terça-feira, fevereiro 24, 2015

[Resenha] Amante Meu - J.R. Ward

"Nas sombras da noite de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e os seus assassinos. Há uma Irmandade Secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. Enquanto eles defendem a raça dos redutores, a lealdade de um vampiro especial será posta a prova - e sua perigosa natureza será revelada...

John Matthew já percorreu um longo caminho desde que foi encontrado vivendo entre os humanos, mas de natureza vampira desconhecida. Recolhido pela Irmandade, ninguém poderia adivinhar qual é sua verdadeira história ou sua real identidade. A bela Xhex lutou contra a atração que sentia por John, mas o destino provou aos dois que o amor é inevitável. "



 
 
ESTA RESENHA NÃO TEM SPOILERS, MAS SE VOCÊ NÃO LEU OS LIVROS ANTERIORES PODE SE SENTIR UM POUCO PERDIDO.
FATOS ACONTECIDOS ANTERIORMENTE SÃO MENCIONADOS.

Gostei mais do que pensei que fosse gostar.

Amante Meu, oitavo livro da série Irmandade da Adaga Negra foi uma daquelas leituras as quais eu estava protelando ao máximo para começar. Eu queria continuar a série, mas só de pensar que teria que ler um livro (de 607 páginas!) só com o John e a Xhex já me batia um desânimo.

Mas eis que veio o carnaval- eu criei coragem!

Eu até gostava do John nos primeiros livros; simpatizava com ele. Porém, foi só ele ficar de paixonite aguda pela Xhex que, de repente, se transformou num chato de galocha. Tá certo, desde a morte de Wellsie, o lado Emo de John já estava super aflorado, mas ele não estava tão chato. E, honestamente, a Xhex...bem, eu não simpatizo com ela.

Claro que a série é mais voltada para os personagens masculinos e existem muitas falhas na caracterização das “mocinhas” mas eu simpatizo com elas ( e olha que sou cricri com mocinhas!). Até da Marissa eu gosto, e mesmo a Doutora Jane, fantasminha Camarada, eu gosto (afinal, não é culpa da personagem se a autora fez uma lambança no final de Amante Liberto, né?).

Eu sempre achei Xhex chata e isto dela ser a super phodona e com passado sombrio um pouco forçado demais. Ela e John, na minha humilde opinião, são simplesmente boring! Isto não quer dizer que eu fiquei feliz ou indiferente por com tudo o que ela passou neste livro. E por mais paradoxal que isso possa parecer senti pena da personagem. Ninguém merece o que lhe acontece, e cena em John entra no cativeiro e não consegue vê-la mas ela sim é bastante tocante.

Neste momento eu quase senti uma total conexão com o casal.

Apesar de não ser fã de John e Xhex, não há como negar que Amante Meu é a continuação de de um relacionamento que já vinha acontecendo desde os livros anteriores; não é algo que ocorre do nada, uma paixão avassaladora sem conteúdo ou explicação. Os sentimentos e o desenvolvimento destes são e foram explorados pela autora- e por mais que eu não goste do casal, não há como não louvar isso.

Porém, independentemente d’ eu gostar ou não do casal protagonista, para mim, o ponto baixo do livro foi o excesso de tramas paralelas (e muito pouco dos Irmãos!) e a parte da galera do mal. Ao meu ver, a autora peca um pouco neste quesito. Em termos de “maldade” Lash pode até ter ganho alguns pontos, mas achei que tudo se resolve muito rápido. Faltou um maior desenvolvimento, sem contar que achei tudo meio chato e pouco instigante.

Por outro lado, o livro trás revelações bem interessantes e é possível notar o início da mudança na saga. Novos caminhos. Além disso, tem uma certa personagem feminina com a qual a Xhex poderia ter uma conversinha: ser phoda e simpática ao mesmo tempo #TeamPayne

Amante Meu não foi o meu livro favorito da série, mas também esteve longe de ser aquela bomba que eu estava imaginando. Apesar das 607 páginas, foi uma leitura rápida e instigante, cheia de pequenas (ou não tão pequenas) surpresas.



Vale a Pena a Leitura. IAN sempre vale a pena!



E não se esqueçam, a série Irmandade da Adaga Negra deve ser lida NA ORDEM!




A Série
Livro 1- Amante Sombrio (Dark Lover)
Livro 2- Amante Eterno (Lover Eternal )
Livro 3- Amante Desperto(Lover Awakened )
Livro 4- Amante Revelado(Lover Revealed )
Livro 5- Amante Liberto (Lover Unbound )
Livro 6- Amante Consagrado ( Lover Enshrined)
Livro 6.5- Father Mine: Zsadist and Bella's Story - Publicada no Guia Oficial como “faixa bônus” .
Livro 7- Amante Vingado (Lover Avenged )
Livro 8- Amante Meu (Lover Mine)
Livro 9- Amante Libertada Lover Unleashed
Livro 10- Amante Renascido (Lover Reborn) -
Livro 11- Amante Finalmente (Lover at Last)
Livro 12- O Rei (The King)
Livro 13- The Shadows

A série ainda conta com um Guia Oficial, escrito pela própria autora.

E notícias quentíssimas: Dona Ward prepara uma espécie de spin-off de IAN focalizado só nos Irmãos originais. A nova série se chamará Black Dagger Legacy e o primeiro livro, Bloody Kiss, tem previsão de lançamento para o final deste ano (2015).

Título Original: Lover Mine
Autor: J. R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Série: Irmandade Da Adaga negra (IAN)- Livro 8
Gênero: Fantasia
Sub-Gênero/Assunto: Romance Contemporâneo, Abuso, Vampiros, Paranormal
Período: Atual. Caldwell, EUA.

Outras Capas


3.5/5

Reações: