terça-feira, abril 16, 2013

Um Gosto de Esperança, de Susan Mallery



Jesse Keyes finalmente cresceu de verdade… Com um emprego fixo e mãe de um garotinho super agitado, ela agora está em uma posição muito melhor do que 5 anos atrás, quando saiu de Seattle grávida e incompreendida por quase todas as pessoas que conhecia. Mas havia chegado a hora de voltar para casa e enfrentar seus medos e culpas. Só que suas irmãs,Claire e Nicole, não parecem muito confiantes em relação à nova Jesse, adulta e responsável. Ainda por cima Matt, o pai de Gabe, deixa claro que não tem a menor intenção de vê-la novamente, apesar do forte desejo que ainda sentem quando estão próximos. Jesse está confusa, não sabe se poderá consertar os erros cometidos. Por outro lado, percebe que ainda é possível reconquistar Matt. E esse é todo o incentivo de que precisa para se animar outra vez!



Terceiro e ultimo livro da série das Irmãs Keyes, Um gosto de Esperança começa cinco anos após o fim do segundo livro, quando a mais jovem e problemática das irmãs, Jesse, vai embora de Seattle, sozinha, grávida e desacreditada. E este último capítulo da saga da irmãs das irmãs é justamente sobre o retorno de Jesse. Sobre as tentativas de fazer amendas, de recomeçar, mas, acima de tudo, de apresentar à seu filho o pai (dele).

Obviamente, não será algo fácil. Até porque Jesse magoou muita gente- e sua volta não será tão bem-vinda assim.

Um gosto de Esperança é uma espécie de Paixão melhorado. Melhor dizendo, um paixão melhor acabado. Não me levem a mal, eu adoro histórias com filhos perdidos, crianças e gravidez escondidas ou problemáticas. Gosto mesmo. E foram esses aspectos, por mais clichês que sejam, que me fizeram curtir o livro. É a pitada do mesmo que me encantou.

O problema, pra mim, foi a mocinha. É, eu sei, eu tenho uma “coisa”com mocinhas de romances mas Jesse... bem, eu não gostei dela desde o primeiro livro e, apesar dela ter sim crescido , amadurecido, a sua mudança não me convenceu. É claro que ela foi, de certa forma, acusada injustamente de muitas coisas mas, convenhamos, ela deu motivos para isso, né? Porém, o motivo, de eu não gostar da personagem nem foi isso, mas, a incapacidade dela de admitir seus próprios erros.

A transformação de Matt como o geek tímido e sem graça para milionário sarado, dissimulado e calculista é um pouco forçada, mas acho que foi condizente com o tom empregado na história. O que eu gostei no livro, e na trilogia, de modo geral, é como todo o drama se completa, o “todo” da situação. Especificamente, a “forma” como Susan Mallery conduz a história, a vida dessas três irmãs.

Por mais que eu não gostasse de Jesse, eu me senti “impelida” a saber o que iria acontecer,a torcer por um final feliz.

Além disso, não vou negar, o filhinho de Jesse e Matt é a coisa mais fofa do mundo. Impossível não se encantar com o garotinho e sua tentativa de conquistar o pai. É de arder o coração.

Um gosto de Esperança não foi o meu livro favorito da série, longe disso, porém, foi uma leitura agradável e romântica- e um ótimo final para uma trilogia muito especial. Vale muito a pena ler; ainda mais se você está em busca de história romântica e com toques de drama.

Recomendo!

Título Original: Sweet Trouble
Autor: Susan Mallery
Editora: Harlequin
Gênero: Romance Contemporâneo

Série: Irmãs Keyes
Sub-Gênero/Assunto: Reencontro, Segunda Chance, Família, Crianças, Milionários, Chick-Lit
Período: Contemporâneo. Seattle, EUA.

A Série
Série Irmãs Keyes. Todos os livros foram lançados pela Harlequin Brasil. Lembrando que a trilogia deve ser lida na ordem.

Livro 1- Um Gosto de Vida
Livro 2- Um Gosto de Amor
Livro 3- Um Gosto de Esperança


Outras Capas:


4/5

Reações: