quarta-feira, fevereiro 18, 2015

[Resenha] O Símbolo Perdido - Dan Brown

" Em O Símbolo Perdido, o célebre professor de Harvard é convidado às pressas por seu amigo e mentor Peter Solomon - eminente maçom e filantropo - a dar uma palestra no Capitólio dos Estados Unidos. Ao chegar lá, descobre que caiu numa armadilha. Não há palestra nenhuma. Solomon está desaparecido e, ao que tudo indica, correndo grande perigo.

Mal'akh, o sequestrador, acredita que os fundadores de Washington, a maioria deles mestres maçons, esconderam na cidade um tesouro capaz de dar poderes sobre-humanos a quem o encontrasse. E está convencido de que Langdon é a única pessoa que pode localizá-lo.

Vendo que essa é sua única chance de salvar Solomon, o simbologista se lança numa corrida alucinada pelos principais pontos da capital americana: o Capitólio, a Biblioteca do Congresso, a Catedral Nacional e o Centro de Apoio dos Museus Smithsonian.

Neste labirinto de verdades ocultas, códigos maçônicos e símbolos escondidos, Langdon conta com a ajuda de Katherine, irmã de Peter e renomada cientista que investiga o poder que a mente humana tem de influenciar o mundo físico.

O tempo está contra eles. E muitas outras pessoas parecem envolvidas nesta trama que ameaça a segurança nacional, entre elas Inoue Sato, autoridade máxima do Escritório de Segurança da CIA, e Warren Bellamy, responsável pela administração do Capitólio. Como Langdon já aprendeu em suas outras aventuras, quando se trata de segredos e poder, nunca se pode dizer ao certo de que lado cada um está. "






Dan Brown suscita paixões e discussões acaloradas. Uns adoraram, outras o consideram praticamente um ser com a alma vendida pro demo. Estou no meio termo. Eu acho suas obras interessantes, divertidas. E só.

Entretenimento.
Apenas isso. Obviamente ele sabe colocar a pulga atrás da orelha do leitor, afinal suas obras sempre falam sobre sociedades secretas, misticismo e religião, mas, sinceramente, aí e que está o poder da escrita.
O Símbolo Secreto é mais uma aventura do professor Robert Langdon envolvendo uma vez sobre seita “secreta” (no caso, a Maçonaria) e a eminência da revelação de um segredo secular. Sim, se você leu O Código Da Vinci, ou só assistiu ao filme, vai encontrar uma grande similaridade nas duas tramas.

De fato, O Símbolo Secreto começa muito parecido com o Código. Alguns planos sequencias nesse início são realmente similares e é com certa frustração que eu podia até me antecipar à trama. Não é um começo de livro muito auspicioso, sendo um pouco parado quase monótono, com muitas explicações sobre as construções de Washington e a maçonaria. Eram explicações essenciais para a história, mas que naquele momento se mostraram cansativas.

Todavia, em determinado ponto, o livro de todas as amarras e finalmente encontrou um ritmo adequado. A ação entrou em jogo e o suspense se fez mais presente na trama. Por mais que as questões de símbolos e códigos a serem decifrados fosse deveras importante, havia muito mais sobre a superfície. E quando a gente, como leitor, começa a perceber isso, o livro fica muito mais interessante.

O Símbolo Secreto é o que os americanos chamam de “leitura de verão”; um ótimo livro para desestressar e quem sabe, discutir “as teorias” com os amigos no barzinho depois da praia. Não se deve levar muito a sério, mas que diverte, diverte.

Vale a Pena a Leitura.

A Série:
Apesar de serem histórias independentes, é recomendado ler os livros na ordem certa!

Livro 1- Anjos e Demônios
Livro 2- Código Da Vinci
Livro 3- O Símbolo Perdido
Livro 4- Inferno


Título Original: The Lost Symbol
Autor: Dan Brown
Editora: Sextante
Série: Robert Langdon- Livro 3
Gênero: Thriller
Sub-Gênero/Assunto: Suspense, Crime e Mistério
Período: Atual. Washington, EUA.
Outra Capa:



3.5/5

Reações: