quinta-feira, janeiro 26, 2012

Rosa de Papel, de Diana Palmer [Hutton & Co 2]

Título Original: Paper Rose
Autor(a): Diana Palmer
Editora: Nova Cultural,  reeditado pela Harlequin
Série: -Hutton & Co- Livro 2
Coleção: BestSeller. Reeditado pela HQ ( Col. Primeiros Sucessos 11)
Gênero: Romance Contemporâneo
Sub-Gênero/Assunto: Romance Contemporâneo, Segunda Chance, Índios, Tutores
Período: Contemporâneo

Tate Winthrop & Cecily Peterson 
Seu amor por ele era como uma rosa de papel, precisava de um toque de mágica para se tornar real? 
Corajoso e atraente, Tate Winthrop já se arriscara para salvar Cecily Peterson. Ela o amava profundamente, porém, o orgulho de Tate o impedira de misturar seu sangue indígena com o de uma mulher branca. Devastada pela rejeição, Cecily não teve outra opção senão se afastar do homem de seus sonhos. Mas o destino os uniu novamente? Em meio a um escândalo político, ambos perceberam que seria necessário superar traumas para sobreviver ao caos. Sendo que, dessa vez, Cecily teria poder para dar proteção a Tate? e revelar um segredo que talvez abalasse suas vidas.


***


Talvez a primeira e mais importante coisa a ser dita a respeito de Rosa de Papel é que Tate Winthrop é um chato. Ele simplesmente não sabe o que quer. Ou sabe e fica fazendo doce. O interesse por Cecily é óbvio e intenso porém como ela é uma jovem branca e ele um índio, Tate não quer “se misturar”. A pureza da raça é quase uma obsessão de Tate. Porém, se Cecily se mostra interessada por qualquer outro homem, ele fica todo nervosinho! Afe!

A estória começa quando Tate salva a então adolescente Cecily de um padrasto bêbado e abusivo. Tate passa então a ser uma espécie de tutor de Cecily. Não precisa nem dizer que a jovem acaba se apaixonando por ser protetor, né?

Como toda a estória de Diana Palmer, esta aqui também tem seu grau de “vamos deixar o leitor com raiva” mas não é nada muito exagerado não. Como eu disse, Tate é um chato, mas ele não é necessariamente grosso.

“Tinha que te-la e que danassem as conseqüências! Inclinou-se e a ergueu nos braços como um tesouro precioso, e a carregou de volta à poltrana e acomodou-se com ela. O coração ameaçava explodir para fora do peito. A mão pressionava a face de Cecily contra o ombro coberto pela camurça, enquanto mais uma vez inclinava a cabeça e se apossava dos lábios carnudos antes que ela pudesse falar.”


A estória é divertida e romântica, com um interessante plano de fundo sobre os nativos norte-americanos. Além disso, Rosa de Papel tem uma mocinha bem interessante e da qual gostei muito. Obviamente ela é jovem e ingênua porém não é boboca demais. E o mais importante: ela não aceita servir de capacho para um índio tão temperamental. A amizade dela com Colby Lane é uma das melhores partes do livro. Honestamente, me pergunto o que aconteceu com Colby entre esse livro e Forasteiro (livro em que é o protagonista)...

O livro tem um pouco aventura e política (com a já citada questão indígena) . As cenas de ação são um pouco tolas. Não sei se foi intencional mas os bandidos pareciam ser muito bobalhões. Porém o que interessa mesmo é o romance. Não diria que este é um livro HOT mas a atração e a dinâmica sexual entre Tate e Cecily é quase palpável. Os dois têm uma ótima química e as cenas de romance são muito boas. E além da questão indígena tem o dilema dele ser o tutor dela, fazendo com esse seja um amor quase que proibido, o que, vamos combinar, dá um tempero especial ao romance, né?


Rosa de Papel é uma bonita estória de amor que faz a gente sentir um tiquinho de raiva mas depois provoca suspiros no final.

Ah, não posso deixar de mencionar como Washington DC e Dakota do Sul são "super" perto no livro. É praticamente como ir logo alí na esquina. Será que titia Palmeirão andou tendo algumas lições sobre distâncias com a Gloria Perez?


Recomendo.

A Edição
Infelizmente, a edição da Harlequin possui alguns errinhos de revisão: nomes foram trocados e aparentemente existe um erro com a idade de Leta, mãe de Tate. É dito que ela tem 44 anos. Porém, Tate tem 36! Ela deu à luz aos 8 anos de idade?! Apesar desses erros, não percebi nenhum corte/edição na estória.

Sinopse da Edição da Nova Cultural:



O amor de Cecily por Tate era como uma rosa de papel, que sem um passe de mágica jamais se tornaria real...


Cecily Peterson não era bonita, mas possuía um encanto especial. Inteligente, esperta, corajosa, fazia com que Tate Winthrop se sentisse feliz. Poderia ter se tornado seu mundo, caso ele permitisse. Mas Tate não podia se envolver com uma mulher branca: teria de se casar com alguém da sua tribo indígena, para que a comunidade não se extinguisse.


O amor de Cecily por Tate desconhecia limites. Mas, uma vez que o orgulhoso nativo norte-americano se recusava a considerar um casamento misto, aquela paixão permanecia no vazio. Arrasada pela rejeição, Cecily se viu forçada a deixar o homem de seus sonhos.


Agora ela estava de volta, e destinada a ele. Tate estava envolvido em um enorme escândalo político, e era Cecily quem teria de protegê-lo de um segredo devastador, que poderia destruir a vida dele... Mas como proteger o homem a quem amava com todas as forças sem se deixar levar pelo coração?


Inter- Relações e Outros ’detalhezinhos’ :


 Colby Lane é outro que (re) aparecerá em várias outras estórias da autora. A estória dele é contada em Forasteiro [Hutton & Co 6]
 Pierce Hutton teve a estória contada em Uma Vez em Paris [Hutton & Co 1]

Menções de:

 Micah Steele: O Último Mercenário (The Last Mercenary) [Soldados da Fortuna 6]
 Marcus Carrera: Doce Desejo (Carrera's Bride) [HT 28]


A Série
Hutton & Co é uma série dentro do “Universo Homens do Texas”. Recomenda-se ler os livros na ordem certa, pois as estórias são seqüenciais.
Livro 1- Uma Vez em Paris; (Pierce Hutton & Brianne Martin)
Livro 2- Rosa de Papel; (Tate Winthrope & Cecily Blake)
Livro 3- Lorde do Deserto; (Phillipe Sabbone & Gretchen Brannon)
Livro 4- A Última Chance; (Marc Brannon & Josette Langley)- editado pela Nova Cultural. Não existe uma reedição da HQ
Livro 5- Agonia e Êxtase; (Cord Romero & Maggie Barton)- editado pela Nova Cultural. Não existe uma reedição da HQ
Livro 6- Forasteiro; (Colby Lane & Sarina Carrington)

Quer saber como (e onde!) a série Hutton & Co “se encaixa” em Homens do Texas? Dê uma olhadinha neste post  É a ordem de Leitura do Universo Homens do Texas/ Jacobsville. :)
Ordem de Leitura das Obras de Diana Palmer (Universo Homens do Texas)



Outras Capas:






Cotação:

(4/5)

Reações: