domingo, julho 12, 2009

Indomável Rafe,de Suzanne Enoch (BS 143)





Indomável Rafe


Título Original: Taming Rafe

Autor: Suzanne Enoch

Editora: Nova Cultural

Colecão: BestSeller 143

Série: Irmãos Bancroft . Sequência de LIBERTADA PELO AMOR (CH 376)

Gênero: Romance

Sub-Gênero/Assunto: Romance Histórico

Período: Séc. 19. Regência

Sinopse:

Inglaterra, 1811
Um Homem Aventureiro
Rafe Bancroft nada mais é do que um malandro! Mas o homem sensual e irritante é agora o dono de Forton Hill, o lar ancestral de Felicity Harrigton. E para salvar sua famíia e si mesma da ruína, ela está determinada a enfrentá-lo. Mas como pode, quando se deita na cama toda noite ansiando pelo contato de seu irresistível inimigo?

Rafe ganhou a propriedade em um jogo de cartas, ams não tem a menor intenção de se acomodar. Seu plano é vende-la e partir para a próxima aventura...até conhece Felicity. De repente, os dias- e as noites- passados com Felicity nos braços lhe parecem bem mais sedutores do que qualquer terra distante e exótica.
Seu coração libertino não consegue explicar isso...A menor que o amor seja a maior de todas as aventuras1




***


Uma agradável surpresa. Sempre que eu vou ler algum livro de Suzanne Enoch eu fico com um pouco de pé atrás. Alguns livros dela são deliciosos; outros, quase constrangedores. À meu ver, a autora nunca primou pela constância (de qualidade). Mas, felizmente, Indomável Rafe faz parte dos bons livros dela.

A história é bem simples, até mesmo banal. Não existem grandes mistérios ou grandes vilões. Contudo, a história nos é contada de maneira tão natural e leve que não há como não gostar. As personagens são agradáveis mas não perfeitas (e nem irritantes) e o relacionamento/amor do casal de Rafe e Felicity acontece de forma gradual, espontânea. Até mesmo a confição/declaraçao de amor de Felicity é feita de forma espontânea, sem muitas declamações ou 'forçação' de barra.

Rafe é aquela personagem cliché de tantos *Romances de Regência*: o malandro que se regenera através do amor. Não existem novidades aqui. O que interessa, e agrada, entretanto, é a forma como essa 'transformação' ocorre. Ela é lenta e gradual, não de uma hora pra outra, como se um dia ele vai dormir malandro e acorda homem sério. Não. Aqui, Rafe se transforma gradativamente, em pequenas porções. E é muito agradável perceber essa transformação.


Indomável Rafe é um livro que eu recomendo.

Ah! E mais uma vez a NC *esqueceu* de nos avisar que este livro é uma (espécie de) sequência de 'Libertada pelo Amor', que conta a história do irmão de Rafe, Quin, e Maddie.

*/

Comprei esse livro em São Paulo há umas duas semanas atrás e ele ainda não está *disponível* no site da Nova Cultural? Eles precisam atualizar aquele site mais rápido!
*/

*/ O 'Rafe' da capa (brasileira) está vestindo Jeans! Jeans! Em 1811! Detalhe: Levi-Strauss patenteou o Jeans em 1875!Povo que faz capas, presta atenção!!



Capa Original: 
*/

Reações: