quarta-feira, maio 25, 2011

Jessie, de Ruth Langan [Texas/Familia Conway]

Título Original: Texas Heart
Autor: Ruth Langan
Editora: Nova Cultural
Coleção: Clássicos da Literatura Romântica
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Romance de Estrada, Família,
Período: Velho Oeste Americano
Série: Texas / Familia Conway

Como a Sinopse na edição brasileira tem um SPOILER do tamanho do Texas, e que além de tudo dá uma impressão errado sobre o que se trata a estória, resolvi colocar aqui a sinopse original. Agora me digam, o que faz uma editora revelar um dos mistérios de um livro já na quarta capa? Se você quiser ler a sinopse ‘brasileira’ basta dar uma olhadinha no Skoob.

Bad Company

Jessie Conway's family always came first. She would brave anything to find her father--even the likes of a man she thought a dangerous gunslinger.

Cole Matthews was on the trail of a cold-blooded murderer. The last thing he needed was the responsibility of watching out for the obstinate Jessie and her brothers. But as the unlikely foursome faced one danger after another, Cole found himself making excuses not to leave. For Jessie had touched a part of him he had thought long dead and laid claim to his lonesome Texas heart.

Má companhia

A família de Jessie Conway sempre vinha em primeiro lugar. Ela enfrentaria corajosamente qualquer coisa para encontrar seu pai — até mesmo as vontades de um homem que ela pensava ser um perigoso pistoleiro.

Cole Matthews estava no rastro de um assassino sangue-frio. A última coisa que ele precisava era a responsabilidade de tomar conta da obstinada Jessie e seus irmãos. Porém, a medida que o improvável quarteto encarava um perigo após o outro, Cole se encontrou criando desculpas para não ir embora. Pois Jessie tocara uma parte dele que pensava estar morta há muito tempo e reivindicou seu solitário coração texano.








Jessie é o primeiro livro da trilogia Texas que conta a desventuras dos irmãos Conway, Jessie, Dan e Thad. Neste primeiro livro, Jessie é uma jovem de 17 anos, órfã de mãe que cuida dos dois irmãos menores, Danny e Thad, 14 e 7 anos, respectivamente, enquanto espera a volta do pai (que havia partido em uma caravana em direção ao Kansas em busca de sorte e fortuna). Quando ela percebe que o pai está demorando muito a voltar, Jessie, resolve ir ao seu encontro- nem que para isso tenha que atravessar o Texas sozinha.

À princípio ela vai sozinha mas depois os dois irmãos vão a seu encontro. Porém. Antes, dos irmãos, ela encontra outro companheiro de viagem: Cole, um homem misterioso e perigoso que não hesita em usar a arma.

O livro é um Road book ou um romance de estrada ; basicamente é sobre essa viagem, sobre os perigos do caminho, a transformação dos dois irmãos menores, mas principalmente sobre o amor que vai surgindo entre Cole e Jessie.

Jessie por vezes tem um ritmo lento mas em nenhum momento é chato. A atração entre Jessie e Cole é crescente mas a autora não se utiliza de cenas de sexo gratuito. E quando, ele, o seco, acontece, é mostrado de forma romântica, bela. Tudo acontece dentro de um certo compasso. Gostei muito que as coisas não ocorrem de maneira apressada- tudo vai simplesmente acontecendo à medida que eles prosseguem na viagem.

Mais que somente um romance de amor, este também é um livro de aventura. Não existe um momento ‘parado’ na estória, a cada momento algo novo vai surgindo e é muito interessante notar que não só a paisagem vai se modificando como também os próprios personagens.

A escrita é boa, com descrições na medida certa. No começo do livro, achei o tom um pouco ‘forçado’ demais (veja trecho abaixo) , quase ridículo mas após algumas páginas a leitura melhora e muito. Ruth Langan sabe com certeza utilizar-se de uma estória simples sem parecer banal.

”Meu nome é Navalha pois gosto de deixar a minha marca gravada na carne das mulheres que possuo.”
Muita canastrice, não acham? Mas o livro também partes adoráveis:

"Apesar do calor do fogo, ele tremia só de pensar em como pudera despejar sua raiva sobre a menina. Como esquecera? Tencionava abandoná-los na noite em que fora atingido, planejando escapar na surdina antes das primeiras luzes do amanhecer, deixando-os à mercê da própria sorte. E agora eles estavam pos¬tergando seus próprios planos para cuidar dele.

Como poderia retribuir tal sacrifício? Fumou o cigarro até que não conseguiu segurá-lo mais entre os dedos, jogando-o fora. Franziu a testa, imerso em seus pensamentos. Recusava-se a se deixar coagir pela culpa, carregando consigo uma mulherzinha e dois garotos idiotas ao longo do caminho. Ele os acompanha¬ria até a cidade mais próxima e ali os deixaria. E deslizaria, sem que o advertissem, alguns dólares na algibeira de Jessie. Pronto, isso seria suficiente. Especialmente se, com tal atitude, eles se vis¬sem forçados a voltar para casa, escolhendo a única alternativa sensata possível".



"Por que ele hesitava? Por que prolongava a agonia quando a única coisa que ela desejava era o sabor de seus lábios?
Perplexa, olhou para a expressão estranha do rosto de Cole. Estaria sentindo raiva ou desdém? Ou desejo? O pensamento deixou-a aturdida e cambaleante. Desejo. Era o mesmo desejo que corria em suas veias."


Jessie com seus momentos de aventura, romance e é até tristeza é uma agradável leitura. Uma graça de livro.
********************
A Série:
Texas / Familia Conway
Jessie (Texas Heart)- Jessie Conway
Texas Healer- Inédito no Brasi -difícil de ser encontrado até mesmo em Inglês (ainda estou procurando)- Danny Conway
O Herói do Texas (Texas Hero)- Thad Conway - Leia minha resenha AQUI

*******
A Edição
Infelizmente, apesar da estória ser uma graça não posso dizer o mesmo sobre a edição. Existem passagens no livros que parecem ter simplesmente cortadas. Além do que gostaria de saber por que usaram tanto a palavra sleeping. Custava traduzir logo pra sacos de dormir?

Capa Original:





Cotação:
3.5/5

Reações: