terça-feira, fevereiro 18, 2014

Mais do que um jogo, de Arlene James


Conquistá-la não seria tão fácil assim, mas ele não desistiria!

Tudo o que a ingênua Margheritte Bellamy desejava era legalizar a adoção de seu filho e conseguir patrocínio para o time de futebol que iria treinar.
Envolver-se com outra pessoa não fazia parte de seus planos... pelo menos até conhecer Khristopher Rudi, um homem atraente que tinha por detrás de sua generosidade em ajudá-la com o time a intenção de conquistá-la a qualquer custo!
Khristopher - o rapaz mais disputado de Dallas - não iria acalmar enquanto não conseguisse ganhar o coração e o amor de Margheritte. Afinal ela fora a única mulher capaz de fazê-lo sonhar em ter filhos, família... Mas será que ela conseguiria perdoá-lo depois de descobrir sua verdadeira identidade – e seu passado de playboy milionário?!




Resenha pequena, eu sei. Mas se eu escrever muito conto o livro todo! :D

*
Bem bonitinho.

Mais do que um Jogo é um típico livrinho de banca, daqueles bem levinhos do estilo Julia e Sabrina e que podem ser lidos durante uma tediosa tarde chuvosa. Leve e despretensioso, Mais do que um Jogo promove , a nós, leitores, agradáveis horas de prazer e diversão. É só não esperar muito- e embarcar na diversão.

A história não tem muitas novidades ou grandes arroubos de originalidade. Khristopher Rudi, “o” milionário de Dallas (tinha que ser podre de rico, né gente?!) resolve treinar um time de futebol infantil; mas ele não faz isso pelo amor ao esporte não. O que ele quer é conquistar Margheritte Bellamy, mãe adotiva de um dos garotos. O problema é que Margheritte quer tudo menos compromisso.

Sim, este livro é mais um caso de “não posso me envolver..blá blá blá” mas aqui, Margheritte até que tinha certa razão para agir daquele jeito. Suas ações faziam sentido. Além disso, ela era tudo menos boa e lerda. Talvez um pouco ingênua, mas era o tipo de mulher que ia atrás do que queria. O mesmo vale para Khristopher. É uma graça ver como ele realmente começa a se envolver com as crianças e o time. E é esse envolvimento a grande graça do livro, mais até do que o romance.

Pois é, falando em romance, foi justamente nesse quesito que o livro deixou a desejar. Tem MUITO POUCO romance. Eu realmente adorei a história, os personagens ( o filhinho dela é um fofo!) e tudo mais, porém um tiquinho mais de romance e interação amorosa entre o casal teria sido bom.

Recomendo!

Ah, o cachorro? Deve ter saído pra passear. Apesar da capa brasileira, não tem nem cheiro de cachorro no livro! (Uma “edição” da falecida NC, talvez? #mistério



Título Original: The man with the money
Autor: Arlene Jones
Editora: Nova Cultural
Gênero: Romance Contemporâneo
Coleção: Júlia
Série:
Sub-Gênero/Assunto: Romance de banca, Crianças, Milionários
Período: Anos 2000. EUA.

Capa Original:




3.5/5

Reações: