terça-feira, outubro 16, 2012

Beije-me Antes de Morrer, de Allison Brennan





Vejam só como são as coisas, bem na semana quando eu tinha finalmente decido ler a continuação de Se Eu Morrer Antes de Você, fico sabendo que a Universo dos Livros finalmente havia decidido lançá-lo. A primeira coisa a ser dita a respeito desse segundo livro da série Lucy Kincaid é que, apesar de ser uma estória independente (com início-meio-fim) ele tem SPOILERS ENORMES da outra trama.




Parecia bem típico: uma adolescente fugiu de casa para curtir uma festa, como fazia todos os fins de semana. O problema é que, dessa vez, ela não voltou. Enquanto isso, um serial killer apelidado de Estrangulador de Cinderelas, frequentador assíduo das festas mais undergrounds de Nova York, está se aproveitando da vulnerabilidade de mulheres drogadas. Já são três vítimas friamente assassinadas. A agente do FBI Suzanne Madeaux está na caça desse assassino, e o investigador particular Sean Rogan está tentando encontrar a garota desaparecida. Para isso, ele conta com a ajuda de sua namorada, Lucy Kincaid. Atormentada por lembranças cruéis, Lucy está determinada a impedir que mais inocentes se deparem com o destino do qual ela mesma escapou por pouco. Sondando a psique distorcida de um assassino desumano, ela precisa confrontar os próprios medos – mesmo que isso ponha em risco o futuro emprego no FBI e a felicidade ao lado de Sean.



Título Original: Kiss Me, Kill Me
Autor: Allison Brennan
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Suspense Romântico
Coleção: -
Série: Lucy Kincaid- Livro 2
Sub-Gênero/Assunto: Romance Contemporâneo, Serial Killer, Crime e Mistério
Período: Contemporâneo. Nova York, EUA.






Beije-me antes de morrer começa algumas semanas após o final de Se Eu Morrer Antes de Vocês e Lucy e Sean estão cada vez mais sérios em seu relacionamento. Lucy está na expectativa de ser aceita na Academia do FBI e quando as coisas parecem não sair exatamente como o esperado, ela aceita ajudar Sean em um caso de desaparecimento.

Investigar desaparecimentos, principalmente de adolescentes, não é exatamente a linha de trabalho de Sean, mas como a vítima é uma prima por afinidade, ele se vê na obrigação de ajudar. Durante esse início de investigações, Sean e Lucy, acabam se deparando com um site de sexo online e outros aspectos da vida da desaparecida que acaba os levando à Nova Iorque. E é em Nova Iorque que eles descobrem que o “simples”caso de desaparecimento pode ter relação com uma série de crimes cometidos por um Serial Killer apelidado de Estrangulador de Cinderelas, pois tem como principal característica levar um pé de sapato de suas vítimas após matá-las.

Beije-me antes de morrer é um livro muito legal. Sim, é simplório dizer isso mas é a mais pura verdade. Ele não é um romance com toques de suspense, mas sim o contrário. O foco principal é a investigação criminal, mas isso não quer dizer que a autora deixa aspecto “romântico-dramático” do livro totalmente de lado.

Aliás, eu achei que o livro vai muito mais para o drama do que para o romance romântico em si. Sean e Lucy vivem sim um caso de amor, mas nada é tão fácil. Os acontecimentos do livro anterior e, principalmente, o trauma que Lucy carrega ainda estão muito presentes. O ataque e estupro de Lucy pode ter ocorrido anos atrás, mas a dor ainda está presente. Gostei como a autora mostra como não é tão simples superar algo como isso. É nesse ponto que eu sempre recomendo a leitura de Fear No Evil , que conta justamente sobre o sequestro de Lucy. Lendo aquele livro, a gente entende melhor pelo o que ela passou e os seus medos (a questão dos túneis). Lucy não é presa ao passado, mas ele está lá. E Sean também está ao lado dela, tentando confortá-la e ajudá-la o máximo que pode. Ele está cada vez mais apaixonado mas tem medo de sufocá-la. Além disso, Patrick, amigo e sócio de Sean, mas, principalmente, irmão de Lucy não está muito contente com o relacionamento dos dois. Sean é ótimo amigo e profissional, mas NÃO para ficar se agarrando com a irmã dele! Eu senti raiva de Patrick em alguns momentos. Não pela questão do ciúme, que até achei bonitinha, mas em relação à certas coisas que ele fala. Senti que existe muito coisa entre Patrick e Lucy que precisa ser discutida.

Este é o terceiro livro com a Lucy que eu leio e cada vez mais gosto do personagem. Ela é forte, mas não é daquelas em que “nada a deixa abater”; não, ela se abate sim, ela sofre- e isso a faz humana. Aliás, tanto ela quanto Sean são pessoas passíveis de erros e isso é que os torna interessantes. Nada mais chato do que mocinhas e mocinhos “perfeitos”, né?

Eu já li alguns livro da Allison Brennan e em muitos deles, ela fala sobre o perigo da internet. É interessante ver que, apesar disso, nunca parece que ela está repetindo o assunto; a questão da internet está lá, mas sempre mostrada de um modo diferente e toda a dinâmica das estórias é sempre diferente em cada livro.

Como todo (bom) livro de suspense, Beije-me antes de morrer tem um bom ritmo, o que faz com a estória flua com rapidez, mas, apesar “ligeireza” , a autora nunca abre mão dos detalhes quando estes são necessários.

A trama de mistério é um pouco óbvia. Sem falsa modéstia, dá logo para pelo menos desconfiar da identidade do vilão, mas isso não tira o prazer da leitura. A gente fica tão envolvida pelos personagens e pela própria investigação que até meio que releva isso. Sem contar que a autora faz uma sacada que eu achei genial: “deixa” uma pista que torna bastante óbvia essa identidade. Eu achei bem legal isso porque faz com que o leitor mais atento , de alguma maneira, participe da investigação. A solução simplesmente não vem “do nada” como acontece em muitos livros ( e que a gente fica pensando: como o detetive sequer desconfiou daquela pessoa? De onde saiu isso?!).

O livro conta com ótimos personagens, mas eu não vou falar muito sobre livros pra não estragar a leitura de ninguém. Teve um personagem que eu senti um carinho todo especial. Isso sem falar no Sean que está mais TDB e fófis do que nunca!

Não vou mentir , Beije-me Antes de Morrer não é um livro perfeito-maravilhoso mas ele cumpre bem o seu papel: divertir. Quem gosta de romances policiais, com certeza vai gostar. Sem contar que o romance é sempre um bônus, né?


Essa resenha foi feita de acordo com a leitura do livro no original, em inglês. Não sei dizer sobre o “estado” da revisão da edição nacional.

Recomendo!

A Série

A série Lucy Kincaid é um spin-off da série No Evil. Vou repetir mais uma vez: é BEM importante ler Fear No Evil. Não só pela trama mas para entender melhor a psique de Lucy.

Lucy Kincaid


Livro 0.5- Love Is Murder- inédito no Brasil (novella)
Livro 1-Se Eu Morrer Antes de Você (Love Me to Death) [RESENHA]
Livro 2- Beije-me antes de morrer.
Livro 3-If I should die- inédito no Brasil
Livro 4- Silenced-a ser lançado em abril de 2012
Livro 5- Stalked- previsão de lançamento: Outono (Hemisf. Norte) de 2012.
Livro 6-Stolen- previsão de lançamento: Primavera (Hemisf. Norte) de 2013.



No Evil

Livro 1- Speak No Evil - inédito no Brasil. – Carina Kincaid  [[RESENHA]]
Livro 2- See No Evil- inédito no Brasil. – Connor Kincaid  [RESENHA]
Livro 3- Fear No Evil - inédito no Brasil. – Dillon Kincaid [RESENHA]

 Quem me conhece sabe que sou totalmente contra lançarem livros fora da ordem, ou faltando números, mas, neste caso, acho que a Universo dos Livros, ou qualquer outra editora poderia lançar ao menos Fear No Evil no Brasil.

Capa Original:


Cotação:
4/5

Reações: