segunda-feira, novembro 25, 2013

Natal Mortal, de J.D. Robb (Nora Roberts) (Série Mortal 7)




Em meio às festividades de fim de ano, um criminoso fantasiado de Papai Noel transforma o Natal em pretexto de seus jogos de terror e morte. Cabe a tenente Eve Dallas, fiel defensora da lei e da justiça, procurar as respostas e desvendar o mistério. Para isso, ela deverá evitar o envolvimento pessoal, conviver com suas fraquezas e superar os próprios traumas. Ao lado do marido Roarke, ela se envolve em uma investigação que se mostrará um verdadeiro desafio e que pode ter consequências devastadoras.




Nova Iorque, 2058. Época de natal; época de alegria, amor e... assassinatos. Sim, Papai Noel está matando pessoas. Ou pelo menos uma pessoa vestida de Papai Noel e a destemida tenente Eve Dallas é incumbida de investigar esse caso, no mínimo, sui generis.

Natal Mortal , sétimo livro da Série Mortal tinha todos os elementos para ser um livro fantástico: um bom conceito inicial e uma trama policial bem desenvolvida mas (vocês já sabiam que vinha um “mas”, não?) a protagonista, Eve Dallas, estragou um pouco a alegria da leitura. Pelo menos, para mim.

Eve está INSUPORTÁVEL.

Eu gosto de dizer que eu gosto muito da Série Mortal apesar da Eve. Como assim?, vocês podem perguntar. Afinal, Eve é a principal da série. Sim, ela é a principal mas não é a única. Os coadjuvantes são incríveis e... tem o Roarke, né? Sem contar que a cada livro, venho percebendo que a autora vem melhorando na “questão policial”: os casos estão melhor elaborados e desenvolvidos.

Para falar a verdade, eu até tinha gostado da Eve no livro anterior, Vinaça Mortal; Ingenuamente achei que começaria a gostar dela. Afinal, eu achei aquele livro ótimo. Ledo engano. Eve voltou neste sétimo livro com a chatice no último grau.

Honestamente, acho que Nora Roberts errou a mão com a personagem (e antes que digam algo, gostar de um autor não significa não ser crítico em relação a seu trabalho). Tudo bem que Eve é uma mulher sofrida, com um passado pavoroso e tudo mais ,mas, ela precisa ser INSUPORTÁVEL? Em Natal Mortal ela age como uma dessas pessoas miseráveis que querem que tudo e todos a sua volta também seja miserável.

E para piorar aquele que sempre faz o contraponta a ela, atua aqui quase como um coadjuvante de luxo. Senti sua falta, Roarke!

Oh, então isso quer dizer que eu odiei o livro e estamos conversados? Não. Eu gostei de Natal Mortal.

Apesar de Eve Dallas.

Em termos de literatura policial, Natal Mortal é uma ótima diversão. Nora Roberts nos conduz por uma história inusitada e bem amarrada aonde o lado bucólico e festivo do Natal é contraponteado com uma história de assassinatos e perversões. O livro não é imune de clichês, mas até mesmo eles são bem “dissolvidos”durante a história e tem razão de ser. Existe coerência no desenrolar dos fatos, o que é primordial. Além disso, assuntos tabus (que não vou nomear) são postos de maneira racional e sem julgamentos- ou com aquele jeito de querer “causar” que acometem muitos autores. É algo sóbrio- e eu gostei disso.

E gostei que a autora não teve medo de se arriscar em relação à esse assunto em particular, tornando o fato algo simplesmente asqueroso.

Natal Mortal ainda apresenta personagens interessantes, além do já citado Roarke (que, sim, aparece muito pouco, mas mesmo assim faz um bom contraponto à chatice excessiva de Eve), como os habitués da série, Peabody e McNab que tem aqui tem uma participação essencial. Estou bem no começo no que se refere à série como um tudo, mas já percebo como esses dois personagens estão crescendo. Gosto disso.

Natal Mortal é uma leitura rápida e intrigante, que prende a nossa atenção desde o início e não apresenta soluções fáceis ou óbvias demais. Eu poderia ter adorado o livro se não fosse a protagonista. De qualquer forma, é uma boa história.

Recomendo.



Título Original: Holiday In Death
Autor: J.D. Robb (Nora Roberts)
Editora: Bertrand
Gênero: Suspense Romântico
Série: Série Mortal- Livro 7 de só Deus sabe quantos!
Sub-Gênero/Assunto: Sci-Fi, Crime e Mistério, Serial Killer
Período: Futuro. 2058. Nova Iorque, EUA.


A Série
Natal Mortal faz parte da série Mortal, a qual Nora Roberts escreve sob o pseudônimo de J.D. Robb.

A série tem como personagens principais a detetive Eva Dallas e o milionário Roarke. A ação se passa em uma Nova York futurista, no ano de 2058. É imprescindível que os livros sejam lidos na ordem.

No Brasil, já foram lançados 21 livros, todos editados pela Editora Bertrand e  que estão sendo, pouco a pouco,  reeditados pela BestBolso na Colação Vira-Vira Saraiva. infelizmente parece que não vão ser reeditados mais. UMA PENA!!

Livro 1- Nudez Mortal [RESENHA]
Livro 2- Glória Mortal [RESENHA]
Livro 3- Eternidade Mortal [RESENHA]
Livro 4- Êxtase Mortal [RESENHA]
Livro 5- Cerimônia Mortal -[RESENHA]
Livro 6-Vingança Mortal [Resenha]
Livro 7-Natal Mortal [RESENHA]
Livro 7.5- Midnight in Death
Livro 8-Conspiração Mortal
Livro 9-Lealdade Mortal
Livro 10-Testemunha Mortal
Livro 11-Julgamento Mortal
Livro 12-Traição Mortal
Livro 12.5- Interlude in Death
Livro 13-Sedução Mortal
Livro 14-Reencontro Mortal
Livro 15-Pureza Mortal
Livro 16- Retrato Mortal
Livro 17- Imitação Mortal
Livro 17.5- Naquele Tempo (Remember When)- Lançado em Portugal*
Livro 17.5- Big Jack
Livro 18- Dilema Mortal
Livro 19- Visão Mortal
Livro 20- Sobrevivente Mortal
Livro 21- Origem Mortal
Livro 22- Memory in Death
Livro 22.5- Haunted in Death
Livro 23- Born in Death
Livro 24- Innocent in Death
Livro 24.5 Eternity in Death
Livro 25- Creation in Death
Livro 26- Strangers in Death
Livro 27- Salvation in Death
Livro 27.5- Ritual in Death
Livro 28- Promises in Death
Livro 29-Kindred in Death
Livro 29.5- Missing in Death (está no Livro The Lost)
Livro 30-Fantasy in Death
Livro 31- Indulgence in Death
Livro 31.5- Possession in Death – está no livro The Other Side ( livro com várias estórias, de autoras diversas)
Livro 32- Treachery in Death
Livro 33- New York to Dallas
Livro 33.5- The Unquiet-
Livro 34: Celebrity in Death –
Livro 35-Delusion in Death
Livro 36-Calculated in Death
Livro 37- Thankless In Death

Atente para o fato de que alguns livros são considerados .5 São estórias menores (novellas). Algumas dessas estórias aparecem em livros com diversas estórias.


Minha primeira resenha para a Maratona Nora Roberts- Série Mortal (Minha Lista)


Outras Capas:



Cotação:
3.5/5
(mais para 3,75)

Reações: