terça-feira, janeiro 29, 2013

O Amor é seu Destino, de Mary Burton


A Vingança era sua missão. O amor era seu dever.

Nenhuma mulher conseguira despertar um desejo tão intenso em Travis Rafferty quanto a enfermeira da guerra civil, Meredith Carter. Ainda assim, quando ele tentou escapar do campo de prisioneiros, ela o traiu. Agora, anos depois, o desejo de vingança o levava de volta ao Oeste. E desta vez, Meredith não escaparia...

Meredith precisava convencer Travis de sua inocência. Mas como poderia fazê-lo se reagia de forma tão intensa à sua proximidade? Cuidar de seus ferimentos e ficar com ele era a única maneira de provar que jamais seria capaz de trai-lo, pois, se fizesse isso, estaria traindo seu próprio coração..




Gostei bastante deste livro que escolhi como reserva para a Maratona de Banca (Minha Lista)deste mês (o tema era “a palavra amor no título”. Não foi uma leitura incrível nem este livro se tornou um favorito, como Aposta no Amor, mas agradou bastante.
Particularmente, eu gosto bastante das estórias que se passam durante a Guerra Civil Americana. Geralmnete, essa estórias tem um tom mais sério e aqui não foi diferente.

O Amor é seu destino começa durante a guerra, em um campo de prisioneiros. É onde o tenente Travis Rafferty, um prisioneiro ianque, conhece a enfermeira Meredith Carter , uma simpatizante da causa sulista. Quando uma fuga é descoberta, Travis acha que foi Meredith a delatora e promete se vingar.
Anos depois, já após o final da Guerra, Travis acaba encontrando Meredith em uma pequena cidade do Texas e pretende levá-la, escoltada à Washington, para ser julgada como espiã e traidora, apesar dela jurar inocência.

É claro que nada sairá do jeito como Travis planejava. Por uma série de circunstâncias, Travis é obrigado a ficar alguns dias na casa de Meredith e, como já era de se esperar o convívio pode mudar muita coisa.

De início, Travis pode até ser considerado um parente distante de qualquer morador lá das bandas de Jacobsville. Grosseria e cabeça-durice é com ele mesmo. Ele tem uma meta e nada e ninguém o afastará dela. Porém, ao conhecer melhor Meredith, começa a perceber que nada é exatamente o que parece. O que eu gostei de Travis é que ele consegue admitir que possa estar errado. Mesmo que isso demore.
Meredith perdeu o marido na guerra e tenta viver uma vida pacata trabalhando como “ médica não oficial” em uma cidadezinha. É aquele tipo de mulher que não escolhe o caminho mais fácil. Ela quer provar que é inocente.

"Travis tentara ser nobre, e não o faria uma segunda vez. Desejava-a demais. E, percebendo que era correspondido, acariciou-lhe a boca com dedos rude, mas carinhosamente. Jamais sonhara poder tê-la de verdade entre seus braços, e queria apreciar cada fração de segundo."


O Amor é seu destino é uma bela estória sobre um amor que vai acontecendo, nascendo, apesar das improbabilidades e mostra como a guerra deixa feridas em todos os lados, sejam vencedores ou vencidos. Travis e Meredith , a primeira vista, podem parecer opostos, mas pouco a pouco a gente vai percebendo como são parecidos. Cada um à sua maneira.

Não é aquele tipo de livro com um romance arrebatador mas sim que, através de belas passagens e de uma boa estória, te faz suspirar e torcer por um final feliz.


Recomendo.

PS: O meu corretor ortográfico está de greve, por isso se você encontrar qualquer erro, por favor me avisar!



Título Original: Rafferty’s Bride
Autor: Mary Burton
Editora: Nova Cultural
Coleção: Clássicos Históricos 259
Gênero: Romance Histórico
Sub-Gênero/Assunto: Romance de Banca , Guerra Civil Americana, Vingança, Reencontro
Período: 1866, EUA. Guerra Civil Americana.




Capa Original:





Cotação:


3.5/5


Reações: