quarta-feira, novembro 11, 2015

[Resenha] Uma Noite para Se Entregar - Tessa Dare


“Spindle Cove é o destino de certos tipos de jovens mulheres: bem-nascidas, delicadas, tímidas, que não se adaptaram ao casamento ou que se desencantaram com ele, ou então as que se encantaram demais com o homem errado. Susanna Finch, a linda e extremamente inteligente filha única do Conselheiro Real, Sir Lewis Finch, é a anfitriã da vila. Ela lidera as jovens que lá vivem, defendendo-as com unhas e dentes, pois tem o compromisso de transformá-las em grandes mulheres descobrindo e desenvolvendo seus talentos.

O lugar é bastante pacato, até o dia em que chega o tenente-coronel do Exército Britânico, Victor Bramwell. O forte homem viu sua vida despedaçar-se quando uma bala de chumbo atravessou seu joelho enquanto defendia a Inglaterra na guerra contra Napoleão. Como sabe que Sir Lewis Finch é o único que pode devolver seu comando, vai pedir sua ajuda. Porém, em vez disso, ganha um título não solicitado de lorde, um castelo que não queria, e a missão de reunir doze homens da região, equipá-los, armá-los e treiná-los para estabelecer uma milícia respeitável.

Susanna não quer aquele homem invadindo sua tranquila vida, mas Bramwell não está disposto a desistir de conseguir o que deseja. Então os dois se preparam para se enfrentar e iniciar uma intensa batalha! O que ambos não imaginam é que a mesma força que os repele pode se transformar em uma atração incontrolável.".



Ah, como é bom ver que as editoras brasileiras estão finalmente dando espaço para os Romances Históricos Românticos.

Confesso que até pouco tempo havia lido bem poucos livros da Editora Gutenberg, mas agora que ela resolveu investir neste gênero já se tornou uma das minhas favoritas.
Sem contar que trouxe (finalmente) Tessa Dare para terras tupiniquins. Uma Noite Para se entregar não foi o primeiro livro que li da autora mas será a minha primeira resenha de um livro dela aqui no blog.

O livro, devo ser sincera, não está entre os meus favoritos mas é entretenimento e diversão de primeira qualidade.

Uma Noite Para Se Entregar fala do amor, ou seria melhor dizer, relação de “amor e ódio” entre Suzannah Finch e Victor Bramwell. Os dois são aprentemente dois opostos mas se olharmos mais de perto veremos que são bem parecidos. Determinados. Isso para não dizer cabeças-duras.

Suzannah é a filha única de um importante conselheiro real e vive com o pai em um distante vilarejo. Tudo o que ela quer é sossego. Tanto para ela quanto para as jovens de boa família que veem passar uma temporada no local. É basicamente um lugar só de mulheres; mulheres que, por algum motivo, eram “inadequadas ” para a sociedade inglesa.
A vida de Suzannah estava calma e tranquila (alguns poderiam dizer até monótona) até... a chegada do Tenente-Coronel Bramwell. Bramwell é um homem forte e destemido, porém, ferido. Com o joelho destruído, ele sabe que seus dias como comandante acabaram. Tendo vivido a vida toda para o exército, aquilo para ele é a morte. Porém, por umas dessas brincadeiras do destino, ele acaba recendo um título da nobreza, um castelo em ruínas e uma missão: formar uma milícia com os parcos ( e totalmente despreparados) homens daquele vilarejo.

Claro que Suzannah irá detestar a ideia. Mas não havia muito o que fazer, né? Então, só restava a ela impedir que Bramwell e seus homens atrapalhassem- ainda mais- a paz dela e de suas meninas.

Quando comecei a ler o livro, o enredo não havia sido uma coisa que tinha me impressionado ou chamado a atenção, mas como tantos outros livros românticos, o que me prendeu realmente na leitura foram os personagens- e as situações. E o livro é cheio delas. Com uma base bem definida, a autora vai tecendo uma série de pequenos acontecimentos, situações e momentos. Suzannah e Bramwell são o foco principal, obviamente, mas eles são cercado por personagens e situações que que torna tudo mais interessante.

Os dois são dois personagens fortes, marcados, cada ao seu modo, pela vida e que tentam a todo custo não se deixar revelar. Analisando friamente, são duas pessoas tristes, quase que implorando por um momento de felicidade mas ao mesmo tempo conscientes das próprias limitações. Falando assim, parece até que o livro é o dramalhão só, mas aí é que está o toque da autora. Mesmo em momentos melancólicos, o toque da ironia e do humor está presente. Seja nos diálogos, seja nas sitauções. Além disso, o livro é recheado de coadjuvantes maravilhosos. Cada um deles tem um importância na trama e durante a leitura, a gente se querendo saber sobre todos. Um exemplo é a ovelha chamada...Jantar!

Misturando romance, um pouco de drama e um toque de humor, a autora nos brindou com um história envolvente e dinâmica. Uma Noite Para se Entregar é um livro totalmente despretensioso e que cumpre- e muito bem- o seu papel de entreter e de deixar nosso coração mais leve e com uma vontadinha de quero mais.


Claro que eu recomendo!


Série:
Livro 1- Uma Noite Para se entregar
Livro 1,5- Once Upon a Winter's Eve (short Story)
Livro 2- Uma Semana Para se perder
Livro 3- A Dama da Noite
Livro 3.5-Beauty and the Blacksmith
Livro 4-Any Duchess Will Do
Livro 4.5-Lord Dashwood Missed - expectativa de publicação 2016
Livro 5-Do You Want to Start a Scandal- expectativa de publicação 2016


Título Original: A night to surrender
Autor: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Série Spindle Cove- Livro 1
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Amor e Ódio,
Período: Regência. Inglaterra

Outras Capas

4/5

 photo Thais1_zpssfusghrx.gif

Reações: