quarta-feira, outubro 30, 2013

Desperte Comigo, de Linda Howard



O acidente que deixou Blake temporariamente sem sentir as pernas também havia roubado sua vontade de viver. Seria necessário uma mulher cuja alma estivesse tão paralisada quanto a dele para trazê-lo de volta à vida. Dione Kelley era sua última chance... Ela sabia disso, e entendia o desafio que o caso dele apresentava.No entanto, o que ela não imaginava era que, ajudando Blake a superar a desilusão e recuperar as forças, ela pudesse expor as próprias dores e despertar a cura de si mesma…




Depois da bomba que foi o último livro que li de Linda Howard, eu precisava de algo que me deixasse passar a má impressão. E este Desperte Comigo cumpriu bem o seu papel. Não achei o livro maravilhoso, mas achei a história, num todo, bonita e sensível.

Dione Kelley é uma fisioterapeuta contratada para cuidar de Blake Remington, um homem até então cheio de vida e ativo que perdeu os movimentos das pernas após um grave acidente. A condição de Blake não é definitiva mas é preciso muita fisioterapia e, principalmente, força de vontade, para que ele volta a andar. O problema é Blake desistiu de tudo e não acredita que possa haver uma recuperação. Para ele, a vida simplesmente acabou e não é uma “simples” terapeuta que irá mudar isso.

Porém, assim como Blake parece ter desistido de si mesmo, Dione luta com unhas e dentes por seu paciente.

O livro é basicamente sobre a relação de Dione e Blake, uma relação que começa aos trancos e barrancos. Ele é um homem difícil, desesperançado; ela é uma mulher que fez da profissão a sua vida. Dione vive em função de seus clientes/pacientes. Porém, aos poucos, aquela conflituosa relação terapeuta-paciente vai se transformando em algo a mais.

Desperte Comigo fala sobre duas pessoas que sofreram traumas fortíssimos; é sobre processo de cura, não apenas físico como psicológico. Assim como Dione trata dos danos físicos sofridos por Blake, ele, pouco a pouco a ajuda curar velhas feridas e traumas.

Eu achei o livro muito bonito, com belíssimas passagens, porém, confesso que eu o achei chato em algumas partes. A autora se alongou muito em algumas descrições e pensamentos. Além disso, senti falta de algo “a mais” na trama. O fato de ser praticamente todo centrado na relação entre Blake e Dione (tirando breves momentos com a irmã dele e o marido desta) deixou a trama monótona.

De qualquer forma, é uma história sobre superação e recomeço. Bem escrita e delicada, provavelmente arrancará lágrimas de muitos.

Vale a Pena a Leitura.

Título Original: Come lie with me
Autor: Linda Howard
Editora: Harlequin
Gênero: Romance Contemporâneo
Coleção: Rainhas do Romance 67
Série: -
Sub-Gênero/Assunto: Romance de Banca, Imperfeições, Amor e Ódio, Segunda Chance
Período: Anos 80. EUA.


                         Como o livro também fala sobre Superação, inclui ele no Desafio Literário deste mês.

Outras Capas:

A capa da edição espanhola parece ser de livro Espírita/Espiritualista; a capa francesa é típica das capas breguinhas dos anos 80. Ainda assim, é melhor que a brasileira. O beijo tá todo errado e o homem tem um nariz que parece uma batata gigante! 



3/5

Reações: