segunda-feira, abril 04, 2011

Mesa Para Cinco, de Susan Wiggs

Em 'Mesa para Cinco', o leitor é levado por uma jornada inesquecível...

Título Original: Table for Five
Autor: Susan Wiggs
Editora: Bertrand
Gênero: Romance Contemporâneo
Sub-Gênero/Assunto: Família, Morte, Segunda Chance, Crianças,Esportistas
Período: Atual

Sinopse:
Professora talentosa, Lily Robinson adora seus alunos, embora seja uma defensora ferrenha do seu estilo de vida independente. No fundo, teme entregar-se ao amor, sob o risco de sair ferida. Mas uma tragédia que deixa três crianças órfãs faz com que ela se aproxime de Sean Maguire, ao lado de quem terá a possibilidade de vislumbrar um futuro.

Em 'Mesa para Cinco', o leitor é levado por uma jornada inesquecível, na qual a autora explora o verdadeiro significado da vida familiar. Sean Maguire é um homem sem raízes, acostumado a viver à sombra do irmão, Derek, golfista consagrado. Mesmo tendo traçado o próprio caminho e agido de acordo com as próprias regras, tudo muda numa noite de abril, quando um acidente fatal de carro deixa órfãos os filhos de Derek e Crystal. Da noite para o dia, Sean vê-se no papel de tutor. Sean e Lily, a melhor amiga de Crystal, encontram-se no desenrolar dessa tragédia, unidos pelo sofrimento e pelo amor mútuo por essas crianças. Mas educar três crianças é um trabalho monumental, e Sean percebe que tem diante de si um encargo além de sua capacidade.

Os altos e baixos do amor e da vida familiar podem ser uma volta numa montanha-russa - excitante, imprevisível e aterrorizante, mas, ainda assim, repleta de um prazer indescritível. Em Mesa para Cinco, Susan Wiggs mostra que surpresas e riscos podem valer a pena, trazendo um futuro cheio de esperança, felicidade e certeza de que a crença no amor é a melhor de todas as escolhas 







Mesa para Cinco é um livro para aquecer corações.

O livro nos mostra como tudo na vida pode ser efêmero, como nada é certo. A estória começa de forma trágica: um casal, Derek e Crystal, morre deixando órfãs três crianças. No testamento está estipulado que o tutor, guardião das crianças será Sean, irmão mais novo- e solteiro- de Derek. Todavia, Crystal havia mencionado o desejo de deixar a guarda para Lily, sua melhor amiga. Contudo, não houve tempo de mudar o testamento.

Porém, mesmo não sendo a guardiã oficial das crianças, Lily passa a ajudar Sean nesta nova empreitada.
*

O livro começa um pouco devagar. Em certos momentos, tive a impressão de que a estória parecia não ir a lugar nenhum. Era como se ‘faltasse’ algo. Contudo, ao decorrer das páginas, começamos a nos sentir cada vez mais envolvidos pelo drama familiar.

Mesa para Cinco é mais um drama do que um romance romântico propriamente dito. Não, que não exista romance- sim, ele está lá, nas entrelinhas , na atração que vai surgindo lentamente entre Lily e Sean- mas o foco principal é a relação de Sean e Lily com os três órfãos e a maneira como todos lidam com a tragédia e a vida que segue.

A parte romântica da estória vai se intensificar ao final do livro- a partir do momento em que a atração e o amor entre Sean e Lily crescem de forma quase insustentável. O romance demora um pouco a acontecer mais quando finalmente acontece, é de maneira bela e delicada.

O livro é de leitura fácil e rápida, sem muitas divagações ou descrições mais demoradas. Isso é bom e ruim. Se por um lado torna a leitura mais dinâmica, por outro, algumas situações soam um pouco simplistas demais. Um exemplo é a relação de Sean com a menorzinha, Ashley. Para um solteiro, sem a mínima experiência com bebês ele praticamente não enfrentou nenhuma dificuldade em cuidar da bebê.

Personagens
Os personagens, de forma geral, são bens retratados pela autora. Ninguém é descrito como totalmente perfeito ou falho. Todos são essencialmente humanos.

Sean é o típico esportista bonitão que nunca havia pensado em formar uma família até que se vê naquela situação, tendo que criar os três sobrinhos. Ele tem consciência de que não é perfeito, de cometeu e cometerá muitos erros mas mesmo assim está disposto a mudar de vida, a crescer e assim ser para os sobrinhos o que mais próximo do que um pai seria.

Cameron é o filho mais velho, adolescente. Ele enfrenta a morte dos pais com raiva- e acaba cometendo atos estúpidos. Contudo, ele nunca é representado como um adolescentezinho mala sem-alça.

Charlie é a filha do meio, de 8 anos, e a mais sensível da família. Desde antes da morte dos pais ela vem enfrentando sérios problemas de aprendizagem- fato que pode haver um motivo.

Ashley é a caçula de dois anos. Fofa demais!

Lily é a professora de Charlie e melhor amiga de Crystal. Pessoalmente, achei Lily a personagem mais fraca da estória. Bem, não diria fraca mas chata. Ela é muito certinha, mente fechada- tudo tem que ser e estar de acordo com o que ‘ela’ acredita ou então está errado. Provavelmente, a autora queria uma personagem que contrapusesse o estilo mais ‘solto’ de Sean mas em alguns momentos, a personalidade de Lily beira ao insuportável. Apesar disso, o casal Lily e Sean tem química. Sim, ela é chata mas ele é tão charmoso supre qualquer defeito que ela tenha.
*
Mesa para Cinco não é um livro perfeito mas é o tipo de estória que nos deixa com o coração mais leve. E  que ao final da última linha , terminamos a leitura com um sorriso no rosto.

Recomendo

Outras Capas:




EXTRAS

Site da Autora: http://www.susanwiggs.com/
Facebook FanPage http://www.facebook.com/susanwiggs
Twitter: http://twitter.com/susanwiggs

Cotação:

4/5

Reações: