quarta-feira, janeiro 18, 2012

No Coração do Mar, de Nathaniel Philbrick

A história real que inspirou Melville a escrever Moby Dick. Um livro fantástico.

Em 1820, o baleeiro Essex foi atacado por um cachalote enfurecido e afundou rapidamente. Nunca se imaginara que uma baleia pudesse reagir aos pescadores que a perseguiam. O que se seguiu ao naufrágio foi uma longa provação pelas águas do Pacífico: amontoados em três botes, os marujos navegaram durante três meses, experimentando os horrores da inanição e da desidratação, da doença, da loucura e da morte, chegando à prática do canibalismo. 

O episódio, que inspirou Herman Melville a escrever Moby Dick, ficou registrado em relatos feitos pelos sobreviventes. Baseado em ampla pesquisa e fontes inéditas, o historiador Nathaniel Philbrick reconstitui todos os detalhes da tragédia, dando vida aos testemunhos com seu vasto conhecimento em assuntos marítimos. Dos meandros da economia baleeira às técnicas de navegação a vela e o comportamento das baleias, No coração do mar reúne informações minuciosas sobre cada aspecto da história. Uma aventura que desafia o leitor a refletir sobre os limites da capacidade de sobrevivência humana.




Um livro surpreendente.

Eu adoro romances Históricos românticos. Isso mesmo: românticos. Devo dizer que quando o amor romântico não é o foco principal em uma ficção histórica, eu prefiro ler livros de história de não ficção. E eu adoro esses também. Não sei, sempre acho que romancistas tendem a enrolar muito em cenas de ação. Prefiro a objetividade de um não-ficção. Além disso, devo confessar que as histórias das/de grande tragédias e/ou acontecimentos dramáticos me fascinam. Não quero nem pensar no que isso deve dizer à meu respeito. Deve ser coisa de Escorpião!

Contudo, apesar de No Coração do Mar ser rotulado como um livro de História, penso que este foi uma das melhores aventuras que já li.

É a história real que inspirou Melville a escrever Moby Dick. Em 1820, o baleeiro Essex foi atacado por uma enorme baleia cachalote, naufragando logo em seguido. O livro conta a luta dos sobreviventes, à deriva, em pequenos botes, no meio do Pacífico.

No Coração do Mar fala de limites e superação. É uma leitura forte, que choca em alguns momentos. Até onde você iria pela sua sobrevivência? A resposta: você, ninguém, sabe. O livro mostra que existem momentos na vida que nem toda a ética, cultura, religião são capazes de preparar uma pessoa.

Não existem heróis nem vilões definidos. Apenas homens.

Na época, a tragédia do Essex ficou muito conhecida nos Estados Unidos. Alguns historiadores chegam a chamar o caso de “Titanic do Século 19”.

Photobucket


Alguns podem até pensar se tratar de um livro chato, enfadonho. Pelo contrário. Nathaniel Philbrick tem uma narrativa direta e envolvente. Os fatos estão lá, mas são mostrados de modo tão dinâmico que por vezes a gente acha que está lendo um romance de ficção. A história é incrível e tão fantástica que essa sensação de “faz-de-conta” nos segue por grande parte do livro. No coração do Mar tem uma narrativa linear, tornando sua leitura ainda mais prazeirosa. O autor vai aumentando lentamente o grau de tensão, a medida em os acontecimentos vão surgindo.

Apesar da fácil leitura, este não é um livro leve. No coração do Mar emociona e, principalmente, faz pensar. O livro também conta com fotos e ilustrações, além de um bom material bibliográfico.

Um dos meus livros favoritos.

Recomendo.



Em tempo:  existe um livro do mesmo autor, com uma sinopse muito parecida, também editado pela Companhia das Letras chamado A Vingança da Baleia. Não sei se é o mesmo livro, sob outro título.
E é realmente uma triste coincidência eu ter preparado esta resenha justamente esta semana. :(

Título Original: The Heart Of the Sea
Autor: Nathaniel Philbrick
Editora: Companhia das Letras
Gênero: Não Ficção.
Sub-Gênero/Assunto: História, Aventura, Viagens
Período: 1820


Outras Capas:





EXTRAS
Site do Autor: http://nathanielphilbrick.com/books/in-the-heart-of-the-sea
Wiki http://pt.wikipedia.org/wiki/Lawrence_Block
Facebook FanPage http://www.facebook.com/nathanielphilbrick


Cotação:

5/5

Reações: