão é o teu nome! Mas te amo mesmo assim, rs. ;)



Título Original: Fever
Autor: Maya Banks
Editora: Quinta Essência
Gênero: Erótica
Série: Breathless-Livro 2/3
Sub-Gênero/Assunto: Romance Contemporâneo,BDSM, Drogas, Hot,
Período: Atual. Nova Iorque.

A Série

Livro 1- Obsessão (Rush) [RESENHA]
Livro 2- Delírio[RESENHA]
Livro 3- Fogo


Outras Capas:



4/5

Reações: