quarta-feira, maio 27, 2015

[Resenha] O Chamado do Cuco - Robert Galbraith


“Quando uma perturbada modelo despenca para a morte de uma varanda coberta de neve, fica assumido que ela cometera suicídio. Entretanto, seu irmão tem suas dúvidas e telefona um detetive particular, Cormoran Strike, para investigar o caso.

Strike é um veterano de guerra – ferido física e psicologicamente – e sua vida está uma bagunça. O caso lhe fornece uma salvação financeira, porém com um custo pessoal: quanto mais ele se aprofunda no complexo mundo da jovem modelo, mais sombrias as coisas vão se tornando – e mais perto ele fica do terrível perigo...
Um elegante e dominante mistério mergulhado na atmosfera de Londres – desde as silenciosas ruas de Mayfair aos bares clandestinos de East End até a agitação de Soho .”



Muito bom.
Sejamos sinceros, a primeira coisa que se falou- ou se pensa- a respeito de O Chamado do Cuco é que é um romance policial escrito pela autora da série Harry Potter. Mesmo que J.K. Rowling use um pseudônimo desta vez, a curiosidade (e associação) é quase que imediata.

Talvez por isso seja bom ir logo avisando que, neste livro, não serão encontrados bruxos, duendes ou animagos. O Chamado do Cuco é um romance policial em estilo clássico, bastante semelhante (em estilo) com autores como Agatha Christie. Mas se no conteúdo, o livro não tem nada a ver com Harry Potter, pude perceber algumas similaridades em relação à forma.

Longas descrições e uso corrente de adjetivações parecem ser marca da autora.
Como (quase) todo romance policial, O Chamado do Cuco começa com uma morte. Suspeita. Uma topmodel comete um aparente suicídio, porém seu irmão de criação não estando convencido disso, contrata um antigo colega de infância, e agora detetive particular, para investigar o caso.

Cormoran Strike é um deleite para fãs de histórias de detetives; assim com Poirot ou Sherlock, ele tem características bem específicas e inconfundíveis. Ex-militar, Strike perdeu uma perna no Afeganistão e acaba de ser “convidado a se retirar” de casa pela companheira. Não bastasse isso, sua situação financeira não está nada bem, e o fato de ser filho bastardo de um astro do rock não contribui em nada.
Quando ele recebe o caso da morte da modelo, seu primeiro pensamento é não aceitar. A hipótese de suicídio era a mais plausível, porém o dinheiro a ser ganho era muito bom para ser ignorado e, de uma forma ou outra, ele conhecia a parte envolvida.
Auxiliado por Robin, a nova secretária temporária, ele parte para a investigação- sem muitas esperanças de descobrir algo. O que Strike não contava era que ele acaba descobrindo detalhes muito importantes e que Robin, a temporária, iria ser uma ótima companheira de investigação.

A jovem secretária, para desespero do noivo, acaba ficando empolgadíssima com o fato de estar ajudando a investigar um crime.

Como eu havia mencionado no início, O Chamado do Cuco segue a linha do romance policial clássico, linear, aonde os detalhes vão sendo descobertos aos poucos e os personagens vão criando importância atráves do desenvolver da trama. É um livro mais pausado, bastante centrado na figura de Strike, o detetive. Eu particularmente, aprecio bastante o estilo, mas é uma questão de gosto. O leitor mais acostumado com romances policiais mais rápidos, ligeiros, como os de James Patterson, ou até mesmo Harlan Coben podem estranhar. Especialmente no início. Apesar de ter gostado bastante do livro, achei que a autora se estendeu um pouco demais no começo. A leitura ficou um pouco maçante.

Porém, se o início tem alguns tropeços, a partir da segunda parte, o livro toma um novo folêgo, se transformando rapidamente naquele tipo de leitura que é quase impossível largar. A autora soube equilibrar o caso policial e as questões psicológicas e pessoais dos personagens. Cormoran é um personagem único, cheio de nuances, imperfeito. A interação dele com Robin é ótima, dá uma dinâmica ótima à história.

Além disso, é apresentado um lado mais nebuloso da vida das modelos e celebridades.

O final não é totalmente inesperado, mas é plausível e faz sentido. Ao final da leitura as revelações fazem sentido e os não são deixados pontos soltos.

Para quem gosta de um bom romance policial, é uma ótima leitura.

Recomendo!

Série:

Livro 1- O Chamado do Cuco
Livro 2- O Bicho da Seda
Livro 3- Vocação para o mal


Título Original: The Cucko´s calling
Autor: Robert Galbraith, J.K. Rowling
Editora: Rocco
Série: Cormoran Strike – Livro 1
Gênero: Romance Policial
Sub-Gênero/Assunto: Crime e Mistério, Detetives,
Período: Atual. Londres, Inglaterra.

Capa Original:


4/5

Reações: