quarta-feira, outubro 02, 2013

Dama de Espadas, de Carole Mortimer


Um segredo escandaloso! Após fugir de casa para evitar um noivado indesejado, Elizabeth Copeland precisa encontrar meios para sustentar seu disfarce como acompanhante de uma senhora da sociedade, incluindo aceitar “cuidar” do sobrinho desta. Mas, ao contrário do que imaginava, Lorde Nathaniel Thorne, conde de Osbourne, é o homem mais incrível que já conheceu.. 



Terceiro livro da Trilogia, A Dama De Espadas termina de forma correta a história das Irmãs Copeland. Não foi o meu favorito da série (que, a saber, foi o segundo), mas foi uma leitura agradável e que cumpriu o seu papel de entreter. Nada muito inesquecível, porém um bom passatempo.

Neste terceiro livro finalmente encontramos a última irmã “desaparecida” . Não que fosse muito mistério o lugar aonde ela se encontrava. Afinal desde o início, já desconfiávamos que ele ela era a nova dama de companhia da tia de Nathaniel, este justamente o melhor amigo dos mocinhos dos dois primeiros livros. É isso mesmo, três amigos para três irmãs.

Como já havia sido mencionado nos livros anteriores, Nathaniel está convalescendo na casa da tia e como Elizabeth, nossa mocinha, está lá se fazendo de dama de companhia é meio que obrigação dela cuidar do moçoilo também.

Ah, mas mesmo doente Nathaniel é do tipo nobre safadenho e quer um “nheconheco” com a empregada. Ah! Mas Betsy, como é conhecida, não é dada a esses tipos de intimidades não! E não importa se ele é o sobrinho da patroa. Afinal, ela também é uma moça de classe. Tudo bem que ele não sabe, mas isso já é outra história!

À principio, o que Nathaniel quer é mesmo só se divertir com a empregada da tia, mas aos poucos os sentimentos vão aflorando. Especialmente quando um outro homem também começa a reparar na moçoila. E, Nathaniel, apesar de saber que um casamento- ou algo mais sério- com uma simples serviçal está fora de cogitação, não consegue nem pensar no fato dela nos braços de outro.

Tudo bem que Betsy vive se fazendo de difícil, mas... como já diria o outro, “quem muito desdenha, quer comprar”.

Eu não gostei muito da Elizabeth, em muitos momentos, a achei bem chatinha e mimada, mas, não foi aquele tipo de desgostar que influenciasse a leitura. Nathaniel, com seu jeitão meio brincalhão-cafajeste, salvou a cena e, apesar dos embates, os dois formaram um bom casal. A química estava presente

De forma geral, eu gostei do livro, apesar de ter esperado um pouco mais do final, principalmente, por ser o último da trilogia.

De qualquer forma, foi uma leitura descompromissada e divertida.

Vale a pena a leitura.

Título Original: The Lady Confesses
Autor: Carole Mortimer
Editora: Harlequin
Gênero: Romance Histórico
Coleção: Harlequin Históricos 110
Série: Irmãs Copeland- Livro 3/3
Sub-Gênero/Assunto: Romance de Banca, Amor e Ódio, Falsa Identidade
Período: Contemporâneo. Wynette, Texas.


Série

Irmão Copeland
Livro 1- Dama de Copas
Livro 2- Dama de Ouros
Livros 3- Dama de Espadas

Capa Original:


Sei lá, mas achei tão estranha a cara dessa modelo...

3.5/5

Reações: