domingo, outubro 04, 2009

Triologia Sarah's Child, de Linda Howard (Chick Lit)



Triologia Sarah’s Child, de Linda Howard
Coração Eterno /Segundas Oportunidades (Rome & Sarah)
Quase Para Sempre (Max & Claire)
Primavera no Verão (Derek & Kathleen)



Título Original: Sarah’s Child, Almost Forever, Bluebird Winter
Autor: Linda Howard
Editora: Halerquin
Colecão: Halerquin Rainhas do Romance
Série: Triologia Sarah’s Child
Gênero: Romance
Sub-Gênero/Assunto(s): Romance Contemporâneo, Casamento de Conveniência, Gravidez, Segunda Chance
Período: EUA, Dias Atuais

Sinopses:

Livro 1: Coração Eterno 
(também conhecido como Segundas Oportunidades)
     (2/5)



Quando uma tragédia súbita mata sua esposa juntamente com seu filho, Roma Mathews fica devastado, até que a amiga de sua esposa Sarah Harper ajuda a juntar os pedaços . Quando eles se apaixonam, se casam, a felicidade está de volta, exceto que Roma não quer saber de crianças. O que ele não sabe é que Sarah que sempre foi apaixonada por ele, durante anos, e que está grávida. Agora, Sarah tem de escolher entre o homem que ama e que a criança para que ela anseia.



Livro 2: Quase Para Sempre (3/5)



Depois de um casamento desfeito Claire não deixou nenhum homem se aproximar o bastante.. A Claire Westerbrook resultava muito difícil de acreditar que Max Conroy estivesse realmente interessado por ela. Justo então foi quando descobriu que efetivamente ele não estava, só queria conseguir informação sobre o chefe de Claire. Max estava estudando a empresa com a intenção de absorvê-la e tinha chegado à conclusão de que a maneira mais rápida era através de Claire.Então planejou seduzi-la para consegui essas informações. Depois disso, ela não quis saber nada de um homem que era capaz de enganá-la sem o mínimo remorso. Embora Max não estivesse disposto a partir de Houston sem conseguir tudo o que desejava... E isso incluía a Claire...




Livro 3: Primavera no Coração (3.5/5)




Kathleen Fields, grávida e só durante um temporal no dia de Natal, tinha que chegar à clínica, mas uma forte nevasca a surpreendeu. Não tinha esperanças de salvar sua vida... nem a de seu filho ainda por nascer. Então apareceu Derek e juntos trouxeram ao mundo o filho de Kathleen... e descobriram o amor.




***


A primeira coisa que eu me sinto na obrigação de dizer sobre esta triologia é: leia a triologia até o fim, apesar do primeiro livro. Porquê? Simplesmente porque o primeiro livro é, em minha opinião um insulto a qualquer mulher. Fico admirada que Linda Howard tenha escrito um ‘herói’ tão mesquinho e cruel e uma dita “mocinha” com tão pouco amor próprio. Entendo os motivos dele para não querer ter filhos mas as coisas que ele diz (e faz!) são inconcebíveis. E o pior de tudo é a atitute apaziguadora, de sofredora solitária de Sarah.
Então, por que ler o livro? Por que ele se faz necessário para ler os dois volumes seguintes. Especialmente o terceiro, que se passa alguns anos depois (Derek é um pré-adolescente no primeiro livro)
No segundo livro temos a história de Max, melhor amigo de Rome. Claro que no começo do livro ele não é a melhor pessoa do mundo mas existe a redenção e nós sentimos- sabemos- que ele está arrependido e verdadeiramente ama Claire. E o melhor de tudo: Claire não é uma banana que irá perdoar tudo facilmente...Ás vezes é bom ver o homem sofrendo um pouco, né? :P

O terceiro livro, meu favorito, conta a história de Derek e Kathleen. Ao contrário de Rome e Max, o Dr. Derek aparentemente não tem defeitos (não que ele seja um bobão; apenas não cruel ou cafajeste). Aliás ele parece saído de um daqueles romances históricos de Carolyn Davidson. Claro que esta terceira e última parte tem algumas partes difíceis de engolir como o casamento (eles se conheciam há no máximo 48 horas...) mas se você encarar tudo como um conto de fadas moderno e nem um pouco realista, a diversão é garantida.
Este é um daqueles livros para serem lidos durante uma tarde chuvosa.
Boa Leitura!

Reações: